Dando o cuzinho na garagem enquanto o marido foi pescar

Ando meio sumida por razões de volta as aulas, mas fico muito contente qdo recebo os comentários, mensagens e internações de vcs. Tenho lido bastante menção à veracidade dos fatos, e sim… todos aconteceram, qdo eu conseguir contar todos os eventos que eu considero dignos de serem relatados, aí posso escrever uma ficção…mas por enquanto, mal do conta do acontecido.

Essa narrativa de hj, eu nem me lembrava mais, mas o Google fotos trouxe a lembrança de 2017 que me fez recordar da ocasião, e como a memória é voluntariosa, fui desenrolando o novelo e destrinchando os detalhes pra poder escrever…espero não ter deixado nenhuma informação útil de fora.

Ler mais

Rapidíssima com o corninho esperando

Meu nome é Marta e tenho 40 anos. Sou casada com Maurício há 15 anos. Temos uma vida boa, não preciso trabalhar. Faz uns meses que Jorge mudou-se para a casa ao lado. Depois eu conto como viramos amantes.
Eram quase 7 horas. Havia um evento importante na empresa e as esposas estavam convidadas. O combinado era que Maurício me pegaria às 6 e meia, mas ele telefonou avisando que estava atrasado e o congestionamento não ajudava em nada. Eu também estava atrasada e ganhei um tempinho. Terminava de colocar o vestido quando ouvi um barulho na casa. Jorge apareceu na sala.

_Você está louco? Maurício está vindo pra casa. Vai chegar a qualquer minuto.
_Ele só chega depois das 8.
_Temos um jantar importante. Eu tô pronta para ele me pegar.
_Então temos que ser rápidos.
_Seu louco, sai correndo agora.
_Não. Quando ele chegar eu saio pelos fundos. Dá pra ver da janela ele chegando.
O maluco me abraçou.
_Não beija que vai borrar a maquiagem.
_Tá bom, só uma bitoquinha no pescoço.
O filho da puta conhece meu ponto fraco. Virou-me e beijou meu pescoço por trás, deixando-me toda arrepiada. E ainda apalpou meus seios. Fiquei molinha.
_Dá tempo pra uma rapidinha. Tô louco de tesão.
_Vai rápido.
Levantei o vestido e abaixei a calcinha até o meio da coxa. Curvei-me perto da janela.
_Não vai dar nem uma chupadinha?
_Já passei batom. Vai borrar.
_Que merda!
_Aaiii!

O filho da puta meteu a seco na minha xoxota. Doeu para cacete mas logo ficou gostoso.
_Isso. Assim. Já ficou molhadinha. Toma rola, sua vaca.
Adoro quando Jorge me trata como uma piranha. Maurício me trata como uma dama. Além disso, seu cacete é bem maior: 19 cm contra os 14 do Maurício é covardia. Ele bombava já fazia dois ou três minutos. A ansiedade e o nervosismo fizeram eu gozar rápido um gozo fraquinho mas gostosinho.
_Goza logo, ele já vai chegar.
_Calma, tô só começando.
Da janela dá para ver a entrada do condomínio. Da entrada até nossa casa demora quase dois minutos.
_Goza logo, caralho. Tô vendo o carro do Maurício.

_Eu sei como gozar rapidinho.
O canalha tirou o pau da minha xoxota e meteu no meu cuzinho. Foi a seco mesmo. Gritei de dor e meus olhos se encheram de lágrimas. Coloquei a cortina nos olhos para que não escorressem e borrassem a maquiagem.
_Ai, seu filho da puta. Quer rasgar meu cu?
_Seu cu está acostumado com meu pau.
_A seco dói pra caralho.
_Pra caralho mesmo, o meu caralho. Aguenta que tô quase gozando.

Maurício passava lentamente pela última lombada. Segundos depois Estacionou o carro na frente de casa. O desespero de quase ser pega em flagrante fazia meu estômago se contorcer. Os 19 cm de rola indo e vindo contribuíam para que o turbilhão se sensações tomasse conta do meu corpo. Comecei a tremer vendo Maurício abrir a porta do carro. Ele buzinou duas vezes, saiu e se apoiou dobre o capô. Puxei a cortina só um pouco e acenei para ele. Ele nervosamente apontou para o relógio. Com a mão pedi para ele esperar. Meu cu piscava sem parar e eu gozava violentamente. Meu coração batia acelerado como nunca. Felizmente transpiro pouco e nenhuma gota de suar escorreu no meu rosto. Sabia que Maurício não esperaria nem um minuto e entraria em casa para me apressar.

Foram os segundos mais longos da minha vida. Eu urrava de tesão e desespero. Jorge começou a urrar e despejou jatos e jatos de porra no meu reto. Não havia tempo para ir ao banheiro. Levantei a calcinha e arrumei o vestido. Contraía o cu para a porra não vazar. Falei para Jorge correr para o banheiro do meu filho e depois sair pela janela. Ele correu para lá com as calças arriadas. Desci a escada correndo e quando abri a porta, dei de cara com Maurício.
_Estava entrando para te apressar.
_Tô pronta, amor. Vamos logo.
Saímos para o evento às pressas. Eu trincava o cu com medo de vazar porra e manchar o vestido. Meu coração parecia que ia sair pela boca. Foi a loucura mais gostosa que fiz.

Traindo meu esposo com dois homens

Bom, sou uma mulher casada, muito bem casada, amo o Meu Marido, temos anos de casados, nós amamos sair, curtir a noite, sair com amigos e também sair sozinhos, mas de um tempo para cá ele anda meio cansado, sem querer sair tanto, sem querer curtir, até o nosso sexo tá ficando cada vez mais escasso, isso me deixa doidinha, pois eu amo sexo se fosse por mim faria todo dia até mais de uma vez, procuro ele para transar e ele diz:

Casada fodendo com dois homens
– Amanhã a gente transa!

Ler mais

Corneando o marido machão

Num canto da biblioteca de uma escola para moças de elite abastada, um homem aparentando ter uns quarentas anos, com as calças arriadas, está arfando enquanto uma bela jovem rebola em sua virilha com o pênis dele encaixado entre as nádegas.
A saia xadrez está levantada, presa pela boca da ninfeta, suas calcinhas arriadas até os joelhos. Uma mãozinha dela cobre a do quarentão que lhe dedilha a xaninha.

Ela goza e cambaleia. Num ato reflexo ele a ampara, ficando numa posição em seus braços que permite lhe beijar a boca. Ela leva as duas mãos para bem perto da boca dele e passa duelar com a língua que serpenteia em seus lábios.
De pênis endurecido e capturado pelas coxas dela, o quarentão se agacha e a próxima coisa que a adolescente sente é boca do homem lhe dando outro orgasmo enquanto ele próprio goza se masturbando.

Ler mais

Quem não dá assistência… Abre Concorrência

Como já relatei a vocês sou uma negra bastante fogosa e digamos que meu marido não tem me acompanhado sexualmente falando, entramos numa rotina e por mais que me esforce para mudar, as coisas estavam indo de mal a pior, estava sempre cansado para me namorar e estava sentindo muito a falta de atenção…
Para piorar (ou melhorar) a situação reencontrei um ex namorado que foi minha paixão durante anos. Ele me disse que estava solteiro e trocamos telefone para que desse o número a uma amiga… Acontece, que o rolo entre os dois não deu muito certo e começamos a conversar por mensagens. Ele me convidou para sair algumas vezes e no começo neguei, mas depois meio que comecei a sentir falta de conversar com ele e sempre que tinha um tempinho acabava

Ler mais

Dando gostoso ao vizinho

Vou trocar os nomes por motivos óbvios, sou Júlia magrinha, 1,60 de altura, peitos médios e bunda não tão grande.
Comecei a ficar com Pedro em outubro do ano passado. Pedro é amigo do meu marido e eu amiga de sua esposa.
Vou relatar uma das vezes que nos encontramos,era festa na empresa que o marido trabalha e eu o chamei pra minha casa…
Pedro é quase a mesma altura que eu, branquinho,forte e um pau delicioso de uns 17cm. Ele chegou já dizendo que estava com saudade do meu boquete (modéstia parte eu capricho), e fiz seu pau endurecer na minha boca  Fizemos um 69 maravilhoso e eu já fui sentando gostoso, cavalgando enquanto ele falava: “você só para quando eu mandar, minha puta” e assim obedeci.

Ler mais

Uma visita inesperada, mas muito deliciosa…

Sou casado com uma mulher maravilhosa, chamada Sophia, sempre fez de tudo para que nosso casamento fosse harmonioso e que tivéssemos uma vida tranquila e feliz.
Ela e morena, 1,70m, 63 kg, seios grandes e gostosos, uma bunda que me deixa cheio de tesão e que adoro comer, nossa relação era, e é, muito gostosa na cama.

Quando iniciamos nossa relação ela era um pouco tímida, aos poucos fomos conversando e suas atitudes começaram a mudar enquanto transávamos, falávamos coisas um para o outro que nos deixava bastante excitados.

Entrávamos na internet, olhávamos fotos de sexo entre casais e também com a participação de dois homens e uma mulher, pegamos gosto, começamos a separar imagens e nos mandar via e-mail, entravamos em site de sex shop e resolvemos comprar um vibrador para fazer parte de nossas brincadeiras, nossa relação, que já era gostosa ficou ainda melhor.

Ler mais

Casado vira puta do eletricista

Me chamo Nilton. Sou casado, hétero, 41 anos e tenho um filho, minha esposa nem sonha com o ocorrido. No sábado houve um curto circuito e fui procurar um eletricista já tarde da noite. Depois de falar com taxistas, funcionários do mercado e posto de gasolina me indicaram um e lá fui atrás dele. Cheguei ao endereço, bati palmas e ninguém apareceu, mas o portão estava entreaberto. Entrei no quintal e ouvi o som da tv, bati na porta e ao fazer isso ela se abriu e lá estava o eletricista deitado no sofá dormindo aparentemente bêbado. O chamei, bati palma e nada, daí como aparentemente estava sozinho em casa entrei e fui até ele, lá chegando o toquei e nada dele esboçar qualquer reação. Novamente toquei nele até que ele mexeu se virando de lado. Foi ai que algo inesperado aconteceu, ele estava de shorts jeans velho e sem cueca e ao ficar de lado uma rola preta apareceu, caída, mole com cabeça rosada. Fiquei

Ler mais