Sendo Fodida deliciosamente pelo professor

Meu nome é Maryanna, tenho 18 anos. Morena, 1, 60, corpinho de violão. Sempre fui uma moça bastante tímida, quase não tinha amigos. E na escola então, era solitária. No meu último ano letivo, conheci o professor Gomes, um homem sério, 27 , tatuado , alto, um verdadeiro Deus grego. A primeira vista me interessei assim como todas as garotas da minha sala. Já sabia que não daria em nada , mas dei umas investidas. Procurava sempre um jeito de ficar próxima dele. Nas primeiras semanas ele nem ligava, mas logo fui percebendo os olhares para meu bumbum , os elogios que se tornaram diários. Então chegou a semana de jogos no colégio em que eu estudava. De cada sala foi escolhido um líder que ficaria como ajudante dos professores. Logo me habilitei e adivinhem ? Por pura sorte ou coincidência sai com o professor Gomes. Ficamos responsáveis por organizar

algumas salas. Então ele teve a brilhante idéia de organizarmos numa sexta feira no fim de tarde. Todos os alunos já haviam ido embora , os outros professores estavam em suas ocupações fora dali. Então começamos a organizar. Ele começou com investidas, cantadas, elogios, Mas eu finjo nem estar ligando. Quando fomos arrumar a última sala , entrei e ele já me segurou por trás, senti aquele pau duríssimo na minha bunda empinada. Eu tentei explicar que ali não seria o local mais apropriado. Ele então trancou a porta e voltou a me agarrar. Beijou meu pescoço e com isso senti o biquinho do meu peito endurecer, ele também percebeu e logo começou me alisar , massagear meus seios com carinho , logo me prendeu contra a parede e começou a chupa-los loucamente . Que lingua aquele homem tinha , minha xoxota aquela altura já estava molhadinha e pulando para que ele me devorasse. Foi então que ele tirou para fora de sua calça aquela piroca maravilhosa, grande , com aquela cabeça rosadinha. Sem nem que ele pedisse me ajoelhei e comecei o sugar como uma bezerrinha com fome, ele gemia , puxava meus cabelos , batia em meu rosto e me chamava de sua vadia . Eu continuava o sugando , alternava a velocidade , quanto mais ele gemia mais eu aumentava a pressão e a velocidade. Até que ele me recompensou com aquele leitinho quente em meus peitos, aproveitando a situação eu os apertava e colocava entre eles aquela bela pica , olhava para Gomes como uma inocente , como uma mocinha que estava vivendo sua primeira vez. Quando achei que já haviamos terminado, ele ergue meu vestidinho e começa a alisar meu grelinho, eu estava delirando , estava encharcada quando ele começou a chupar meu grelinho , enquanto isso me fodia com seus dedos fortemente. Gozei Foi então que ele encostou a cabecinha daquela bela rola na minha buceta , foi empurrando devargarinho , e de repente já estava me fudendo como um louco , passamos uns 30 minutos nessa mesma posição até que ele gozou. Quando imaginei enfim ter acabado ele me diz que eu só sairia dali se eu desse meu cuzinho á ele. Sem ao menos exitar me apoio em uma das mesas , ergo meu vestidinho e o chamo , ele vem como um lobo sedento , ele havia acabado de gozar e a piroca estava dura como pedra. Eu jamais tinha feito sexo anal , disse a ele , ele deu uma risadinha e disse para que eu não me preocupasse. Começou a chupar meu cuzinho , a enfiar seus dedos na minha xoxota ao mesmo tempo. Em pouco tempo já senti ele forçando a entrada , eu disse que estava doendo , mas aquele homem só queria seu prazer , depois de alguns minutos ENTROU !!!! Ele então começa lentamente , e logo acelera as metidas. Eu não me seguro e acabo gemendo alto , eu gritava , quase subia pelas paredes , e quanto mais eu pedia para parar mais ele me fodia com força. Ele então goza, o chupo por minutos e em seguida fomos terminar de organizar as salas.

Deixe um comentário

CAPTCHA