Perdi o cabacinho gostoso com o amigo

Oii é minha primeira vez escrevendo contos então ja me relevem. Sou a Bianca e vou contar como perdi a virgindade com o gustavo meu melhor amigo, na época eu tinha 15 e ele 18(vou contar nossas características fisicas).
Eu tenho 1,56 (sempre baixinha), meus peitos sempre foram bem avantajados pra minha idade o que me incomodava muito, coxas grossas e definidas por conta da academia, nem gorda nem magra. Alec tinha em media 1,78(eu acho, ele sempre foi alto), peitoral definido (íamos a academia sempre juntos), e a rola era mediana em tamanho e espessura, com a cabeça maior que o resto(uma delicia).
Agora vamos pro conto.


Alec sempre foi muito pegador com as garotas, vivia me contando sobre suas transas e meus olhos brilhavam com as historias, ele sabia que eu era virgem e sempre me encorajava a esperar meu tempo e só fazer isso com alguém que eu realmente sentisse um desejo fora do normal e carinho. faziamos tudo sempre juntos, e em um certo dia ele aqui em casa a gente vendo serie na minha cama(éramos tão amigos que ele era o único garoto do qual meu pai não se importava em entrar no meu quarto), e eu estava subindo pelas paredes. Nesse dia ele reparou minha inquietação meio que tivemos uma “conversa” a respeito e logo ele veio com
– vai abre as pernas então (eu tava de camisetao e um shortinhos bem largo)
– que?? Ta doido gustavo
– vai logo, se n for agora depois vc vai fica batendo siririca e transando com a escova de cabelo, e ele riu
– ai como vc é besta
E nisso eu abri as pernas morrendo de vergonha, ele só puxou meu shortinhos pro lado e chupou tão gostoso, mas ele n me comeu. Meus pais estavam em casa seria arriscado tbm, dps desse dia ele me chupava sempre que meus hormônios ficavam a flor da pele, e eu retribuia o favor em alguns casos, mas mesmo assim ele nunca quis me comer ele dizia pra mim que era só pra abaixar meu fogo e vinha com o papo de que eu tinha que esperar o cara certo, mas uma vez ele falou pra mim que se era isso que eu queria mesmo ele transaria comigo quando eu fizesse 16 anos se eu ainda quisesse e tivesse certeza. Eu aceitei logico(faltava 6 meses pra isso), e ficamos nessa ele sempre me aliviando o quanto mais perto ia chegando com mais tesão eu ficava e ele nunca sedia. Até que faltando 1 mes/ 1mes e meio pro meu aniversário, eu tava na casa dele, a gente jogando ufc no xbox, eu perdendo… ate que em dado momento eu não sei porque eu desafiei ele pra uma luta de vdd e ele riu de mim logicamente, e veio pra cima eu batia nele q nem fazia estrago, ate que ele meio q me deu uma rasteira e me derubou mas me segurou pra eu n bater a cabeça (sim eu sou meio desengonçada), fiz cara de brava e ele me estendeu a mão, nisso eu puxei ele com toda a força q eu tinha e tentei fzr ele cair, nisso eu subi em cima dele e falei
– e agora quem será que ganhou?
-sabe que eu deixei né ? Kkkk
– ai como vc é idiota
Quando eu tava me ajeitando eu senti o volume dele, nisso eu me molhei e comecei a me esfregar, ele começou a suspirar com as mãos apertando de leve as minhas coxas e logo falou pra mim parar, e claro eu n parei.
Dps de uns minutos nisso eu falei no ouvido dele com o meu lado de safada que eu nem sabia que existia
– minha bucetinha ta babando, ela quer carinho.
Foi coisa de segundos pra ele me derubar de cima dele e vir por cima me beijando, um beijo molhado gostoso enquanto suas mãos passavam pelo meu corpo, e ele foi beijando do meu pescoço e foi descendo e ele logo disse baixinho

-vou fazer de uma forma diferente hoje, vou judiar
E ele começou foi tirando minha roupa toda me deixando só de calcinha, ele começou a mamar meus peitos tão gostoso e era lindo ver ele tentando colocar tudo na boca, ele começou a passar a língua no meu corpo todo, aquela lingua quente ate que chegou na minha calcinha e ele começou a lamber por cima, e puxou de lado e começou a passar a língua em volta do meu grelinho só de pirraça, eu implorava pra ele me chupar…
– aa gustavo me chupa vai, faz daquele jeito gostoso. Porfavor eu falava praticamente murmurando
– você quer é? Muito fraquinha mal aguenta a brincandeira.

Logo ele tirou minha calcinha e disse
– que fofa eu adoro gatinhos, riu
E caiu de boca sem cerimonias, eu gemi alto e ele se assustou (mesmo na casa dele era melhor ninguém saber o que faziamos), ele me jogou um travesseiro
– eu adoraria que vc gritasse mas é melhor vc ficar quietinha pra eu poder continuar…
Ele começou a enfiar um dedinho em mim enquanto me chupava e eu ja tava rebolando meu melzinho escorrendo e eu gozei rápido, comecei a me contorcer toda abafando meus gemidos mordendo o travesseiro e apertando a cabeça dele entre as minhas pernas.
Ele sorriu como se dizia satisfeito, eu nem terminei de me recompor e fui pra cima dele (ele meio q se assustou porque não esperava), eu comecei a beijar o pescoço dele e a passar a mão no seu pau e sussurrava
– vai deixar sua menininha mamar vai? Vai me dar de mama? Eu to faminta
Ele viu o quanto eu tava enlouquecida e disse:
– bia agora é serio melhor pararmos se não vai passar dos limites.
Quando ele disse isso eu coloquei a mao dentro do shorts dele e comecei a passar a mão
– deixa só eu sentir o gostinho
E eu fui puxando pra fora e logo abocanhei chupava muito, me babava fazia garganta profunda e olhava pra ele com a cara mais safada que eu conseguia, eu delirava vendo ele suspirando e gemendo baixinho descontrolado. Eu comecei a perceber que ele ia gozar, e quis ser rapida quando ele tava de olhos fechados eu levantei e sentei com tudo nele bem rapido, ele abriu os olhos com uma cara de espanto, só deu pra ouvir o “ploc”
E eu fiz uma cara de quem ia chorar, doeu mto eu senti rasgando e ele falou
-meu deus o que você fez bianca

Deixe um comentário

CAPTCHA