Traindo meu marido com o meu cunhado

Meu nome é Fernandinha, tenho 24 anos 1, 67 de altura e 87kl (sou do tipo gordinha gostosa) tenho seios médios, bumbum e coxas avantajados.
Sou casada a 7 anos e confesso que nunca tinha traído meu marido com ninguém, porém nosso casamento estava em uma crise a meses e nesse dia nós tínhamos brigados e ele tinha falado que ia embora e que era o fim do relacionamento.
Nessa Noite quando fui mexer no celular vi uma mensagem do meu cunhado que é namorado da irmã do meu marido, (eu nunca tinha conversado com ele intimamente nós não éramos muito próximos).
Ele tem 26 anos mais ou menos uns 1, 80 de altura e uns 75kl.

Ele veio dizendo que sabia da briga e perguntou se estava tudo bem, e ao encaminhar da conversa nos acabamos falando de outras coisas e acabamos falando em sexo, eu acabei dizendo que faz tempo que não fazia um sexo gostoso com pegada e que meu marido estava muito fraco comigo, quando eu disse isso ele falou para mim ir na casa dele, eu achava que ele estava brincando, então ele abriu o jogo dizendo que estava doido para me comer e faz tempo que ele estava de olho em mim, depois dele me convencer ele chamou um Uber e me levou até o apartamento dele. Chegando lá ele me agarrou me beijando e mordendo com uma verdadeira vontade, não demorou muito eu comecei a beijá-lo também retribuindo todas carícias, não demorou muito eu já estava toda molhada eu já pedi para ele me comer mas ele estava querendo brincar comigo, então ele mandou eu chupá-lo então ele tira aquele enorme pau que deve ter uns 20cm ele tinha enviado foto e eu estava louca para chupa-lo, então comecei e ele estava gostando pois ele dava um gemido de prazer, então lambi um pouco a cabecinha descendo a língua na parte traseira do pau e ele delirava e falava que eu tinha uma cara de puta e que ele queria me fuder a tempos, eu me sentia como uma vagabunda mas eu estava adorando, então depois de uns 15 minutos chupando aquele cassete ele me coloca de 4 e ficou brincando com a minha buceta já toda molhada, ele pincelava o pau dele na portinha da minha buceta eu implorava para ele meter, até que ele fala assim:
_ Eu quero que você seja minha putinha eu sabia que você era uma safada e eu queria te fuder e que faz tempo que ele cuidava minha bunda.
Aquilo me deixou louca, então ele colocou bem devagar aquele pau enorme até a metade e eu já estava pirando, então ele enfiou tudo e com muita vontade eu não me contive e comecei a gemer muito alto, ele falava assim:
_ Cala a boca vagabunda os vizinhos vai nos ouvir.
Eu não conseguia parar de gemer alto e dava para ver que ele gostava que eu estava delirando, ele me batia na bunda dizendo que eu era a putinha dele, eu estava delirando depois ele me colocou de lado e levantou minha perna e disse assim:
_ Abre essa buceta que eu vou te arregaçar sua vagabunda.
E meteu bastante e eu não conseguia parar de gemer e delirar naquele pau que escorregava na minha buceta já toda encharcada.
Então ele fez com que eu ficasse em cima dele e ele pedia para eu pular no pau dele e eu fazia o que ele mandava então eu disse assim:
_ Eu quero ser sua puta, quero que você me foda sempre a partir de hoje. (Eu realmente sabia o que pedia).
Eu pedi para ele me colocar de quatro denovo, ele me colou e meteu até eu sentir no meu útero o pau grande dele eu já estava implorando para ele gozar porque eu já estava gozando então ele gozou dentro da minha buceta e eu estava realizada depois de tanta pegação. Ele finalizou dizendo assim:
_ Agora você vai ser minha putinha, eu serei o teu macho e vou te comer pelo menos uma vez por semana.
Eu não senti nenhuma culpa depois disso, eu estava completamente realizada e feliz. Depois de ter voltado para casa meu marido estava em casa e acabamos voltando mas sinceramente não me arrependi do que aconteceu e mantive contato com meu cunhado. Eu e meu cunhado nos encontramos mais 3 vezes depois eu conto em uma próxima vez.

Deixe um comentário

CAPTCHA