Comeu minha mulher no escritório

Somos um casal safado, sempre tivemos fantasias eróticas, faltava coragem para realizar, minha esposa queria realizar a fantasia de sair com um homem e depois me contar tudo, mas eu não queria assim, queria participar, filmar, estar perto.
Criamos um perfil em um site de relacionamentos e conversamos com muitos amigos, trocamos fotos e selecionamos alguns poucos e ela gostou de um em especial, porque achou ele bonito nas fotos, mostrava maturidade e uma safadeza que mexia com ela, então marcamos de nos encontrar nós três em um shopping, porém sem compromisso nenhum.


No dia do encontro, minha esposa se saiu de casa para encontra-lo, eu estava no trabalho e me programei para sair no horário para chegar no shopping, porém houve um contratempo e não pude sair, liguei pra ela e disse que ia desmarcar, ela ficou muito brava, deu aquele sermão todo e me convenceu a deixa-la se encontrar com ele sozinha, fiquei bravo, morrendo de ciume, coloquei um monte de objeções, mas concordei.
Ela prometeu que seria só uma conversa para conhece-lo, que só rolaria alguma coisa quando eu estivesse junto, então eu concordei, mas com o coração na mão.

Ela chegou mais cedo e ele facilmente a identificou, estava muito calor e ela vestia um vestidinho estampado curto, pois não sabia que eu não poderia ir ao compromisso.
Ele a beijou no rosto sentou e se apresentou, quando soube que eu não iria no encontro não disfarçou ficou feliz. A conversa começou a esquentar e perceberam que as pessoas em sua volta estavam se interessando.
Então ele a convidou para ir ao seu escritório que era bem próximo ao shopping, e lá ficariam mais a vontade, prometeu que não aconteceria nada, até porque sua secretária estava na sala ao lado, ela disse que ele não tirava os olhos de suas pernas, que são lindas mesmo, elogiou sua boca, seus cabelos, seus olhos verdes, ela estava um pouco envergonhada, ele era mais velho do que nas fotos que ele mandou.

No escritório ele disse pra secretária que era uma cliente, entrou e fechou a porta, ela estava muito nervosa ele ofereceu uma bebida, sua sala era grande e muito bonita, tinha um frigo bar, ela não aceitou então começaram a conversar e ele estava mais ousado, ela disse que nada iria acontecer, era só pra se conhecerem, ele concordou, nesse momento ela me ligou e me disse que estava tudo bem.
Eu estava morrendo de tesão, ciúme, desespero, tudo junto imaginando o que poderia estar acontecendo entre os dois, me arrependi de deixar ela se encontrar com ele sozinha.

Ela contou que o clima esquentou, ele era bem sacana e conseguiu dar um beijo nela, ela adorou o beijo e deu continuidade, virou um amasso, ela disse que o cara beijava muito gostoso e que ficou molhadinha, ele apertou sua bunda e ela retribuiu e passou a mão no seu pau e sentiu que estava muito duro, o volume era enorme, ela quis ver, ele mais que depressa tirou pra fora e colocou na mão dela, ela nunca viu uma pica daquele tamanho, ele pediu pra ela chupar, ele disse que não, então ele a convenceu a dar um beijo na cabeça, ela topou, mas disse que seria bem rápido, quando chegou perto com o rosto, sentiu que estava bem quente tinha um cheiro gostoso, e acabou beijando e lambendo, ele gemeu, implorou pra ela chupar, ela começou acariciar com as mãos e ele baixou as calças para facilitar, ela perguntou da secretária, ele disse que não precisava se preocupar.

Quanto mais ela massageava maior ficava e aquilo tomou uma proporção enorme, ela não aguentou e tentou por na boca, quase não coube, mamou gostoso, massageava o saco, ela disse que a cabeça era bem macia e quente, o cara gemia e pedia pra colocar na bucetinha dela, ela estava ensopada, nem ouvia o telefone tocar, eu insistia estava maluco por noticias, foi quando ela afastou a calcinha abriu as pernas e recebeu toda aquela pica na sua buceta, colocou devagarinho, depois sentou e cavalgou, estavam sobre a mesa do escritório, assim como nos melhores filmes pornos, sentiu sua buceta toda preenchida.

Foi uma loucura nem lembraram da camisinha, ela disse que estava muito gostoso,
ele apertava sua bunda e ajudava no movimento de vai e vem, depois de algum tempo, ele disse que iria gozar, que não estava aguentando, ela saiu de cima e terminou com uma punheta e o cara gozou muito, ela disse que aquele pica jorrava muito leite, quando terminou se olharam e riram, lembraram da promessa que era só pra se conhecer, ela se limpou olhou para o celular e viu inúmeras ligações minhas, ela ficou preocupada, enquanto ele se limpava e se recompunha, ela passava mensagem pra mim, dizendo que estava tudo bem e que em casa conversaríamos.
Ele beijou muito ela depois e a fez prometer que iriam se encontrar novamente, ela disse que ele beijava bem demais, ele fez um ultimo pedido, queria ver sua bunda, ela disse que não, que no próximo encontro mostrava, ele insistiu e tinha poder de convencimento, ela virou de costa, levantou o vestido, ele estava sentado e ela em pé, ele baixou a calcinha dela, e começou a lamber o cuzinho, segurando-a pela cintura, com as pernas entre abertas, o cara

endureceu a língua e enfiava dentro do cuzinho dela, mordia as bochechas da bunda com tamanha habilidade que a deixou louca de tesão e como ele não parava mais, ela foi obrigada a insistir pra ir embora, pois estava ficando tarde, ele obedeceu a contragosto, mas segundo ela o pau já estava bem duro e pronto pra meter de novo.
Ela disse que quando saiu percebeu no sorriso da secretária que ela sabia o que estava acontecendo lá dentro, que o safado devia estar habituado a levar mulheres pro escritório naquele horário.
Chegando em casa ela me contou tudo nos mínimos detalhes, pediu perdão porque era somente pra conversar, mas acabou rolando uma transa muito gostosa em pleno escritório, transamos feito loucos e então ela gozou muito forte no meu pau lembrando de tudo, me fez prometer de leva-la no escritório para uma visitinha ao nosso amigo. Concordei é claro.

Deixe um comentário

CAPTCHA