Fui chupada por um desconhecido

Bom… Me chamo Amanda. Tenho 23 anos, sou morena, 1,67 de altura, 52 kilos, cabelo preto, liso e comprido. E sou muito, muito viciada em sexo.

Hoje vou contar como eu deixei um cara bem mais velho e desconhecido me chupar.

Estávamos saindo de um show, eu e meus amigos, e a gente tinha bebido muito, a noite toda, então fomos procurar um táxi ou algum lugar pra comer algo e fomos caminhando em direção a avenida. Então vários carros se ofereceram a dar carona, mas minhas amigas estavam com medo e não aceitaram nenhum. Então um cara bem mais velho, uns

65 anos parou o carro e ofereceu carona, eu entrei no carro e falei pra minhas amigas entrarem. Elas entraram, porém com muita raiva. Deixamos elas em casa e o senhor me perguntou se eu queria ir pra casa ou ir pra um lugar mais reservado, eu fiquei com muito medo, e disse que queria ir pra minha casa. Ele riu e disse que ia me levar onde ele quisesse. Eu gelei na hora, e disse que tinha avisado meu irmão em que carro eu estava, e que já estava indo embora. Disse também que as meninas tiraram foto da placa. Ele deu risada e disse que estava brincando, que não era pra eu ficar com medo. E depois seguiu o caminho pra minha casa. No caminho começou reclamar da esposa, dizendo que ela não gostava de oral, que ele era viciado em chupar buceta e ela não deixa. Ele falava essas coisas de forma bem obscena, o que só fazia o meu medo aumentar. Então ele olhou pra mim e perguntou se eu gostava de sentir língua na buceta. E ficou me olhando esperando a resposta. Eu fiquei quieta. Não disse nada.
Então ele continuou, e disse “minha mulher vive dizendo que não quer ser chupada, que ele gosta mesmo é de pau, de sentar na pica. Diz que pra ela macho de verdade é quem fode com força.” Disse que não adiantava ele dizer que queria beber o gozo dela porque ela se negava a deixar ele colocar a boca. Aí ele me olhou de novo e perguntou se eu gostava de gozar na boca na boca do meu namorado. Me deu um arrepio, e eu percebi que meu medo tava se transformando em tesão. Então eu respondi que sim. Que gostava. Ele deu um sorriso e disse que meu namorado é um cara de sorte. Que eu tinha cara de quem gemia muito gosto na hora de levar uma chupada. Nessa hora senti minha buceta se melar toda. Porém ainda estava com um pouco de receio e medo. Então ele disse que aquele assunto todo estava deixando ele pau duro, e no momento em que ele disse isso ele deu um tapa no próprio pau. Depois ele apertou o pau por cima da bermuda mesmo e balançando disse, que parecia que o pau queria estourar o zíper e pular pra fora. Então de forma muito rápida e automática eu disse, deixa ele sair. Ele ficou me olhando e então parou o carro no acostamento. Disse que tirava o pau pra fora se eu deixasse ele me chupar. Eu fiquei com medo e disse que não, mas ele ficava apertando o pau por cima da bermuda e insistindo pra eu deixar. Daí ele disse que queria só cheirar minha buceta. Eu não tava mais aguentando de tesão então falei que era só pra ele cheirar, e levantei a saia que eu tava usando. Ele abaixou a cabeça e começou a literalmente cheirar minha buceta, que nesse momento tava latejando de tesão, escorrendo de tão molhada. Ele passou a língua por cima da minha calcinha, e então só pra provocar eu agarrei o cabelo dele e falei que era só pra ele sentir o cheiro. E esfreguei a cara dele na minha buceta, e mandei ele levantar. Ele ficou me olhando com uma cara de quem ia me regaçar de tanto tesão. Então pegou minha mão e colocou no pau dele por cima da bermuda e disse “olha aqui você faz”. Peguei a mão dele, puxei minha calcinha de lado e deixei ele sentir o quanto eu tava molhada. Ele fechou os olhos e me disse que eu era uma puta, uma vadia cheia de tesão. Dei um tapa na cara dele, agarrei o cabelo dele e enfiei a cara dele na minha buceta. Ele chupava como se fosse a coisa mais gostosa do mundo, ele sabia fazer, lambia, metia a língua, brincava com meu clitóris. Eu tava delirando de tanto prazer, eu gemia tanto e quanto mais eu gemia mais ele ficava louco. Então eu avisei que iria gozar, disse que ia dar o que ele queria eu gozei feito louca na boca dele. Mas eu não tava satisfeita, eu queria mais. Eu quero pau. Rola. Pica. Eu queria levar pau na buceta. Então, ele tirou o pau pra fora e perguntou se era aquilo que eu queria. Eu disse que sim, então ele disse que era melhor a gente ir pra um motel… Mas essa história eu conto outro dia…
Espero que tenham gostado, enviem suas respostas para mim 😏

1 comentário sobre “Fui chupada por um desconhecido

Deixe um comentário

CAPTCHA