Americano velho goza dentro buceta brasileira

Olá a todos. Meu nome é Charlie. Sou americano e tenho 74 anos. Divorcei há muitos anos atrás e meus filhos são adultos agora. Aposentei quando tive 70 anos. Aliás, senti como se eu poderia fazer algo útil ainda, assim, eu fiz um cursinho para professores de inglês e fui para Brasil. Eu alugava um quarto em uma pousada em São Paulo e, naquela época, meu português foi terrível pra caramba (está bem, não é ótimo agora). Tive a boa sorte para conhecer uma brasileira chamada Ana Carolina quem estava alugando um quarto na mesma pousada, e quis para estudar inglês. Ela não tinha muito dinheiro assim fizemos um acordo; eu daria aulas de inglês em troca dela me dando aulas de Português. Dentre duas semanas meu português melhorou suficientemente para conversar sobre as coisas em geral.


As aulas foram realizadas em nossos quartos, assim, uma noite Ana Carolina estava no meu quarto para me dar uma aula de português. Ela era uma moça bem bonita, peituda, com pele morena e quadris largos e, naquela noite, ela não usou uma sutiã sob a camiseta branca que ela usou. Durante aquela aula, falamos sobre relacionamentos: eu expliquei que eu era divorciado, com 2 filhos adultos e 3 netos. Ela teve 24 anos, era solteira, e dando aulas de português para juntar dinheiro para viajar. Houve momentos quando ela curvaria para frente e eu veria os mamilos dos seios dela. Que maravilha! Ela percebeu que eu estava olhando no peito dela, sorriu e disse, “Você gosta das minhas tetas, né, Charlie?”
“Sim,” respondi, “gosto muito delas. Adoraria a vê-los.”
Você fica imaginando transando comigo, Charlie?” perguntou enquanto esfregando os seios dela. Sem mais uma palavra, ela tirou a camiseta ela usou e eu mal poderia resistir mais o impulso para chupar e lamber as tetas dela. Ela chupou um seio e chupei o outro enquanto ela começou para esfregar meu pau que já ficou duro. Carolina tirou as calças de moletom que estava usando e vi que ela não usou calcinha. Ela deitou na minha cama barriga pra cima, abreu as pernas dela para deslizar um dedo para dentro e para fora da vagina dela. Tirei minhas roupas e juntei ao lado dela na cama. Ela me beijou e minhas mãos começavam para explorar o corpo dela enquanto nós dois rolamos na cama. Quando eu deitei barriga pra cima, ela subiu em cima de mim e começou para chupar meu pinto duro e meu escroto enquanto ela posicionava a buceta dela acima da minha boca. Comecei para lamber a buceta e cú dela com um entusiasmo que não senti durante muitos anos.
“Me foda com seu pau americano,”‘ela disse como ela reposicionou ela mesma e guiou meu pênis dentro da vagina dela. Nossa! Que delícia foi o calor daquela buceta molhada. E como nós transamos, aqueles seios enormes saltavam para cima e para baixo. Ela espremeu as tetas de com suas próprias mãos enquanto minhas espremavam o rabo dela.
“Ai, Carolina,” eu disse, “quero muito para gozar dentro de você.”
“Quer gozar dentro de mim? Enchar a minha buceta com porra?”
“Sim, sim. Quero muito para encher sua buceta brasileira com meu esperma.”
“Tudo bem”, ela disse como nos transamos com mais urgência até eu senti os primeiros jatos de porra saindo do meu pau. Nunca vou esquecer a sensação de alegria que senti como deslizei meu pau fora da vagina dela, deixando uma corda de porra que ficou grudado ao meu pau. Deslizei meu pau dentro da vagina dela de de novo para gozar mais uma vez. Fizemos sexo juntos durante mais 2 semanas e depois ela foi embora. Nunca vi Carolina de novo mas eu espero que ela está bem.

2 comentários sobre “Americano velho goza dentro buceta brasileira

Deixe um comentário

CAPTCHA