Metendo com minha filha assistindo o filme porno dela

Eu tenho 45 anos, tipo atlético pois sou praticante de varios esportes, divorciado e tenho três filhas de três mulheres diferente, a mais velha tem 27 anos casada, a outra 24 anos também casada e a terceira 22 anos solteira, e é desta que vou falar, descendente de alemã, cabelos louros e olhos azul 1,67mts cintura fina, Seios fartos mas não muito grande e bunda arrebitada, além de linda de rosto aparenta ter menos idade do que tem, ou seja minha filha é uma gata. Mas vamos aos fatos, sou viciado em pornografia, além deste site sou assinante de mais dois, adoro ver vídeos e ler contos principalmente de Gangbang e surubas, quando era mais novo tinha até vergonha deste meu vicio pois desde moleque que sou assim, mas a muitos anos que resolvi me aceitar, sou discreto, não sou vulgar e mesmo com namorada quando estou sozinho em casa estou sempre navegando nos sites pornô, o que é muito bom pois na época das locadoras me sentia muito exposto quando ia pra área dos filmes pornô e internet nos dá muita privacidade, pois bem, certo dia recebi um vídeo caseiro de uma ruivinha mascarada transando com 5 homens com rolas de fazer inveja e olhe que a minha já é considerada grande mas a daqueles caras eram absurdas, tudo ia bem eu me masturbando

tranquilamente quando num momento que focalizam a bunda da menina eu me assusto com
um sinal que ela tem, no primeiro momento achei que não poderia ser, voltei a imagem umas
três vezes e reconheci o sinal de nascença que minha filha tem, um sinal particular da minha
família que vem de gerações um pouco acima do rego entre uma nádega e outra, prestei
melhor atenção no corpo da menina procurando outras características e reconheço também
uma pequena tatuagem que ela tem na nuca, fiquei sem ação, dei pausa no vídeo, me levantei
da cadeira e fiquei andando pensando no que tinha visto, a essa altura meu pau já estava
totalmente amolecido e eu tentando entender o que se passava, depois do susto feito fui ver
novamente o vídeo, minha filha é loura e está é ruiva, embora estivesse com uma mascara tipo
zorro mas dava pra ver os olhos castanhos, mas não havia duvidas era a minha caçula, fiquei
vendo o vídeo ela chupando um por um, nua no meio daqueles homens sendo usada e
abusada de todas as formas e numa das cenas quando ela está sendo penetrada por um na
buceta, outro no cu o outro com o cacete na boca dela e outros dois um de cada lado sendo
punhetado por ela, não resisti e fui ficando excitado, e quando me dei conta estava me
mastubando, não tinha quando evitar mas quando eles mudaram as posições e dois deles
enfiaram ao mesmo tempo o pau no cu dela, não acreditei, já era difícil imaginar como ela
aguentava um pau daquele imagine dois, e eles não tinham pena e socavam pra valer, ficavam
se revezando entre eles e também entre o cu e a buceta mas sempre dois cacetes no mesmo
buraco até que cada um foi terminando e enchendo sua boca de porra e batendo com o cacete
em seu rosto e eu já havia gozado na minha punheta umas duas vezes até eles terminarem.
Depois de tudo passado, pensei com eu iria agir a partir daquele momento , como tratar com
ela sobre isso, estava preocupado com que vida ela levava, por mais que eu estivesse presente
na vida dela vi que não sabia nada, mas não tive coragem de falar com ela, mesmo nos vendo
frequentemente as vezes até umas 3 vezes na semana não tocava no assunto, ficava vendo
aquele vídeo quase diariamente me masturbando, imaginando coisas e gozando, e se
passaram dois meses até que um dia ela estava na minha casa jantando comigo criei coragem
e disse _ filha não é segredo que sou viciado em vídeos de sexo, você e sua mãe sabem disto,
veja um vídeo que tenho, e mostrei a ela, que ficou congelada sem saber o que dizer, foi
quando a tranquilizei, disse que não diria nada a sua mãe, que ela era de maior, o corpo era
dela a vida era dela mas que me preocupava com vida ela poderia levar, perguntei se era
garota de programa e que fosse sincera não me escondesse nada pois não iria julga-la, ela
sentindo segurança em mim foi me contando os fatos, disse que já tinha feito programas de
luxo mas hoje só tem clientes fixos, 3 homens casados mas que a tratam com carinho, e que
não era atriz do cinema pornô que o vídeo tinha sido encomendado por um velho milionário
que pagava por vídeos caseiros e que havia sido assaltado e levaram alguns de seus vídeos e
ainda me confessou que além deste existia outro vídeo, eu lhe abracei bem forte, dei um beijo
em sua testa e apenas pedi que ela tomasse cuidado, principalmente pra não magoar a mãe
dela que morreria se soubesse algo, ficamos abraçados por um tempo e já mais tranquila ela
me perguntou se eu teria coragem de ver o outro vídeo que tinha cenas tão forte quanto este,
eu disse que sim e confessei que ficava vendo aquele quase todos os dias, então ela pegou
meu notebook entrou no seu e-mail abriu um arquivo e começou a passar um filme de putaria
num baile de carnaval onde varias pessoas dançavam e transavam, neste ela estava sem a
peruca ruiva e as lentes mas a mascara era um pouco maior e lhe escondia mais o rosto,
ficamos ali no sofá sentados lado a lado quando num determinado momento ela deu uma
pausa no filme e perguntou se eu tinha certeza que queria ver o resto, pois seria pesado as
próximas cenas, eu respondi que fazia questão e que ela não levasse a mal mas aquilo estava
me excitando, ela deu uma gargalhada e soltou o play e as cenas foram chocantes, ela estava
de quatro veio um cara enfiou o pau no seu cu e ficava bombeando até esporrar depois vinhas
duas mulheres e começavam a lamber a porra que escorria de sua bunda e se beijavam, depois
veio outro desta vez um negão musculoso e fez a mesma coisa e novamente as mulheres
fizeram o mesmo, depois vieram mais dois e fizeram o mesmo, a essa altura meu pau já estava
a ponto de explodir de tão duro e eu me esquecendo com quem estava, já tinha colocado ele
pra fora e estava na minha punheta, quando uma mão macia e quente tocou nele e aquela voz
sensual no meu ouvido disse “deixa que eu faço pra o senhor” na hora congelei mas estava
muito excitado pra negar e relaxei, minha filha começou a acariciar deixando ele ainda mas
duro, tirei de vez a minha bermuda e ela caiu de boca nele me fazendo mais gostoso boquete
da minha vida, ela também tirou sua roupa e começamos um delicioso 69, eu me segurei
bastante pra não gozar pois queria aproveitar o máximo, peguei ela pela cintura ajeitei meu
caralho na sua buceta e fui colocando bem devagar enquanto nos beijávamos até que ela
começou e cavalgar freneticamente dizendo que iria gozar naquele caralho gostoso e eu
lutando ainda pra não gozar pois queria mais, coloquei ela de quatro e enfiei com tudo
novamente em sua bucetinha e ela ia rebolando aproveitando cada centímetro do meu pau,
foi quando lembrei do primeiro filme e fique olhando pra aquele cuzinho cor de rosa me
perguntando como aguentou ao mesmo tempo duas varas descomunal daquelas então dei
duas cuspida em sua bunda melei meu dedo enfiei no cu lambuzando bem ele, tirei o pau da
buceta e fui colocando bem devagar naquele buraquinho delicioso que apesar do que tinha
visto ele levar de vara ainda era apertadinho, depois que já estava todo dentro dela segurei-a
pelos cabelos com força e aumentei os movimentos de vai-e-vem o máximo que podia
tentando também arrombar aquele cu de uma vez, ela gemia massageava sua buceta com as
mãos enfiava seus dedos e gritava que estava gozando e eu lhe disse se prepare minha querida
que vou lhe encher com meu leite e gozei feito um cavalo toda porra que tinha guardado, ela
deu um forte suspiro ficamos um tempinho naquela posição depois ela saiu e me disse com
carinha sacana “leite é pra beber” e começou a chupar meu pau que estava todo lambuzado,
massageava meu saco, batia punheta e me dizia “me dá leite” então segurei novamente pelos
cabelos com uma mão, a outra segurei em sua nuca empurrando ainda mais sua boca de
encontro ao meu corpo e gozei no fundo de sua boca.
Foi uma loucura, lhe perguntei se na próxima ela deixava eu filmar, ela deu uma gargalhada e
disse: “ que bom que vai ter próxima, pensei que o senhor iria ficar grilado” e rimos

gostosamente abraçados.

1 comentário sobre “Metendo com minha filha assistindo o filme porno dela

Deixe um comentário

CAPTCHA