Se minha achou bom tambem quero

Ola! no meu primeiro conto, falei sobre a primeira vez que fui chifrado (com meu consentimento), como eu disse naquele conto gostamos tanto da primeira experiencia que viciamos. Bem vamos aos fatos: Meu cunhado mais velho nos chamou para um churrasco em sua casa, ele estava recebendo seu cunhado que mora em sao Paulo, por algum motivo que nao me lembro eu nao pude ir, mas minha deliciosa(deliciosa mesmo) foi, quando retornou ela me contou que o cunhado do irmao dela, um negro forte do tipo guarda costas ficou o tempo inteiro jogando cantadas nela. Como ja estavamos abertos a novas propostas , eu disse a ela que para dar para ele. No dia seguinte , ela arrumou uma desculpa e foi ate a casa do irmao e la encontrou com ele a quem chamarei de Marcelo. Assim que

Marcelo teve oportunidade jogou uma cantadinha e ela topou e marcaram para aquela mesma noite, na minha casa, ela disse que eu nao estaria la, mas claro que estava, escondido em um outro quarto. chegou a noite e Marcelo nao demorou pra chegar, nao perderam tempo, ela ja o espera de roupao e sem calcinha, ainda de roupa ele começou a beija la, e do meu qurto eu ja escutava os gemidos e resperiçao ofegante dos dois, ele a comeu em varias posiçoes, e depois de umas duas horas foi embora. foi a minha vez de comer aquela buceta encharcada de porra, ela me disse que o pau de Marcelo era enorme e que ela queria dar para ele de novo, eu deixei com a condiçao de que eu participasse. No dia seguinte ela o procurou e com muita facilidade contou pra ele o que pretendiamos, ele topu de imediato. Logo que escureceu marcelo chegou e minha esposa, vou chama la de Sheila esperava do mesmo jeito da noite anterior, convidamos para sentar e tomamos umas cervejas, eu e ele, minha esposa ainda nao bebia, nesse decorrer Sheila sentou se ao lado dele e logo começaram a se beijar ali na minha frente, ela o ajudou a se livrar das roupas e em pouco tempo ja estava mamando em seu cassete, que era de verdade enorme, uns 20 cm. fiquei assistindo por uns 5 minutos e depois os chamei para nossa cama. La é que o pau quebrou metemos de todo jeito, enquanto Sheila o chupava eu metia em sua buceta lizinha, depois era a vez de Marcelo comer ela e ela me chupar, depois descansamos um pouco e reiniciamos nossa farra, dessa vez com uma deliosa DP, ele no cu dela e eu na buceta, quando todos gozaram resolvemos tirar uma soneca, ela deitada peladinha no meio e nos deitados do lado, acidentalmente passei meu braço por cima do corpo dela e sem querer minha mao caiu em cima do cassete do Marcelo, puxei rapidamente, mas ele com cuidado paera nao acordar Sheila, buscou novamente minha e pos no seu pau, e quis tirar , mas veio um tesao tamanho de segurar aquele cassete que nao resisti muito tempo, ficamos ali eu de um lado, Sheila no meio e Marcelo do outro lado, fiquei batendo uma punhentinha bem devagar para ele. acabamos dormindo, os tres. quando ja era de madrugada ele acordou e me pediu que o levasse ate a casa do meu cunhado. ele estava de Bike, e como estava tarde e era longe fui leva lo de moto. Assim que ele montou atras de min ja podia sentir seupau encostado em min, e ele me abraçou por tras e fui bem devagar curtindo aquilo, quando ja me aproxima da casa onde ficaria, ele me chamou para pararmos num escurinho. paramos e logo ele foi pondo seu pau para fora, mas antes me puxou para me dar um deicioso beijo, ficamos no maior amasso, e em seguida baixei minha bermuda e com com muita maestria ele começou a me penetrar, fui engolindo centimetro por centimetro aquele pau enorma, começei a sentiruma forte dor, achei que nao aguentaria, mas ele me segurou forte, foi bombando devagarinho ate que enterrou tudo, o prazer que eu sentia naquele momento é algo indescritvel. Marcelo foi bombando mais forte , e ue ja todo entregue, me sentia uma putinha e pedia que metesse mais forte, ate que ele encheu me cuzinho de porra. depois disso ele continuou comendo Sheila, e sem ela saber me comendo tambem…sempre que nos encontramos a gente da um jeito de da uma trepadinha, nem que seja uma rapidinha

Deixe um comentário

CAPTCHA