Mais um ex namorado metendo nela

Durante uma transa ela me chamou pelo nome deum ex namorado dela. Quando perguntei se ela tinha saudades dele ela falou que ele era muito gostoso com a piroca grossa e grande. Vez por outra, na cama, fantasiávamos uma situação em que ela trepava com outro, me chamando pelo nome de ex-namorados ou mesmo caras que conhecíamos . Um dia quando chegamos em casa, ela me contou que tinha se encontrado com esse ex no mercado e que ele tinha dado em cima dela, disse que tinha ficado molhadinha com os papos dele e que tinha dado o numero do celular pra ele, que se eu ainda quisesse ela toparia dar bem gostoso de novo para ele. Falei pra ela que teria o churrasco no dia seguinte na casa do Beto, um amigo nosso e que ela podia convidar ele, e depois do churrasco a

gente podia ir pra nossa casa e ver o que acontecia. Chegando em casa, constatei que Viviane estava um pouco nervosa. Quando o ex namorado chegou, por volta das 9 horas, eu o fiz se sentir em casa. Ele estava um pouco tenso com a situação. Ela estava sentada ao lado dele e pra nós ficarmos mais a vontade disse pra ele: Olha só, somos adultos e sabemos porque e pra que você está aqui, pra acabar com a tensão porque você não da um beijo nela e relaxa? Ela me olhou, sorriu pra ele e se beijaram, e como beijaram. Ele passava a mão pelo corpo dela, que correspondia. Ela acabou, enquanto se beijavam, colocando a mão no caralho dele por cima da calça. Ele disse que

tinha que fazer alguma coisa pra amolecer o pau, Viviane, com uma voz deliciosa, perguntou se podia ajudar, e ele disse que eles teriam a noite toda pra isso, e que se ela quisesse e eu deixasse, poderia mamar um pouco no caralho dele. Ela me olhou, e disse: Posso meu corno, engolir esse caralho delicioso? Nem esperou eu responder, puxou o zipper da calça dele e tirou aquele enorme caralho pra fora, e começou a mamar bem gostoso. Em poucos minutos ele encheu a boquinha dela de porra. Fomos pro churrasco e alguns amigos até estranharam a intimidade dele com minha Viviane, eu dizia que era irmão de criação dela. O tempo foi passando eu sempre conversando com os amigos

e quando vimos a hora já estava tarde, 20 horas. Propus ir embora, estava muito cansado, eles aceitaram na hora, fomos pra casa e os dois não falavam nada, ela sentada ao meu lado e ele na parte de trás do carro. Quando chegamos em casa perguntei se ele queria tomar um banho, Viviane rapidamente disse que iria com ele e os dois foram pro banheiro. Depois deu uns 15 minutos eu fui até lá ver o que estava acontecendo. Ele estava encostado na parede e ela mamava no caralho dele como louca, foi uma cena maravilhosa. Meu pau ficou duro na hora, perguntei se iriam demorar, ela tirou o pau da boca e disse: Calma meu corninho, já estamos quase acabando. Sai dei mais 10 minutos pros dois. Quando voltei pro quarto minha mulher estava de quatro e ele metia gostoso na buceta dela. Quando me viu, sorriu e me pediu a minha pica pra chupar. Botei o caralho na boca dela e senti o quanto ela estava

com tesão. Meu pau chegava a doer de tanta força que ela fazia pra chupar. Depois tirou o pau da boca e se virou pro pra ele, que botou os peitinhos dela na boca, chupando e mordendo de leve os bicos. Viviane levantou da cama e virando-se para mim, e me chamou. Fui até ela, que me beijou na boca, tentei lamber sua bocetinha, lisinha, mas ela me afastou dizendo que eu, como bom corninho, deveria só olhar, e que eu só ia meter o caralho nela quando ela quisesse. Ele já subiu em cima dela, beijando, chupando seus peitos, desceu com a boca até a bucetinha. Minha putinha, ficou na posição de frango assado, e ele meteu na buceta dela, deslizando o caralhão pra dentro. Cheguei

bem perto para ver e ele metia nela sem dó, ela gritou meu nome, dizendo que estava gozando, ele gozou juntinho com ela. Ficando os dois desfalecidos na cama. Ela me olhou e pediu: Me leva pro banheiro e toma banho comigo, quero chupar seu caralho de novo. No banheiro ela pegou meu pau, apertou, chupou, lambeu, se deliciou. Ele já refeito, entrou no banheiro começou a comer a buceta dela, já que ela estava de quatro chupando meu pau. A cena me deixou muito excitado e acabei gozando na boca dela. Sai do banheiro e deixei os dois sozinhos. Voltei depois de uns 10 minutos e cheguei no exato momento em que ele gritava que estava gozando. Nosso amigo passou a frequentar nossa casa, sempre que a gente convidava e sempre nos três acabávamos na cama.

1 comentário em “Mais um ex namorado metendo nela”

  1. Sou doido pegar uma mulher dos olhos claro nunca transei com um mulher de olhos verdes, azul kkk besteira né mais tenho vontade uma japonesa 11954485050

    Responder

    Responder

Deixe um comentário