Florence e o garanhão

A filha do general cavalga a toda velocidade enquanto lágrimas escorrem de seu rosto. Ela estava casada com Bruno apenas cinco meses e tinha acabado de descobrir que ele a traía. A cena não lhe sai da cabeça durante todo o percurso até uma cabana no meio do mato, onde os soldados guardavam seus equipamentos quando faziam exercícios no campo.
A academia estava no regime de férias e só ficara o número de oficiais e soldados suficientes para manterem a rotina. Assim, Florinda sabia que não haveria ninguém por perto que pudesse vê-la em sua infelicidade.
Minutos atrás ele fora até a pousada de dona Helga para encomendar alguns canapés para festinha de inauguração do apartamento que ela e Bruno alugaram no centro de Rezende.

Ler maisFlorence e o garanhão

Viciada em anal

Meu nome não é importante, pois trata-se de uma história real. Tenho 20 anos atualmente, sou do interior do país, da zona rural especificamente, hoje moro em São Paulo capital. Bem a história que contarei hoje foi logo quando cheguei aqui com meus 18 anos.
Como sou? 1 65 magra e peituda, cabelo castanho claro e olhos também, com algumas tatuagens pequenas e um piercing no meu peito esquerdo.
Sempre gostei de sexo, mas nunca tive a vontade de dar minha buceta, pq sou viciada em dar meu cu, e isso começou desde cedo, lá pelos meus 13 anos, sempre deixei meus colegas extravasarem no meu rabo, pq é algo do qual me sinto muito satisfeita.

Ler maisViciada em anal