Vontade de dar pra alguém que nunca vi

Okay, pelo título vão pensar em websexo KKKK mas, eu geralmente escrevo “contos” eróticos e outras coisas em outros lugares, isso não importa, vamos lá:

Adicionei um mlk no fb que me pareceu do jeito que eu gosto, carinha de bandido que não vai me assaltar(KK), tentei chamar a atenção dele e reagi a tudo dele.

Ele me mandou mensagens e eu tava com tesao até que ele falou que também estava, isso na primeira conversa, já conversamos “bastante”, o bastante pra eu querer foder pra caralho com ele.
Eu não converso com quase nenhum garoto pq tenho preguiça, mas ele me fez sentir tesao e conseguiu me deixar molhadinha sem nem me tocar.


Acabei de tocar uma pra ele e fico imaginando ele me fodendo gostoso e me chamando de minha vadia, minha puta e me xingando, batendo forte na minha bunda e empurrando forte o pau dele na minha bct, depois eu quero chupar ele bem gostoso, lamber o pau e chupar a cabecinha com vontade e olhar pra ele com minha cara de safada pra ele empurrar minha boca com força enfiando o pau dele forte até minha garganta esperando ele chegar lá e quando ele avisar que tá chegando vou esperar ele gozar tudinho na minha boca pra eu engolir tudo sem desperdiçar nada e pedir pra ele me comer dnv.

E quando for fico imaginando ele fodendo minha buceta forte me xingando, quero que ele me trate como a vadia dele(mas com amor caralho) e que ele sinta minha bct quentinha e mande eu sentar pra ele, quero rebolar gostoso olhando pra ele e ver ele revirando os olhos sentindo minha bct molhadinha implorando pelo pau dele até que ele volte a me foder, puxe meu cabelo e pergunte de quem eu sou puta, pra eu responder gemendo no ouvidinho dele com o pau latejando dentro de mim que sou a puta dele, e só vou foder com ele.
To enfiando dois dedinhos agora imaginando como se fosse o pau dele, to molhada pra caralho e quase gozando… acabei KK

 

Enfim, eu tenho uns pensamentos assim sempre KK e vou postar aqui, e ah, vou foder com ele e fazer ele gozar gostoso.. fim, não joguem lol e não sejam de Guarabira

Deixe um comentário