Não sei como tive coragem

Era uma quarta-feira, estava muito calor e eu estava sem sono…Ai o meu marido me convidou para sairmos e tirarmos umas fotos sexy pelas praças da cidade. Achei divertido e então falei para ele esperar eu trocar de roupa. Entrei no banheiro e tomei uma ducha, raspei a minha xaninha e coloquei uma micro calcinha preta e um vestidinho de alça branco transparente que o meu maridão achava uma tesão pois quando soltava as alcinhas os meus seios quase amostravam os bicos. Calcei uma sandália branca de salto bem alto e com tiras de brilhantes para compensar os meus 1,50 mts, Pois sou baixinha e peso 48 kg e tenho 300ml de silicone nos meus seios. Fiz uma maquiagem bem pesada que fiquei irreconhecível, parecia uma putinha, rs. Quando sai do quarto o meu marido ficou de boca

Ler maisNão sei como tive coragem

Buceta pra todo mundo

stou eu aqui de novo, nesse final de semana a festa foi otima. Tudo começou com uma janta em um lugar muito legal onde tinha uma sala sò para nos, uma sala de teatro onde jantamos e logo depois muita musica e todos bebendo de tudo. eu como sempre tomo um drink e fico observando tudo, logo mais todos ja bebados e minha esposa tambem muito sexy com um vestido super curto dançando me enche de tesao os macho todos querendo daçar com ela e eu adoro ficar olhando. Era ja tarde quando algumas pessoas começarao a ir para casa eu comecei a dançar com minha esposa e lisar sua bunda para que os machos olhasse aquela cena, chamei ela e fomos para um canto escuro e

Ler maisBuceta pra todo mundo

Fui Putinha de Vários Machos na Casa de Swing

Olá, Neste conto eu vou falar do dia que fui em uma casa de swing, tudo começou quando eu vi um anuncio no site de relacionamento que teria uma noite trans em uma casa de swing, e como eu estava de boa nesta semana e com muita vontade de transar não pensei duas vezes e decidir ir nesta casa, me preparei fiquei toda gostosa e partir para a casa de swing, antes de entrar para dar uma esquentada tomei umas doses de caipirinha e ficar mais alegre até porque nem sabia o que teria pela frente
já fui mais solta e toda cheio de tesão e até fiquei pela primeira vez na rua de maquiagem , cheguei na casa de swing estava vazia, mais também era de quinta feira e ainda depois das 18 horas e pensei daqui a pouco acho que começa entrar mais gente, enquanto isso fui retocar minha maquiagem e tirei umas peças da roupa e fiquei que nem uma

Ler maisFui Putinha de Vários Machos na Casa de Swing

Um swing espontaneo

Eu e minha mulher viajamos para Buenos Aires, seria outra lua de mel, depois de 30 anos de casados. Ambos já cansados da rotina de casados. Tanto eu quanto ela não aflorava o tesão com um simples beijo ou outra pegação. O que provocava certo tesão era imaginar, fantasiar outro homem, transando com minha esposa, ou outra mulher na nossa cama. Um ménage feminino.
Sempre falei com Marlene o que me deixa super com vontade é uma vagina bem peluda. Ela deixa só um pequeno triangulo.
Por outro lado Marlene fala que gosta que dói, ter um pênis bem grande.
Assim transamos gostoso.

Ler maisUm swing espontaneo

Primeira vez dela na casa swing

Sou branco 170 de altura, 70 kls, peludo comum pau de 18 meio grosso. Ela morena clara 165 de altura.62 kls seios fartos, bundinha pequena uma buceta lisinha e gulosa.
Somos namorados, safados e sedentos por sexo,…
Vamos ao conto
Estávamos em casa em uma noite de sexta com o tesão a flor da pele, ela acabara de tomar banho e se depilado qndo sai enrolada na toalha q mau lhe cobria os seios enormes e bicudos dela deixando a mostra a bundinha pequena porém gostosa e durinha e veio em minha direção dizendo q se depilar da um tesão danado e queria q eu a saciasse.
Estava deitado no sofá qndo ela passa a perna por cima de meu corpo e põe a buceta cheirosa e lisinha em minha boca.. abro os lábios e ja a vejo babando de desejo, passo dedo bem devagar no nectar e estico a mão ate tua boca (ela adora sentir próprio gosto )que lambe com muita vontade.

Ler maisPrimeira vez dela na casa swing

Conhecendo uma Casa de Swing

Bom dia, boa tarde, boa noite, eu sou … e minha esposa a rúbia (nomes fictícios, é claro) e vou contar uma de nossas aventuras… fictícia… será???

Somos um casal bem sem vergonha, eu com meus 35 anos de idade e Rúbia com os seus 49 anos de puro desejo e tentação. O mais gostoso é que somos um verdadeiro casal… unidos até nos safados…
Desde nossas primeiras vezes, sempre brincamos sobre ir em uma casa de swing… já fantasiamos ménage e até troca, mas apenas após 8 anos de casados, colocamos essa fantasia em prática.
Depois de muito gozarmos, resolvemos ir mesmo conhecer… “conhecer” e apenas isto foi o que ficou combinado entre nós, afinal… primeira vez, né…

Ler maisConhecendo uma Casa de Swing

A Minha primeira vez em uma casa de swing

Olá amigos, a primeira vez que fui a uma casa de swing, eu tinha ainda 25 anos, era solteiro, e fui levado pela esposa de um colega de trabalho, uma oriental muito fogosa de uns 30 anos com quem saia.
Fomos a uma casa que havia em São Paulo, era uma casa ampla, discreta externamente, mas bem estruturada internamente, tinha sauna a vapor, uma jacuzzi bem grande e gostosa de brincar dentro dela! e quartos coletivos e individuais onde os casais se esbaldavam de prazer.

A japinha era bem feita de corpo, seios pequenos, bumbum proporcional, um rosto delicado, mas com forte característica de japinha!! ar de tímida mas tinha fogo no rabo, literalmente, adorava fazer anal e DP vaginal/anal.
Eu era um jovem alto, 1,86m 82kg, de barba, mas poucos pelos no corpo, cheio de tesão, mas muito tímido.
Chegamos bebemos um gim tônica, bebida favorita dela, e fomos tomar uma sauna pra relaxar e sanar minha timidez.

Ler maisA Minha primeira vez em uma casa de swing

Eu meu irmão e minha cunhada

Olá, meu nome é Pedro (fictício) tenho 20 anos e adoro ler contos, e chegou a minha vez de partilhar convosco uma história minha. Uma história real que se passou a duas semanas atrás. Como disse chamo-me Pedro, sou solteiro e tenho 20 anos e tenho um irmão que se chama (José), casado com uma mulher lindíssima, uma deusa mesmo, e desde que casou foi viver para longe por causa do emprego da esposa. E com por causa disso estamos meses sem nos contactar. E o que vou contar passou-se em casa deles. Um dia liguei para o meu irmão e contei-lhe que estava de férias e ele convidou-me a ir passar essas férias em casa dele, assim aproveitamos para pôr a conversa em dia e para matar saudades. Adorei a ideia e aceitei logo. Ao outro dia já estava a caminho de lá. Quando cheguei fui recebido

Ler maisEu meu irmão e minha cunhada