Perdi o cabacinho gostoso com o amigo

Oii é minha primeira vez escrevendo contos então ja me relevem. Sou a Bianca e vou contar como perdi a virgindade com o gustavo meu melhor amigo, na época eu tinha 15 e ele 18(vou contar nossas características fisicas).
Eu tenho 1,56 (sempre baixinha), meus peitos sempre foram bem avantajados pra minha idade o que me incomodava muito, coxas grossas e definidas por conta da academia, nem gorda nem magra. Alec tinha em media 1,78(eu acho, ele sempre foi alto), peitoral definido (íamos a academia sempre juntos), e a rola era mediana em tamanho e espessura, com a cabeça maior que o resto(uma delicia).
Agora vamos pro conto.

Ler maisPerdi o cabacinho gostoso com o amigo

A toalha pro amigo do meu marido

Bom dia pessoal! Como vão?
Relembrando, eu Tenho 37 anos e sou casada ha 6 anos. Tenho a pele clara, cabelos castanhos um pouco abaixo dos ombros e 1,64. Sou mineira mas desde o casamento me mudei para o nordeste.
Meu marido toda segunda feira joga futebol na praia com sua turma. De vez em quando, após o futebol ele saem para tomar uma cerveja retornando pra casa bem mais tarde. Costume antigo dele que já me acostumei, tanto que quando ele me avisa que terá a cervejinha depois, nem espero pra dormir.

Ler maisA toalha pro amigo do meu marido

Corno pela primeira vez

Me chamo Laura, tenho 38 anos, sou branquinha, seios médios com biquinho rosado, bunda grande, lábios desenhados, cabelos no meio das costas, loira, 1,65 de altura, pezinho pequeno e delicado. Meu marido Beto tem 42 anos, somos casados há quase 20. Nos amamos muito e temos uma vida sexual bem intensa, nada monótono ou convencional. Beto gosta de fantasiar na hora do sexo e eu sempre adorei embarcar na dele e realizar seus desejos. Eu sempre fui uma mulher fiel, em hipótese alguma pensei em traição ou coisa parecida, ou pelo menos não pensava até algum tempo atrás, rsrs. O Beto é um cara esperto do tipo que vai comendo pelas beiradas até conseguir o que

Ler maisCorno pela primeira vez

Meu segredo

Nós somos amigos de infância, nos conhecemos no colégio, bem novos, sempre vivíamos juntos, quando nos tornamos adolescentes as coisas não mudaram, continuamos bem próximos, sempre um sentado na frente do outro.

Ele, loiro, baixo, com um corpo perfeito, coxas fartas, uma bunda grande e bem gostosa, um par de olhos azuis, era lindo, e eu, uns 20 centímetros mais alto que ele, magro, branco, cabelos negros e olhos escuros, passei a ter um sentimento diferente cada vez que ficava mais próximo dele, algo que eu nunca sentia antes, agora eu observava o corpo dele mais que o normal, sempre que o tocava sentia meu pau enrijecer.

Ler maisMeu segredo