Vendo a minha mãe sendo fodida

Pois bem, estou escrevendo este relato só pra me vingar da minha mãe Sandra que acabou com a amizade que eu tinha com Pedro. Sim, são os nomes reais, minha mãe é uma puta e ela não se importa de ser exposta assim.

Minha mãe tem 1,57 de altura, pele bronzeada, cabelo preto longo, marquinha de biquíni, seios grandes e siliconados e uma enorme e deliciosa bunda… confesso que até eu fico com tesão por ela.

Pedro tem 1,80, branco, forte, não é musculoso mas tem um aspecto de macho alfa… um homem delicioso de se foder, bruto e gostoso.

Isso aconteceu em 2017, os pais de Pedro tinham viajado e ele estava na minha casa pro mês me ajudando a estudar pro enem, estávamos indo muito bem apesar das interrupções da minha mãe. Eu percebia que toda vez que a minha mãe vinha perto meu amigo ficava estranho, como se ele sentisse algo especial por ela e eu achava isso muito zoado apesar da minha mãe ser uma mulher muito gostosa.

Pedro não ia fazer o enem daquele ano e por isso gastou todo o tempo em casa pra me ajudar, chegamos no dia da prova e eu estava muito nervosa por dois motivos. O primeiro é justamente a prova e o segundo é imaginar que os dois vão ficar sozinhos em casa… não mencionei meu pai aqui pois eu nunca o vi, sempre morei apenas com minha mãe.

Fiquei imaginando o que eles fariam em casa enquanto caminhava até o local da prova que era no mesmo bairro que eu morava. Cheguei lá faltando 10 minutos pros portões fecharem, quando chego perto da porta da minha sala percebo que não levei nenhum documento. Puta merda como sou burra, estudei igual uma desgraçada e não levei essa porcaria de RG

Tive que voltar pra minha casa sem fazer a prova, já esperava o esporro que ia levar da minha mãe, porém, quando cheguei em casa quem estava prestes a levar porra era minha mãe.

Antes de abrir a porta já podia ouvir minha mãe gemendo, ela gritava coisas como “enrraba essa cavala” “mete sua rola grossa no meu cuzinho”

FIQUEI CHOCADA…

Achei que eles estavam vendo um pornô mas a voz era da minha mãe, entrei devagar e me escondi atrás de um armário no corredor antes da sala, dava pra ver perfeitamente, minha mãe no tapete da sala de quatro com o rabão pra cima e meu melhor amigo em cima dela enfiando rola no cuzão daquela puta sem nenhuma dó… me veio um sentimento de inveja, tesão e raiva por ver aquilo e não poder participar.

Logo depois que cheguei eles trocaram de posição e minha mãe falava “eu sempre te achei um macho gostoso” “fode sua femea meu homem, esse rabo é todo teu”

Eles foderam de ladinho, ela cavalgou de frente e de costas, ele dava tapa naquela rabona gostosa e eu só olhando toda molhada me dedando.

Até que Pedro disse “ta na hora de dar o leite pra minha putona” e minha mãe pediu pra ele gozar na bunda dela mas ele não quis ele queria jorrar tudo dentro do cuzão daquela vadia e assim ele fez… ouvi minha mãe soltar um gemido de alivio muito gostoso e Pedro fez um belo urro de tesão e satisfação ao soltar toda a porra no fundo dela.

Sem saber o que faze fique parada e então Pedro me viu… mas isso terei que contar outro dia

Deixe um comentário

CAPTCHA