Minha amiga tesuda

A pouco tempo atrás conheci uma menina que me tornei amigo e aos poucos fomos pegando mais amizade.
Em um dos dias que conversávamos, chegamos no papo de putaria, comecei perguntando se ela era safada, para minha surpresa ela disse que sim e perguntou novamente a mim e eu disse que também era.
Alguns dias depois começamos a falar muita putaria e sempre sentíamos tesão um pelo outro. Até que tive coragem e chamei ela para transar de uma forma bem inusitada. Perguntei se ela preferia a camisinha de chocolate ou menta, ela me respondeu que chocolate era seu sabor favorito.

Ler maisMinha amiga tesuda

Um tesão de vizinha

Nada melhor do que ser surpreendido positivamente pela vida, ainda mais quando essa surpresa é relacionada a boa e velha putaria!

Como disse em um conto anterior, me separei a pouco mais de um ano e com isso fui morar em uma nova casa com área compartilhada com outras três moradias e por sorte (e muita!) todos se dão bem! É bem comum nos reunir e em uma dessas formalidades aconteceu o que irei relatar nas próximas linhas!

Havíamos combinado um churrasco somente entre nós, apesar da euforia e de todos combinarem o que levariam ou fariam no dia, eu basicamente falava com apenas uma das vizinhas que chamarei de Sheyla (Que é testemunha das minhas loucuras desde que me mudei pra lá!), enquanto os outros dois vizinhos que estariam presentes, nunca trocava mais do que apenas um “Bom dia!” ou “Olá!” quando nos encontrávamos no meio do caminho!

Ler maisUm tesão de vizinha