Sexo Delicioso na Ferrari Vermelha

Eu tenho 1,70, sou negra, seios grandes, bundão, 80kg, manequim 44. Num domingo do mês de julho deste ano, entrei na internet para ler os e-mails, após alguns minutos recebi uma mensagem de um desconhecido, conversamos e ele disse que estava de plantão na loja de automóveis na zona sul de São Paulo e que la havia uma Ferrari a venda, marquei com ele as 17 horas para ir ver o carro. Tomei banho vesti, vesti um conjunto de jeans e fui ao chegar lá a loja ja estava fechada parei meu carro em frente e olhei, meu celular tocou era ele dizendo estava me vendo pela janela do escritório. Me apareceu Rafael, 1,80 olhos verdes corpo malhado, todo sorridente disse para mim entrar, ele estava fechando a porta quando o telefone tocou no andar de cima , pediu que eu o seguisse, subiu rapidamente e eu o segui lentamente observando os carros, quando o encontrei no andar de cima ele estava sentado na ponta da mesa , ao me ver fez sinal para que eu me sentasse . ele terminou a ligaçao e veio em minha direção me

LibidGel

agarrou no sofa e me beijou com tesao, e ja foi tirando minha camisa e eu a dele como dois animais no cio estavamos nus um minuto depois. Começamos um delicioso 69 eu chupava seu pau (19cm) grosso como se fosse um picole e rebolava sentindo sua lingua percorrendo minha buceta, gemia com as mordidas no meu grelho e gemia alto entre uma chupada e outra. O telefone tocou novamente e eu aproveitei para ficar esfregando minha buceta molhada no seu corpo, ao desligar me pegou no colo e me levou para as escadas me sentou no alto e levantou uma das minhas pernas e me fudeu a buceta de uma vez em estocadas fundas e rapidas e eu dizendo mais forte, me arromba toda, ele tirou e me mandou ficar de quatro corendo pelas escadas e quando dei por mim estava na loja vi um senhor com um ggaroto olhando olhando os carros do outro lado entrei no carro mais proximoe tentei me esconder, pasado algum tempo ele abriu a porta do carro e disse vou te foder de todos as formas e puxou minhas pernas para fora do carro se agachou e começou novamente e me chupar, nao resisto a uma lingua me penetrando e em seguinda ele me penetrou a buceta sem piedade dizendo eu tinha fugido e por isso iria pagar caro me fudeu tanto que eu achei que ia desmaiar depois de muito tempo disse que ia gozar e me mandou engolir tudo pois nao queria limpar o estofamento da Ferrari, gozou muito e eulouca de tesao suguei tudo quase sufocando. Ele me puchou pelos cabelos para fora do carro e mandou chupar sua pica eu chupava e ele puxava meus cabelos, eu chupava e massageava suas bolas, me puxou pelos cabelos e me mandou ficar de quatro apoiada no carro eu disse que alguem poderia nos ver e ele me deu tapa no rosto e disse que se eu nao aceitasse apanharia mais e eu atendi apoei as maos no motor da Ferrari vermelha e empinei a bunda ele deu varios tapas na minha bunda e encaixou seu pau na portinha do meu cu e vez pressão senti muita dor gritei e ele enfiou tudo de uma vez e começou a bombar rapido me arrombando toda, puchou meus cabelos e me mandou olhar para frente e vi os manobristas do restaurante em frente olhando a nossa transa, senti vergonha e tesao e acabei gozando com a sensaçao de estar me exibindo ele disse que iria gozar e me mandou virar para engolir eu me ajoelhei e engoli cada gota daquele creme quente . O Rafael me levou para a cozinha da loja; pois um dos manobristas ja estava na vitrine batendo um punheta. me lavei na pia da cozinha e subimos para nos vestir. eu queria ir embora mas os manobristas ainda estavao la olhando, Rafael disse que seria melhor esperar um pouco ate o restaurante ter mais movimento para mim ir embora e me levou pela porta dos fundos da cozinha a um sobrado nos fundos era um comodo sem moveis so jornais no chao e umas roupas sujas de cimento penduradas em pregos nas paredes perguntei porque estavamos ali ele disse que aquele seria o meu o novo quarto eu me virei e tentei fugir mas ele me dominou e me jogou no chao me bateu me mandou tirar as roupas e começou a me chupar a buceta novamente e mordia meu grelho com força e enfiava um dedo na minha buceta e dois no cuzinho ainda muito dolorido enlouqueci de tesão e gozei na boca dele e continuei apertando a cabeça dele na minha buceta, e gritava vem tarado me fode ele tirou a roupa abriu uma janela que dava para uma rua lateral era uma construção antiga com janela de beirao largo, me mandou sentar no beirao e abrir bem as pernas, obedeci ele comecou a me chupar do percoço a buceta e derrepente me agarrou e enfiou aquela pica grossa e deliciosa em minha buceta molhada e passou a foder rapido e com força ele me segurava pela cintura e bombava bem fundo falo para mim me enclinar para tras eu me enclinei e ao olhar eu podia ver o transito na avenida e os motoristas no ponto de taxi na esquina e gozei novamente de prazer por estar me mostrando, continuamos transando no chao do quarto eu cavalgando aquela pica. so sai da loja as duas horas da manha, com a buceta esfolada de tanto foder. Nunca mais voltei a ver o vendedor da Ferrari Vermelha mas sinto muito tesao quando penso nele.

Deixe um comentário

CAPTCHA