Continuando… A Primeira Vez com um Casal

Com o plano furado, Pedro e eu resolvemos voltar pra República. No caminho de volta, começamos a conversar sobre nossa transa a 3, lebrando do que acabáramos de fazer. Ainda estávamos com muito tesão, que logo deu sinal.

Perguntei a Pedro se eles já tinham transado a três. Ele disse que com outro cara não, mas que já tinha transado com ela e uma amiga. Então disse a ele, que foi uma experiência incrível, que nunca senti tanto tesão e gozei gostoso, como aconteceu com eles.

Pedro abriu um sorrisão safado no rosto, pegou o celular e ligou pra Carol. Demorou um pouco, mas atendeu. Ele perguntou se estava tudo bem com a sua amiga, como a resposta foi positiva, a convidou para ir pra república com a gente, já que os meninos ficaram na chácara. Ele desligou o celular e com aquela cara de safado, disse que ela tinha topado e que íamos buscá-la no hospital.

Ao chegar em frente ao hospital, vi que Carol estava acompanhada por uma amiga. Pensei que o esquema tinha falhado. Mas Pedro disse que Carol tinha chamado a outra amiga pra ir junto, e na mesma hora perguntou se eu dava conta de duas. Prontamente, respondi que dava conta a noite toda, até de três. Nessa hora rimos muito.

Desci do carro pra Carol ir na frente com Pedro, mas ela se recusou e colocou sua amiga pra ir na frente e sentou-se comigo no banco de trás. Mal, Pedro arrancou com o carro, ela se aproximou de mim e me beijo. Olhei para Pedro pelo retrovisor, o safado sorriu e piscou, como se me autorizasse a sarrar com sua garota. E foi o que fiz, ficamos nos beijandos e nos pegando. Vi também, que Pedrão, estava com uma das mão no meio das pernas dela, e ela também com suas mão no meio das pernas dele.

Chegando na república, mal entramos e Carol já me empurrou pra cima do sofá e foi tirando minha calça, pois a camiseta já tinha tirado no carro, me deixou completamente nu. Pedro disse que ia pegar umas cervejas e passando por mim, apontou pro meu pau e disse: – Meninas aproveitem.

E elas obedeceram, Carol já estava massageando meu pau lentamente, quando Bruna se aproximou. Bruna com um olhar de desejo, olhou pra Carol e disse: Nossa de perto é maior do que o Pedro falou. Nessa hora, percebi que o esquema já tinha sido armado pelo safado do Pedrão.

Não acreditei quando Carol, segurando meu pau colocou na boca de Bruna. Que começou a me chupar timidamente, apenas engolindo a cabeça. Não demorou muito pra abocanhar gostoso, mamando e sugando meu pau. Carol continuava massageando minhas bolas e me beijava loucamente.

Pedro voltou com as cervejas, me entregou uma latinha e sentou-se ao lado da Carol, que se ajoelhou na frente de seu namorado e começo a chupá-lo com vontade. Aquela cena não me sai da cabeça até hoje, eu e meu melhor amigo, tomando uma cerveja e sendo mamados por duas garotas incríveis. Ainda bem que eu já tinha gozado bastante aquela noite, pude aproveitar uma mamada sem correr o risco de gozar rápido.

Pedro então perguntou se elas queriam beber cerveja também, como sinalizaram com a cabeça que queriam, eu já estava dando minha latinha pra Bruna beber, quando Pedro pegou a cerveja da minha mão e a derramou sobre meu pau, eu até xinguei ele, mas depois entendi. Ele disse pra elas, que se quisessem cerveja iam ter que beber no meu pau.

Nessa hora, relaxei e senti a incrível sensação de ter duas gatas disputando e se revezando meu pau. Pedro derramava a cerveja e elas sulgavam cada gota. O ápice do tesão aconteceu quando as 2, ao mesmo tempo começaram a chupar lateralmente, indo da base até a cabeça e quando suas bocas se tocavam na cabeça do meu pau, elas se beijavam. Que tesão ver duas garotas se beijando.
O tesão foi tanto que gozei na boca das duas, era muita porra que saia em fortes jatos.

Nesse momento, Pedro que já estava se masturbando, se levantou e também gozou sobre o rosto das duas, que ajoelhadas se beijavam sentido o sabor da minha porra, agora misturada com a porra do Pedrão.

Tomamos mais cerveja até continuar nossa farra.
Mas, acho que me empolguei contanto os detalhes e texto ficou grande.
Espero que tenham gostado, e se ficarem curiosos, me enviem um e-mail, conto como foi nosso fim de noite.
Abraço a todos.

Deixe um comentário

CAPTCHA