Minha mulher deu para o vizinho

Essa história é baseada em um fato real. Trabalhei em uma empresa de comunicação e foi designado para comandar uma equipe por duas semanas no Rio Grande do Sul, sem poder questionar tive que fazer as malas para viajar.
No dia anterior a minha viagem tinha dado uma super foda com minha mulher Carmen, enchendo bastante aquela buceta de leite. Bom sai de casa logo pela manhã após levar as crianças para a escola me direcionando para o aeroporto com antecedência como sempre fazia. Ao chegar na metade do caminho percebi que tinha esquecido uns documentos que eram muito importantes, daí pedi para o taxista voltar para que eu pudesse pegar, então

retornamos, só que não sabia o que iria encontrar em casa. Chegando lá entrei pelo portão e me direcionei até a porta e comecei a escutar ums gemidos, adentrei o recinto e fui em direção o meu quarto, ouvia os gemidos mais altos, a porta entre aberta e lá estava minha mulher chupando o cacete do vizinho da casa ao lado, percebia se que ela estava mamando com muito tesão, então fiquei ali vendo até onde iria a brincadeira, então pedi para o taxista esperar um pouco e fiquei atrás da porta vendo a ação, Gustavo era o nome do vizinho, ele era um rapaz com um porte físico bem malhado, logo colocou Carmen de pernas abertas na cama e começou a chupar aquela buceta, que na noite anterior eu tinha enchido de leite, estava ficando com o pau duro atrás daquela porta, então logo vi ele colocando ela de quatro e preenchendo a buceta dela com aquela pica grossa, metendo com força, a puxando pelo cabelo, ela gemia muito gostoso, então coloquei a minha piroca para fora e comecei a bater uma punheta vendo aquele macho fodendo minha mulher, que de mais, ela começou a sentar e cavalgar naquele pau, enquanto ele mamava seus seios duros, além de quicar ela rebolava gostoso naquela pica e quicava na sequência.
Depois de algumas socadas vi ele cochichando no ouvido dela, tinha certeza do que ele estava falando, quando logo veio a confirmação, ela ficou de quatro para ele novamente, e depois de mais algumas metidas na buceta, ele começou a pincelar o cacete em seu, cú, já sabia que ele queria enrabar minha mulher, pois ninguém resistiria foder aquela mulher de quatro sem querer comer aquele cú, foi quando ele deu uma cuspida na mão e passou na cabeça da piroca e enfiou naquele cuzinho sem dó, ela forçando a bunda na sua pica fazendo entrar tudo, gemendo o chamando de vizinho gostoso, pedindo para enfiar com força naquela raba, então peguei meu celular para gravar a cena, várias metidas naquele cú gostoso, escutando ela gemendo, não aguentei, meu pau já estava lateijando quando ouvi ela dizendo que iria gozar, e na sequência ele retirou a piroca do cú de minha mulher e lhe jorrou um jato de leite em sua boca e eu do lado de fora do quarto vendo acena e dando uma bela de uma esporrada com jatos fortes na porta, então logo sai sem ser notado e fui para o taxi e saímos em direção ao aeroporto.
Algumas horas depois de desembarcar liguei para a vadia, perguntando se o leitinho do vizinho estava quente e gostoso, ela por sua vez me questionou perguntando do que eu estava falando, então enviei o vídeo dela gemendo dando o cuzinho para aquela caceta grossa, disse a ela que tinha gozado vendo a cena, então ela me disse que foi por isso que a porta estava cheia de esperma, e eu disse que estava vendo tudo pois voltei em casa devido a ter esquecido um documento, e disse a ela que iria fazer de tudo para comer o máximo de bucetas gaúchas possível, aproveitando bem a estadia em RS, e que na volta ela iria receber o que merece. Que esposa safada que tenho.

Deixe um comentário

CAPTCHA