Pegação deliciosa com amigo hetero

Oii Meu nome é Lucas, tenho 25 anos. Esse é o meu segundo conto. Não gosto muito de enrolação então vamos ao conto.
Outro dia eu estava na minha casa e um amigo de uma cidade próxima disse que estava vindo na cidade e ia me visitar. Logo de prontidão ofereci a minha casa pra ele dormir, pois estava sozinho e tinha interesses nessa hospedagem. kkkkk

Não passou muito tempo e ele chegou pra se hospedar em minha casa. temos uma convivência legal e ele não sabe que curto machos. O nome dele é Gustavo(ficticio) e a gente tem liberdade pra conversar sobre tudo. Dois dias se passaram e nada do que eu queria acontecia, eu não conseguia pensar em outra coisa a não ser naqueles olhos verdes e cabelos loiros, eu ficava só imaginando como seria aquela jeba.

Em um desses dias Gustavo estava de boas e a gente conversando ele disse que ia tomar banho e deixou a porta entre aberta e por sorte ele esqueceu a toalha e pediu pra eu levar pra ele. Mas a unica coisa que vi ao entrar no banheiro foi aquela bunda lisinha e gostosa pois ele estava de costas. Já fiquei louco de tesão e comecei a procurar uma maneira de conseguir oq eu queria.

Começamos a falar de sexo e tomei coragem e perguntei: – Gustavo você já ficou com um cara alguma vez?

Ele estranhou a pergunta e deu uma risadinha e falou: Nunca, mas nada contra neh. E continuamos conversando de sexo.

Chamei ele pra dar um mergulho na piscina e ele aceitou de prontindão, mas ele nao tinha trago sunga e logo ofereci uma minha pra ele.

Ele se trocou e disse que a sunga tinha ficado um pouco larga e logo vi uma oportunidade, entrei no quarto pra ajudá-lo e falei: Acho que tem uma cordinha pra apertar essa sunga por dentro dela aí, deixa eu ver. Nessa hora eu delirei, peguei na sunga para ajudar e puxei pra frente pra procurar a cordinha e lá dentro um presente delicioso. Que pica, grossa e linda. Fiquei sem graça e olhei pra ele e ele me olhou e o clima ficou ótimo. kkkkkk

Falei: Belo pau hein.

Ele sorriu e falou: Você gosta? Quer experimentar?

Na hora meu coração acelerou e fui de encontro com a boca dele e nos beijamos, ele começou a me acariciar e passar a mão em mim.

Fui beijando o seu corpo, descendo, descendo e aquele pau foi inchando, inchando, e nao pensei duas vezes antes de abocanhar e comecei a mamar. Gustavo gemia de tesão e falava que nunca ninguem tinha mamado ele daquele jeito.

Ele disse que queria me comer. Mas eu estava comedo pelo tamanho daquela jeba. Mas não resisti aos seus pedidos.
Ele me colocou de quatro e começou a forçar a cabecinha e derrepente começou a colocar toda aquela jeba dentro de mim.

Gustavo estava com tanto tesão que não demorou muito e encheu meu rabo de porra.

Depois nos beijamos muito e ficamos rindo dessa situação e ele disse: Quero que isso se repita sempre. Segredo nosso hein.

Não vejo a hora dele voltar! kkkkk

Deixe um comentário

CAPTCHA