Putinha do amigo de sala

Olá esse é meu primeiro conto, me chamo Isis, tenho 26 anos, 1,68 de altura, tenho um rabo enorme, que por onde passo chamo atenção. Hoje vou contar pra vocês uma história verídica, que aconteceu quando cursava enfermagem.
Tudo começou uns meses depois de ter iniciado a faculdade de enfermagem, conheci um amigo de sala, um moreno bonito, já perto dos seus 40 anos, uma carinha de bravo, marrento, umas mãos grandes que me encantavam, imaginava levando uma tapas na cara de uma mão daquelas, enfim… ele também estava sempre muito cheiroso, percebi que ele olhava sempre pra minha bunda quando eu levantava, comecei a provocar, suspendia a calça como se estivesse ajeitando, usava legging, ele olhava e sorria. Um belo dia começamos a conversar pelo WhatsApp, e

Ler maisPutinha do amigo de sala

Minha nora deliciosa

Olá, Sou leitor assíduo dos contos relatados aqui e esta é a primeira vez que escrevo. Este conto é real e espero que meu filho nunca descubra. Me chamo Jonas, tenho 48 anos, sou loiro, olhos azuis, 1,70, 68kg bem distribuídos de massa muscular e chamo muito a atenção da mulherada. Sou um homem de bem com a vida, separado e com muitos amigos. Como dizem eles, sou uma simpatia em pessoa. Meu filho Pedro mora comigo, tem 22 anos e trabalha numa multinacional. Lá conheceu Taty, namoram já há 08 meses. Por ser sozinha na cidade ela vei morar conosco. Taty é uma delicia de menina, 22 anos de pura gostosura. Morena clara de cabelos pretos até o meio das costas, 1,65m,

Ler maisMinha nora deliciosa

Dando a bunda pro Mulato arretado

Sou Dona Cleusa uma morena do corpão ja de idade tenho 57 anos,na epoca 53 pois bem,eu solteira de plantão fui passar uns dias na casa da minha filha mais nova,la morava so ela e um homem formoso,alto malhado e forte,cabloco da região me tratou super bem na frente de minha filha mas eu percebia que quando ela saia d perto,pra trabalhar por exemplo pq la so qm trabalhava era ela e ele fazia nada e me olhava como se quisesse me devorar,certa vez eu estava lavando louça e ele chegou ja me encoxando e começou a falar umas coisinhas no meu ouvido,minha filha tava na outra sala e fikei com medo d gritar,por isso na hora me sentir uma cadela indefesa ele me sarrava e eu tinha que me contentar podia gritar mas n gritava n sei pq na hora eu travei

Ler maisDando a bunda pro Mulato arretado

Bem fodida

Oi, primeiro conto que escrevo, me chamo Telminha, tenho 19 anos recém completados, 1,65 de altura, 90 de busto, 56 de cintura e 92 de quadril, cabelos cacheados até a altura do bumbum. Sou curitibana e solteira desde sempre, nunca consegui ficar mt tempo em um relacionamento. Mas vamos ao conto

Todo dia tenho a mesma rotina, faço estágio pela tarde e a noite vou pra facul. Curso pedagogia, então meu estágio é num Colégio, cheio de mulheres, mas calma lá que isso não é um conto lésbico haha, onde quero chegar é que não tem homens em minha volta, no trabalho só mulheres, a pensão onde vivo é só para mulheres e na minha sala na facul tbm só tem mulheres. Como disse antes estou solteira há muito tempo, nem beijo na boca ando dando, imagine outra coisa kkk..

Ler maisBem fodida

Primeira tatoo

Olá Sou Vanessa, tenho 26 anos e hoje vou contar a vocês uma experiência incrível que tive quando fiz minha primeira tatoo.
Bem, como mencionei em outro conto, sou uma garota do interior que foi morar com o namorado na capital aos 22 anos.
Muitas coisas aconteceram nessa época e meu relacionamento com o rapaz não deu certo. Então resolvi dar uma repaginada no visual e uma das coisas que resolvi fazer foi uma tatuagem no capô de Fusca!
Selecionei o desenho e escolhi o tatuador. Fiz questão de ser com homem, pois, claro, já estava mal intencionada (risos).

Ler maisPrimeira tatoo

Quando me mudei para Capital

Meu nome é Vanessa e tenho 26 anos. Hoje vou contar sobre o dia em que transei com meu patrão.
Bem, na época eu tinha 22 anos e vim morar com meu namorado na capital. Comecei a trabalhar como empregada doméstica em uma casa e logo no primeiro dia, o patrão me chamou muito vá atenção. Ele era (é) alto, forte e moreno claro, como eu gosto. Olhos cor de mel penetrantes, um tesão. Eu apenas o via quando eu chegava ao trabalho. E sempre acompanhado da esposa, logo que eu entrava os dois saíam juntos para trabalhar e a esposa chegava antes dele na casa. Neste horário eu ia embora. Meu desejo por este homem era tanto que quando eles saíam

Ler maisQuando me mudei para Capital

Melhor transa

Eu estava andando em uma rua cheia de prédios tipo o centro de SP, estreita, mas os comércios eram chiques demais, andando, pensando e olhando pra cima, eu acabei trombando com uma pessoa, um conhecido meu.
Fazia tempos que não nos víamos, e pela surpresa e tal, nos convidamos a tomar um café num comércio pouco acima de onde estávamos, e começamos a conversar sobre a vida, e a conversa foi fluindo, foi avançando, fomos nos abrindo, até que o assunto começou a ficar mais sexy, sensual…

Ler maisMelhor transa

O Policial e a Recepcionista

Aline tem 40 anos é recepcionista em um hotel na cidade de Londrina no Paraná, ela é casada mãe de dois filhos, mas muito cuidadosa com seu corpo, se veste bem, é simpática de sorriso aberto, comunicativa o que faz com que ela consiga cativar as pessoas e fazer amizades de maneira fácil, mas não é só isso que chama a atenção nela por que embora baixinha têm bumbum redondinho e durinho, coxas grossas barriguinha chapada e seios volumosos, enfim ela é uma baixinha compacta, isto é, completa.

Ler maisO Policial e a Recepcionista