Vizinha coroa

Olá sou Rodrigo (nome fictício) e o conto que eu vou contar é real.
Começou quando eu e minha mulher estávamos passando por uma crise no relacionamento, eu tenho 24 e ela 21. Eu sempre que chegava do trabalho costuma ir a casa do vizinho jogar conversa fora, sobre política, futebol, religião etc… famílias próximas e me conhecia desde moleque. (11 anos) Ele (vizinho) tem por volta de 45 anos e ela 39, estão juntos desde os 15 anos dela. Então, ele é pedreiro e começou a trabalhar a viajem pra outra cidade e costumava ir às segundas-feiras e voltar às sextas-feiras, como de costume continuei frequentando a casa deles. pois minha mulher

chegava do trabalho as 9 e eu não iria ficar esperando das 6 às 9 em casa. Essas visitas já eram bastantes frequentes tanto que nem minha mulher falava nada, Até que um dia descobri que ela já tinha traído ele com o sobrinho dele, e comecei a jogar indiretas, seguidas de piadinhas. Os dias foram passando e conforme ele continuava viajando continuamos a conversar sobre assuntos picantes eu e a vizinha. Ela começou a ficar curiosa, queria saber como eu transava com minha mulher, como eu fazia pra ela gozar, como eu a chupava, com que frequência costumávamos a transar, e eu esperto alimentava a curiosidade dela com algo a mais do que realmente acontecia… Comecei a ficar acostumado com nossas conversas, até que um dia comprei um massageador pra ela (vizinha) e disse que minha mulher gozava com aquilo na buceta enquanto , eu comia o cu. e perguntei pra ela se poderia experimentar, se caso gostasse ela poderia ficar, caso contrário era só me devolver.
No dia seguinte, antes mesmo de chegar em casa ainda com a roupa do trabalho eu fui na casa dela, pra saber se ela tinha usado ou não. Ela estava de toalha, disse que iria tomar banho e era pra mim esperá-la. Nesse momento meu coração parou, pois nunca tinha pensado em trair minha mulher, mas fiquei esperando… eu fiquei na cozinha e ela no banheiro, joguei a primeira indireta – possa fazer pipi aí no banheiro ? ela riu e disse : não, espera eu acabar o banho ! No mesmo momento não aguentei e brechei ela pela fechadura e vi ela toda pelada. fiquei louco, de pau durão ! meu coração batia forte, quando ela saiu do banho, perguntei se ela tinha gozado e ela disse que sim, gozou gostoso. então eu disse: pra quem ? ela não posso contar ! no mesmo momento dei um beijo na buchecha que foi até o rosto até chegar na boca, ficamos nos beijando, enquanto amaviava os seus peitinhos pequenos, comecei a dedar a buceta dela, enquanto dizia o quanto ela era gostosa, amassava o bumbum dela e mordia ela todinha na cozinha. Ela disse aqui não, e eu disse então me chupa, até que ela me fez gozar com a boca.
Ficamos naquilo por alguns dias, até que ela criou coragem e vinha em casa com a desculpa de telefonar do fixo pra amiga dela, com isso viramos amantes; já fudemos pra mais de 8 vezes, e sempre gozo dentro dela. Ela tem 39 anos mas parece uma menininha de 20, Espero continuar isso até meu pau cansar e eu partir pra outra vizinha !

Deixe um comentário

CAPTCHA