No hospital com enfermeiro

– Meu nome é Lucas, tenho hoje 33 anos e moro na zona norte do Rio. Moreno claro, magro, 1:73 – cabelo curto e discreto.
– Cayo, deve ter seus 23 anos, branco cabelo curto, estilo ursinho.
Na ultima semana fui hospitalizado com uma infecção, o que me rendeu uma internação de alguns dias.
No segundo dia já estava melhor, mas esses hospitais adoram tirar dinheiro dos planos de saúde e acabei ficando alguns dias.
No segundo dia mesmo a Enfermeira chefe foi ao meu quarto junto com Cayo e nos apresentou informando que ele seria o profissional que estaria cuidando de mim naquele plantão. Assim que se virou para sair do quarto mirei no trasseiro dele e vi uma bundinha redondinha, torneada num uniforme branco bem apertadinho, na hora meu pau subiu e me bateu um puta excitação (já estava sem soltar um leitinho há 3 ou 4 dias).

Deu a hora do banho e Caio perguntou se eu tomava banho sozinho, disse que sim, mas imediatamente olhei pra ele e disse que só precisava de ajuda para ir ao banho ate eu me equilibrar, pois estava um pouco tonto (porra nenhuma, eu queria era uma treta com ele)
Tirei minha roupa e como pau estava meia bomba, percebi que ele deu uma olhada, apesar do jeito ainda não tinha certeza que ele curtia, mas depois da olhada não tinha mais duvida.
Perguntou se eu estava bem e disse que enquanto eu tomava banho iria trocar a roupa da cama que voltava para me ajudar a colocar a roupa e voltar pro quarto.
Terminei de tomar banho e fiquei me punhetando levemente esperando que Caio voltasse e me encontrasse de pau duro, a fim de atiçar ele e enfim consegui pelo menos uma mamada.
Voltou ao banheiro e eu já tinha tomado o banho, porem dessa vez eu estava de pau duro. Caiu me olhou firme chegou perto pegou na minha pica e disse: ta afim de uma brincadeira comigo né? – balancei a cabeça que sim. Ele se ajoelhou na minga frente e me mamou gostoso e disse que estaria de dobra naquela madrugada e voltaria na hora do descanso dele na qual seria mais tranquilo pq não iria ninguém no meu quarto além dele mesmo. Saiu, mas antes me mostro a bundinha me deixando cheio de tesao.
O dia parecia não acabar m estava doido por uma outra mamada ou quem sabe comer aquele rabo branco e carnudo de Caio.
Peguei no sono e quando acordei estava Caio alisando meu pau dizendo que iria medir minha pressão, temperatura… esses procedimentos.
Feito isso ele disse que iria guardar as coisas e que na hora do descanso dele viria no meu quarto.
Uma hora depois ele chega, e não tinha mais cerimonia. Ele já foi logo pedindo pra eu ficar pelado, eu retruquei dizendo que podia chegar alguém. Ele disse que depois da passagem do enfermeiro não tinha mais visitas no meu quarto, uma vez que ele mesmo era o técnico responsável pelo meu quarto e que como eu não tinha medicação ninguém iria aparecer e reforçou que teríamos 2horas só pra brincar.
Quando ele chegou já era 1 da manha, eu estava dormindo, só senti aquela boca quente engolindo meu pau.
Estava muito bom e acabei gozando na boca dele, que bebeu tudinho.
Me beijou a boca e adorei o beijo daquele puto que logo tirou a roupa e usava uma jockstrap realçando o rabão dele. Não demorou muito eu estava de joelho linguando aquele cuzao rosado. Dai ele me da a camisinha eu coloco no pau e meto sem pena … meti muito . delicia de cu , a pressão foi tanta que a caminha estourou, percebemos, mas tava tao bom que continuei metendo e quando ele apertou o cuzinho gozando , eu gozei junto enchendo o cu dele de porra.

Deixe um comentário

CAPTCHA