Prima Tarada Afim de Putaria

Me chamo Danielly, 19 aninhos, morena cor do pecado, cheinha bem gostosa com curvas e muita carne. Enfim… ja escrevi um conto por aqui bem recente, mas o de hoje aconteceu á uns cinco anos atrás. Eu e minha prima nos criamos juntas, ela tem dois anos a mais que eu, vou chama-la de Tatiane (fictício), ela sempre foi meiga e doce, até que um dia como outro qualquer nós ficamos sozinhas na casa da nossa avó e eu estav no quintal estendendo algumas roupas no varal e ela começou com um papo bem estranho dizendo que por eu já ter iniciado a minha vida sexual e ela não, ela tinha curiosidade de algumas coisas, eu me senti na obrigação de quase irmã mais velha ajudá-la, e perguntei o que ela gostaria de saber. E ela perguntou se era normal ela com

quase 15 anos não ter os mamilos desenvolvidos e eu não soube responder com exatidão e ela pediu pra ver os meus, eu fiquei sem jeito, eu estava de blusinha com o tecido fino e largo e com um topzinho por baixo, e no que ela puxou o top levantou junto com a blusa e meus seios peitinhos ficaram à mostra, fartos, redondinhos, com os biquinhos da cor de chocolate, dá vontade até de morder. E percebi que a Tati ficou olhando fixamente pra eles, eu fiquei muito envergonhada, ela mostrou os dela, eram enormes, com os mamilos rosadinhos, eu achei bem lindos e disse que não deveria haver problema nenhum com eles, e ela pediu “prima posso te chupar pra ver se eles ficam com os biquinhos mais durinhos? ” eu disse que não na hora, mas quando percebi ela já tava de boca em uma das minhas tetas mamando elas, igual bebê com fome, meu grelinho me deu um aviso de que eu tava excitada e eu afastei ela, e ela perguntou “agora vc chupa os meus pra ver se meus bicos crescem gostosos iguais os seus? E eu molhadinha e com aquelas tetonas na minha frente na hora decidi mamar e mamar nos peitão daquela gostosa enquanto ela dizia “puxa meus bico e faz eles crescerem, vai” e eu comecei a mordiscar a pontinha daquelas tetas rosinhas e ela começou a suspirar e eu decidi parar, estava passando dos limites. Eu fui pra dentro de casa e ela veio atrás e falou que eu não poderia deixar ela excitada e não terminar o trabalho, ela passou a chave na porta do quarto da nossa vovó e sentou na beirada da cama e implorou pra eu tocar na bucetinha dela pq nunca outra pessoa tocou ou qualquer coisa do tipo. Eu falei pra ela que ela estava enlouquecendo mas quando fui tentar abrir a porta ela simplesmente puxa a calcinha pra baixo e tira ela, ficando só de sainha, e começou a acariciar a xotinha na minha frente e eu perdi o controle e sentei no meio das pernas dela no chão e comecei a enfiar o dedo lá dentro e sentir o leitinho dela já escorrendo, comecei a masturbar a minha priminha safada, e ela pedindo linguada e eu nunca tinha feito oral em mulher antes, me assustei com o pedido dela, mas não resisti quando olhei pra cima ela me olhando com carinha de tesão e com as tetona rosadinhas de fora me olhando. Deitei ela pra trás e comecei a chupar aquele grelo pequenininho e delicado até sentir ele inchadinho e durinho na minha língua, e eu chupava e lambia, chupava e lambia e socando o dentro na xaninha da luta da minha prima, senti meus dedos apertar naquela buceta gostosa e purinha. Logo ela começou a rebolar na minha boquinha e eu não parava de sugar, foi muito gostoso, sentia o melzinho dela na minha linguinha eu fui ao delírio, observando a minha priminha safada apertar aqueles peitos enormes e apetitosos que dão água na boca.
Bom por hoje é só, mas eu e ela já tivemos muitas aventuras juntinhas, quem gostou avisa que posto mais.

1 comentário sobre “Prima Tarada Afim de Putaria

Deixe um comentário

CAPTCHA