Minha Primeira vez num clube da orgia

Oi meu nome é Natalia tenho 32. Sou do interior de São Paulo, morena clara, 1,62 e 55kg bem distribuídos enfim sou gostosa. Na empresa em q trabalhava entrou um rapaz, Renato se nome, pouco mais velho e q logo demonstrou interesse em mim. Ficamos amigos e não demorou muito pra rolar aquele sexo gostoso! Ele tem por hora de 1,80 e levemente acima do peso mas um abençoado com um membro pra lá de 20cm e grosso.
Anteriormente relatei a vez em que encontramos um casal conhecido na casa de swing. Pois bem, aquela noite foi maravilhosa e inesquecível mas o melhor ainda estava por vir.

Lena e Beto nos convidaram para virar membros de um “seleto grupo” ( como eles mesmos se auto denomimam) que se encontram mensalmente para fazer sexo literalmente. Lena e Beto já eram membros a alguns meses.
Lena monta um grupo no wtsapp comigo e com o Renato e nos explica como funciona.
O grupo é realmente seleto. 30 a 40 casais reais com bom aporte financeiro participam de encontros liberais em chácaras luxuosas aqui no interior. Pessoas famosas daqui estão no grupo e só convidados previamente aprovados por membros podem entrar.
Beto diz q o valor para entrada era de 1000 reais por casal q serviria para montar todo o esquema da festa como aluguel do local, serviço de buffet, segurança e tals.
As regras são bem restritas e ninguém portando celular poderia circular dentro da casa ou nos ambientes da festa e todos seguiam pois o intuito é a diversão liberal.
Topamos e no fim do ano passado fomos.
O Beto nos buscou e seguimos para um condomínio de chácaras onde seria a festa. Logo de cara vejo a estrutura montada. Era muito bem isolada a casa e muito chique.
Saltamos do carro e lena já dava lá nos esperando. Passamos por revista em nos e nossa bagagem, afinal seriam 3 dias de festa. Não pensava q seria tão organizado. Ao entrarmos uma moça linda nos recebe e explica cada detalhe do fim de semana. Pergunto de onde ela era pois o rosto era familiar e ela diz q era modelo fotográfica e aparecia em revistas e catálogos o Re afoito aproveita e pergunta se ela participaria mas ela diz q estava trabalhando.
Fomos os primeiros a chegar e lena me chama para o quarto reservado para dormirmos e deixamos nossas coisas lá. Lena nos convida para ir a piscina e nos trocamos e fomos. Visto um biquíni e lena me abraça dizendo q estava diferente, mais gostosa, e respondo q tinha feito uma lipoescultura e tinha ficado muito bom. Ela elogia o Re também pois ele tinha feito uma dieta e ficou mais sarado e consequentemente o pau ficou mais pronunciado.
Chegando a beira da piscina Lena tira a parte de cima do biquíni e deita na esteira o Re entra na água e não tira os olhos da lena e Beto diz q era pra esperar q muita coisa iria acontecer. Eu me deito com lena a beira da piscina pra pegar um sol.
Os convidados começam a chegar e somos apresentados. Todos casais mesmo e acima dos 35 pela aparência. Pessoas conhecidas na cidade onde moro estão entre os membros do grupo.
Um Dj começa a tocar e a festa começa pra valer. Moças nos servem vinho e champanhe. Os rapazes bebem chopp da empresa de um dos membros. O clima é bastante leve e já nem me incomodava com os seios de fora das mulheres tanto q Lena percebendo isso tira o meu.
De repente uma moça me aborda dizendo q me conhecia de algum lugar mas eu nem me liguei. Conversamos um pouco e ela me pergunta com quem estou e aponto o renato q estava de short e sem camisa. Ela me diz q seria legal se fossemos pra sala juntos. Eu chamo o Re e ele todo todo vem sabendo q o clima já estava esquentando.
Chegando lá ainda não tinha ninguém conosco e ela chama o marido e nos apresentamos. Ela era fisioterapeuta e ele dentista e chamavam Juliana e Fábio. Ela ainda estava de biquíni e tinha um corpo lindo, magra de modelo e seios médios com pele branca como leite, olhos bem pretos e cabelos loiros acastanhados ele era alto, magro de magro mesmo o q confesso não curto muito, olhos pretos e cabelo liso preto.
Conversamos um pouco e eles dizem q se quiséssemos transar eles estavam a fim. Bem assim do nada, o Re me olha e diz q queria mas eu digo q no primeiro dia queria ver até o final pra saber com era a dinâmica da festa pois era nossa primeira vez. O Re concorda mas já estava animadinho com o pau super duro. Juliana nota e diz q poderia aliviar aquilo. Mas o Re prefere também reservar energias.
A festa vai fluindo e fomos conhecendo outros casais. Eu já sem entender o q daria o start na putaria pois aquilo tava muito estranho.
Qdo de repente já ao cair da tarde Lena nos chama pra dentro da casa. Numa das salas 3 casais já estavam no movimento. Dois homens de meia idade e um mais novo pegavam 3 Moças de quatro nos sofás. O som ficou mais baixo dando pra ouvir os gemidos deles. Beto então chama o Re pra ver mais de perto e eles foram. Lena me explica q eu seria abordada muitas vezes mas q poderia recusar sem problemas e só transaria se quisesse. Eu parecia carne nova mesmo pois muitos rapazes e moças me abordam, todos com muito respeito mas sempre dei a mesma resposta q seria um dia pra conhecer.
Mais casais se juntam e o Beto já estava botando o pau dele na frente das moças q chupavam enquanto eram comidas de quatro. O Re estava tenso e me aproximo dele.
Ele diz q tinha muito homem ali perto e q não tava curtindo tanto. Concordei e saímos dessa sala. Na parte superior da casa tinha uma sala de jogos. Onde alguns jogavam enquanto mais quatro casais se pegavam num tatame. Beijo o Re com muito amor e ele me abraça tão forte q aquilo nos passou segurança e o chamo pro tatame. Tiro meu biquíni e já puxo o shorts dele deixando aquele pau todo a mostra. Mamo com vontade olhando os outros casais ali ao lado. Uma das moças pede pra me tocar e eu deixo. Ela alisa meu seio e bumbum enquanto chupo o Re.
Ele vendo aquilo manda eu sentar nele. Ele se deita e eu sento com tudo. Uma das meninas olhando diz em voz alta “amor olha aquilo” e aponta pra nós. Eu travo pensando estar fazendo algo errado mas ela fala “não acredito q coube tudo ali dentro dela é desproporcional aquela pau todo ali” eu logo percebo q chamei a atenção e cavalgo gostoso nele. A moça impressionada se aproxima com o marido eu acho e acaricia meu rosto q já tava quente e vermelho. Me pergunta senha tinha gozado ali e digo q sim só com a cabeça ela se aproxima e me beija. Tremo toda e gozo de novo ela percebe e pede pra dar a buceta pro Re chupar e eu concedo. Depois soube o nome dela, Kelly era morena cravo e canela de cabelos lisos e lábios grossos. Gostosa mas pouco acima do peso. Eu já tinha gozado horrores e o Re ainda tava em duro como rocha.
Saio de cima dele e Kelly se impressiona ainda mais vendo o pau de perto. Ela mede com o braço dizendo q certamente era o maior da festa. O marido de longe só observa. Ela da uma chupada na cabeça ainda melada com meu fluído e diz q era uma delícia me mel e pede uma camisinha. Mas tinha q ser a grande e não tinha por ali e eu visto meu biquíni e vou buscar na mochila.
Saindo vejo a festa pegando fogo. Muitos casais nus trancando ou bebendo. Eu vou ficando doida. Pego o preservativo e qdo chego ela é outra moça revezavam chupando ele enquanto dos maridos fodiam outra menina lindíssima de quatro, um na boca e outro na buceta.
Jogo o preservativo pra ele e fico só vendo ele se esbaldar. Se achando o garanhão pois tinha duas gatas chupando ele e eu ria. As meninas botam a camisinha com dificuldade e ficam de quatro. As duas bundas lado a lado servindo a ele q me olha e já tinha entendido. Ele da mais uma chupada e soca de uma vez na buceta da Kelly q geme alto, o marido pergunta se foi tudo e o Re diz q nem metade mas q iria caber sim. A Kelly diz q não cabe e eu digo pra ela q sempre cabe. A diz ter batido no útero mas eu digo q nem a pau e q quando batesse de verdade ela saberia. Aos poucos foi entrando tudo e começa a transa pra valer. O Re socava forte e ritmado enquanto já dedava a buceta da moça ao lado. Kelly goza descontroladamente e o Re troca pra outra moça. Enqto ele troca de camisinha os rapazes q comiam a outra moça me chamam pra curtir e eu vou claro. Eles eram fortes e gostosos apesar dos dotes médios. Me ajoelho entre os dois e os mamo gostoso. Eles dizendo q eu era linda e uma das mais esperadas da festa. Eu me levanto e peço pra eles me comerem de pé. Um deles me pergunta como é eu explico, vc me pega de frente na minha buceta e eu tranço minhas pernas na suas costas enquanto vc mete na minha bunda. Eles ficaram malucos e começaram a me foder.
Eu delirava com os paus entrando e saindo e também porque o andar todo assistia a performance. Eu gemia como uma gata no cio. As meninas não deram conta do Re q ficou com o pau na mão mas como era atração da festa logo outra gostosa mamava ele. O rapaz q comia minha bunda gozou rápido mas já tinha outro rapaz esperando. Ele pede permissão q concedo fazendo sinal com a cabeça. Gozava seguidamente sem parar. Mas cansado de segurar um dos meninos me bota no tatame e me come de quatro até gozar.
Nisso o Re vem perto de mim e diz q guardou o gozo todo pra mim e jorra tudo na minha boca. Q delícia.

1 comentário sobre “Minha Primeira vez num clube da orgia

Deixe um comentário

CAPTCHA