Comendo a safada da internet

Como relatei no ultimo conto erotico, a safada da net que comi no meu escritório, marcou comigo as 07:00 da manhã, e la estava eu, ela marcou num local onde ela fazia caminhada, e quando a vi, fiquei galudo, a safada estava linda com aquela roupa de malhar, entrou no meu carro e mandou que eu fosse adiante em frente a uma casa de muro alto ela pediu pra eu parar, era um loca meio deserto e tinha uma arvore um fraboian florido lindo que fazia uma sobra delidiosa apesar de ser uma manhã sem sol, assim que parei ela pediu pra eu bater uma punheta pra ela, estanhei e disse eu não vim aqui pra bater punheta foi, ela

disse bem safadinha vai, so um pouquinho, minha rola já estava duríssima, ai eu disse eu bato mas vc tem de me ajudar, deixa, ela perguntou safadamente como? eu baixei sua blusa e chupei seus peitos, e meti a mão em sua buceta ai ela disse, não eu quero ver você na punheta, eu já estava doido de tezão ela sabe bem fazer jogo de sedução, eu punhetava minha rola meio sem jeito pra ela poder me ajudar, fiz o difícil, o cara que não sabe se masturbar, e deu certo ela pegou minha rola dizendo que não estava resistindo, mandei ela chupar ela disse não, só queria ver o leite jorrando, eu disse não pode sujar o banco do carro, ela nem ai, punhetava até que não aguentei e anunciei que ia gozar, ela de pronto abocanhou minha pica e terminou o trabalho, bebeu odo o leite, se desperdiçar uma gota, ai que foi a surpresa ela pegou o telefone e ligou parao marido, eu fiquei sem saber o que fazer, ela disse oi amor, quero que você conheça meu amigo, gelei mais ainda, ela disse você ta em casa? to aqui fora, logo o portão se abriu, uma menina de 18 anos abriu, e logo o cara surgiu era o marido dela, não sabia o que fazer, ela disse vou te apresentar meu marido, sua filha estava de saída pra escola, gatissima, ela disse tira o olha de minha filha sorrindo como safada, o marido veio em direção a ela eu ainda estava com a barriguilha aberta fiquei meio desconcertado, ele baixou e beijo ela na boca e disse que gosto bom delicia, chame seu amigo pra entrar, vamos tomar café, pronto fiquei sem ação, a mesa estava posta ele um cara de uns 1,75 físico maneiro calvo, me disse e ai mano, como está? esta curtindo minha mulher? caralho, gaguejei mas percebi que ela já sabia de tudo e consentia, e logo ele me tranquilizou, dando uns tapinha no meu ombro, relaxa mano, eu permiti isso, e pedi ela pra te convidar pois gosto de transparência, você é o primeiro a vir aqui em casa, gostaria de sua descrição, neste momento ela volta enrolada uma toalha banhada, toda cheirosa, ele passou a mão em sua bunda e disse que delicia, não é? eu disse e como!, ele disse fique a vontade faça de conta que eu não estou aqui, alias eu vou tomar um banho pra ir trabalhar, eu não acreditei que o cara estava deixando a mulher dele toda preparada pra meu desfrute, ela perecbeu que eu estava sem jeito e confeço sempre tive o desejo de fuder uma mulher e seu marido vendo, mas não estava acreditando, ela deixou a toalha cair e me libertou de meus sapatos, calça e blusa, fiquei em sua sala peladão, e logo o marido volta, humm, vai começar a brincadeira, ela baixou e começou a chupar minha rola, que logo deu sinal de vida, endurecendo como rocha. e sugara, punhetava, lambia meus ovos, chupava, pude desta vez observa sue corpo melhor, que delicia de mulher, linda logo ela se voltou e parou sua buceta na minha cara, que delicia, raspadinha, cheirosa, que grelo gostoso, percebi que ela ia gozar e gozou gostoso na minha boca e parecia que não parava de gozar, que gostosa, ela queria sentir minha rola da sua buceta, e sentou, nossa que buceta gostosa, ela parou um instante e senti uma buceta agasalhando minha rola e apertava minha rola e seu marido estava ali observando e acariciando sue pau, ela subia e descia, num vai e vem frenético e sem eu perceber ele se aproximou e começou a chupar a buceta dela ela foi a loucura, acho que ela gozou diversas vezes neste momento e ele passou a chupar a buceta dela e minha rola, ela tirou minha rola de sua buceta e ele chupou que chupada gostosa ora a fudia ora, ele chupava minha rola, ela disse que queria ver ele chupando minha rola, saiu de cima e ele passou a chupar e chupava até o talo e se masturbava, o cara era experiente apesar de dizer que foi a primeira vez que chupava, logo gozei e eles dois dividiram o leite ele também gozou na punheta que ela fez nele, ele ficou doido, e disse que adorou fomos tomar banho juntos e que mulher insaciável, agora eu sabia porque ele estava afim de dividi-la, ele não dava conta da safada, tomei um suco estávamos todos pelados, eu nem me importava se a filha deles chegasse, e pra saber se ela sabia, disse, e sua filha não tem perigo dela voltar, ela disse gostou dela ne?, disfarcei e disse a deixa pra lá, ela foi pra debaixo da mesa e começou a chupar minha rola e logo estava a ponto de uma nova penetração, ela perguntou a ele você quer meu cu ou o do meu marido? sorrindo safadamente, ele disse que isso vai assustar o cara, ela disse sei que você esta afim de experimentar esta rola!! mas isso vai ficar pra outro conto. ela mandou ele lamber o cu dela, ele lambeu e deixou bem molhadinho, e chupou minha rola deixando bem babada e ela sentou, gemeu dizendo que estava doendo percebi que ele mordia os lábios como que quisesse trocar de lugar com a mulher, ela tirou dizendo que estava doendo, eu disse iniciou agora vai ter de aguentar, ele disse é mesmo!! ela disse é porque não é com você, ela me disse que nunca tinha dado o cu antes, que tentara mas não tinha conseguido, botei ela de quatro, mandei ele lamber mais o cuzinho dela e aproveitou pra dar uma boa chupada na minha rola e deixar ela bem molhada tbm, e apontei a rola na porta do cuzinho lindo dela e empurrei devagarzinho ate ela se acostumar e fui dando pequenas estocadas ele se posicionou em baixo dela chupava seu grelo e acariciava meu saco passei a cocar com mais força e ela já gemia de dor mas de prazer e pedia pra socar mais e não parar, ela chupava o pau do marido, e sentia minha rola em seu rabo socava sem parar e logo enchi seu rabo de leite ela também gozou com as carícias do marido em sua buceta, e que gozada gostosa, ela continuava, a chupar ele que acariciava minha rola ele gozou e ficamos desvanecidos no sofá ele continuou acariciando minha rola já meio barro meio tijolo e perguntou será que eu aguento essa delicia no meu cu? bom quem sabe na próxima eu conto como foi.

Deixe um comentário

CAPTCHA