Uma noite com meu irmão

Tenho 22 anos, tenho 1,68 de altura, seios grandes e uma bunda enorme e sei que sou o sonho de consumo de muitos homens rs. Tu começou quando eu e meu irmão ainda moravamos na casa dos nossos pais. Mesmo morando com nossos pais tinhamos muito pouco contato com eles pois os dois viajam com muita frequência, mas isso não vem ao caso. Eu sempre andei pelada pela casa já como costume pois me sinto mais livre e com isso sempre notei meu irmão olhando para mim, mas certo nós estavamos assistindo um filme juntos e após um tempo ele ficou mais agitado e começou a mexer em sua bermuda por baixo das cobertas. Até que chegou o momento em que ele foi ao banheiro e demorou uns 40 minutos para voltar com isso e já sabia oque estava acontecendo e isso me concedia muito tesão.

Após o filme acabar fomos durmir e eu queria provocar ele e ai fui durmir junto com ele em sua cama e para completar coloquei um shortinho que mostrava parte da minha bunda e um top bem apertadinho. Algum tempo depois ele começou a se aprosimar de mim e esfregar seu pau em minha bunda lentamente oque me dava muito mais tesão, com isso ele começou a acelerar o ritmo e gozou em minha bunda e eu voltei a dormir. Logo após amanhecer fomos tomar café e coloquei outro shortinho agora dessa vez sem calcinha e começei a roçar a bunda no pau dele até que ele totalmente duro falou “eu não agueto mais, temho que fazer isso” e começou a me beijar e pegar em meus peitos e isso me dava tanto tesão que eu não tentava ao menos resistir. Até que ele me jogou no sofá e começou a chupar minha bucetinha e eu implorando para que ele me fode-se logo quando finalmente ele tira seu pau e me impressiona muito pelo seu tamanho começou a colocar apenas um pouquinho do pau e bem devagarzinho quando ele frequentemente foi aumentando a força e a velocidade e nesse momento eu não aguentei e começei a gemer feito uma puta até que eu e ele gozamos quando

terminamos eu dou um sorriso e falo que vou tomar banho. Quando estava lavando meus cabelos senti suas mãos grossas apertando meus peitos e seu pau novamente duro cutucando a minha bunda e lá no chuveiro começamos a transar e acabando com ele gozando na minha boquinha. A partir daquele dia começamos a transar todos os dias e em todo momento que podiamos.

Deixe um comentário

CAPTCHA