Menage Com Casal Coroa Espetacular

Esse relato trago algo que me aconteceu recentemente, pouco antes de estourar esses problemas de quarentena. Bom como tenho por pratica correr em uma determinada avenida de meu bairro, por sinal essa avenida e local onde vão muitas pessoas e já pude presenciar muitos casais e mulheres que nada me tira da cabeça, estão ali procurando algo pelas atitudes.
Mas enfim, vamos ao que interessa, eu peguei esse costume desde o ano de 2016, mas como nesse meio tempo não tive tanta frequência ali, por estudar a noite, então ia mais nas férias e pouco tempo depois que comecei em umas férias de janeiro da faculdade, comecei a perceber um casal coroa, do qual a mulher ia na frente e o marido atrás nas caminhadas deles, ela não era tao insuante, afinal era uma coroa, e não deixaria ate então um lado sensual

transparecer, apenas usava esses shorts de ginastica e blusinhas que não tapavam a bunda e mesmo nessa idade puder perceber que ela usava calcinha socada na bunda, e que bunda mais linda, daquelas coroas que não tem cintura, mas fica larga no culote, ela andando parecia rebolando mas algo relacionado ao tamanho de seu quadril, e mesmo eu passando sempre correndo por eles tentava sempre olhar, pois o corpo dela e o que me chama atenção sem dizer o fato de ser coroa.

E assim foram passando os dias, e como eu via sempre o marido pra tras dela, por mais que parecesse uma postura sem intenção alguma, afinal pareciam muito sérios, mas comecei a passar por eles um pouco mais vagarosamente e ficar olhando fixamente pra bunda dela, pra ver as reações de ambos, ela em si não tinha muita reação afinal estava de costas, mas creio que o marido percebia, pois eu ia o caminho todo, e na volta passava por eles novamente e o marido por mais que olhasse discretamente percebia ele me olhando.

Entre tantas olhadas assim, creio que perceberam que eu estava de olho nela, mais a frente entenderão porque tive essa impressão até me ser confirmado. Como começaram épocas de provas finais, TCC na faculdade parei um tempo de ir nessa avenida, corria pra não perder o ritmo perto de casa mesmo, havia ate esquecido deles, apesar de sermos do mesmo bairro e morar perto, detalhe que fui descobrir depois.
Assim acabando minha faculdade, voltei a correr nessa avenida, e como ela era muito extensa, e com subidas cansativas, eu havia perdido o ritmo, fui voltando aos poucos. E após uns dias desse meu retorno noto que ambos ainda caminham na mesma avenida, os encontro com as mesmas atitudes, aquilo já me deixou animado, pois passei por eles e ambos me cumprimentaram com a cabeça mesmo sem ao menos eu ter nunca falado com ambos.

Num desses dias passei por eles, e estavam dessa forma, ela a frente e ele atrás, parem a corrida entre ambos, e fui caminhando atrás dela pra recuperar o folego, mas fiquei quase que hipnotizado na bunda dela andando com aquela calça justíssima, aquela calcinha socada na bunda e fiz isso de proposito pra o marido perceber e eu saber qual era a deles, assim recuperando o folego, continuei minha corrida e fui ate o final, na volta passei por eles novamente agora de frente olhei fixamente nos olhos dela que ficou sem jeito e baixou a cabeça, e fui e desci olhos ate a buceta que estava marcando na calça também, o marido com certeza viu eu olhando mas passei por ele e não deu nada, esse dia cheguei em casa grilado mas ao mesmo tempo com tesão e claro que bati uma pra ela, afinal eu estava louco por aquela bunda.

Passaram-se uns bons dias, e meu folego melhorou onde eu passava por ambos e ia ate o final sem parar, mas uma coisa nisso tudo me deixou intrigado, eles adptaram o horário pra ir as horas que ia, nunca perguntei, mas tenho quase certeza. E assim eu chegando no fim dessa pista da avenida, sentei um pouco para ficar vendo a paisagem, e eu havia passado por eles, poucos metros atrás, fiquei ali sentado, e olhando mesmo ambos, encarando, e eles foram chegando ate esse final onde eu estava, quando ela vira e começa um retorno, porem o marido continuou ate onde eu estava, aquilo meus batimentos cardíacos aceleraram, pensei sera que vai me xingar por eu olhar ela, ou algo parecido? Mas continuei olhando pra ele, porque ao mesmo tempo pensei essa deve ser a chance que eles esperam, afinal não tinha ninguém perto da gente, essa avenida lota, so que mais pro começo dela, esse final já chega ate perto de um começo de rodovia. E pra minha surpresa quando ele chega ao meu lado e eu o cumprimento, ele se abaixa perto de mim, e pergunta se pode conversar comigo, de pronto eu disse claro.

Ai ele disse que a tempos percebia eu olhando a mulher dele, aquilo me gelou, mas ele começou a sorrir, e disse calma, não estou lhe recriminando, ela realmente disperta olhares, eu vou atrás dela e percebo muito isso, mas indo direto ao ponto, temos algo em mente, nunca fizemos nada parecido, mas conversamos muito sobre você, por ela ter dito que sentiu atraída por você, mas há interesse da sua parte em ir em nossa casa hoje a noite? Queremos lhe convidar para conversar melhor, nos apresentar, e ali tendo uma certa afinidade você já imagina o que iremos lhe propor ne? Eu não acreditando no que estava escutando, disse, claro com prazer, ai ele falou eu sei onde você mora sempre passamos em frente sua casa, a gente mora logo abaixo de sua casa, e me explicou o endereço. E isso me surpreendeu, sabiam ate onde eu morava. Eu disse combinado então pode ser as 20h? Ele disse feito, ai fui caminhando com ele ate perto dela, que parecia um pouco envergonhada, os cumprimentei e disse ate mais tarde então e continuei minha corrida ate o final da avenida, mas com isso na minha cabeça, não acreditando que eu poderia comer aquela coroa que me deixa louco a anos.

Chegando na casa deles, apertei o interfone, abriram de dentro pois viram que era eu pela câmera de segurança, quando entro, veio ele ao meu encontro e disse seja bem vindo, fique a vontade, sem nervosismo principalmente, e deu risada, ai me chamou ate a cozinha onde ela fazia algo para comermos, perguntou se eu bebia, eu disse que não mas me já tinham um suco de caixinha no jeito que fui tomando, enquanto ambos tomavam um vinho, ela colocou tudo a mesa e jantamos ate então sem mencionar nada sobre sexo, so assuntos da vida, nos conhecendo, falando coisas em comum do bairro.

Até que ela disse que iria tomar um banho pra tirar o cheiro de cozinha, e ficamos eu e ele na sala, vendo TV e conversando, e ele puxou o assunto, comentou agora me conta a quanto tempo você olha a ……., eu disse pra ser sincero desde a primeira vez que passei por vocês na avenida com todo respeito a bunda dela e linda e ela ainda usa essas calcinha enfiada aquilo me deixa louco, mas falando baixo pra ela não escutar. De pronto ele disse eu percebi mesmo que você olhava, era pra termos chegado em você a tempos, mas você sumiu da avenida, porque sempre conversávamos de convidar você pra algo diferente, pois nunca fizemos, e quando ela o viu e percebeu que você também olhou, começamos a pesquisar sobre, porque sabemos que somos coroa e não e todo mundo que olha e bate esse desejo assim, e como moramos perto, ficou algo mais viável esse contato, essa confiança de tentar, afinal ela pedia a tempos para experimentar outro homem.

Ele lembrou do dia que parei atrás dela para recuperar o folego, disse que quase nesse dia veio ate mim, mas algo o bloqueou, eu disse que seria espetacular se tivesse feito já naquele dia. E assim fomos conversando e escutávamos o barulho do chuveiro, ai ele fala baixinho, tenho certeza que ela deixou a porta entre aberta, vai la e da uma espiada nela ve se realmente gosta do que ve. Meio assustado por não esperar essas atitudes de um casal que parecia ser tao convencional, mas fui, quando cheguei ela de costas pra porta banhando, olhei aquele culote fiquei louco.
Voltei a sala, ele perguntou, gostou? Eu disse claro, quase tirei o pau pra fora e bati uma pra ela ali mesmo, ai ele falou tenho uma ideia, eu preciso ir na casa de um filho buscar um medicamento, e vou deixar vocês dois ai, ai façam o que quiser, eu assustei, mas ele disse fica tranquilo, ela quer e muito transar com você, pode se soltar. Ai ele foi ate o banheiro avisou a mulher, e realmente saiu, eu não estava acreditando que estava nessa situação. Mas resolvi me soltar, fui novamente ate a porta do banheiro e voltei a ficar olhando mexendo no pau so por cima da roupa quando ela vira se depara comigo, se faz de surpresa, mas gostou, ate porque eles tinha tomado bastante vinho, ai ela disse, meu marido diz sempre que você fica me olhando na avenida, isso me abriu a ideia de experimentar outro homem e com você, algo também me despertou desejo em você, nisso ela so de toalha pois já havia ido pro quarto e percebeu eu com o pau estourando de duro dentro da bermuda, foi quando ela falou, tenho uma ideia pra ser gostoso esse momento, vai a sala e me espera.

Fui pra sala, depois de um certo tempo vem ela com uma roupa tipo de caminhada, aquilo me deixou louco, ai ela perguntou isso que você gosta? Deu uma voltinha aquela calcinha socada, uma calça mais transparente das que ela ia, dessa vez um decote que percebi ser uns seios maiores do que eu imaginava, por sinal gigantes. Eu meio incrédulo, afinal aquela mulher da avenida era muito comportada perto dessa. Foi quando eu disse podia ir caminhar as vezes assim la, eu com certeza passaria a caminhar pra ir atrás de você olhando essa bunda linda, e ai ela me fala se você faz isso, eu faria de tudo pra você me pegar naquelas estradinhas que tem no caminho pelo menos. Eu a cada momento me surpreendia.
E ela começou, veio por cima de mim no sofá, começou a me beijar, eu já com a mao na bunda dela apertando, sentindo aquela calcinha socada, ia na frente comecei a sentir aquela buceta muito quente, começou ate transpassar a calcinha e molhar a calça, eu com a mão por baixo de sua blusa abri o sutien, ela foi tirando os 2 juntos, blusa e sutien que visão maravilhosa ali no meu rosto, aquele peitão maior do que imaginava, eu logo disse, olha que delicia, esse detalhe não tinha reparado, mas que grande e lindo, ela falou agora você terá sempre, ouvir aquilo me deixou louco, me deu bjo e colocou eles na minha boca, pedindo pra chupar, se contorcia pra tras de tesão.
Ate que desceu de cima de mim tirou minha camisa e puxou minha bermuda, como eu já estava sem tênis ela tirou com mais facilidade e ficou de joelhos no meio da minha perna no tapete, olhando meu pau duro dentro da cueca não acreditando, ai ela fala não falo mal do meu marido ela e espetacular, não e qualquer um que deixaria isso, mas a tempos ele não tem o pau duro assim, e começou beijar por cima da cueca, puxando devagar ele pula no rosto dela, e assim foi puxando minha cueca também, nesse momento eu estava sem nada já, ela volta pro meio das minhas pernas e começa me chupar, que boca, que técnicas espetaculares, batia meu pau duro na cara dela, quem diria.
Ai levantei ela e tirei a calça de ginastica quando vi aquela bunda com aquela calcinha enfiadinha, não aguentei, empurrei ela de costas contra um pilar encoxando esfregando meu duro no meio daquela bunda fantástica, a calcinha enfiada tanto que meu pau de tao duro encaixava no meio daquela bunda quase entrando no cu, ate por ela estar rebolando, enquanto eu segurava seu cabelo, beijando sua nuca, costas, virava seu rosto pro lado beijava sua boca, ela gemia alucinadamente, sentindo também meu pau esfregando na bunda dela, puxei ela pra mim, fui empurrando deitei ela de pernas abertas no sofá, e comecei a chupar aquela buceta toda melada, mas sem tirar aquela calcinha, que delicia, toda lisinha, aquele gosto de creme, pois e uma coroa super vaidosa, esta sempre cheirosa, e chupei tanto que ela gritava, eu dizia vai devagar os vizinhos, pra minha surpresa ela grita, cala a boca gostoso, chupa e foda-se todos, haaaaa ai judiei, ela gosou umas 2 vezes na minha boca. Ela já estava mole, foi quando eu pedi pra ela ficar de 4 no sofá, ela empinou aquela bunda escultural, não acreditei, que visão mais linda, fui a carteira pegar camisinha, ela disse o que esta fazendo? eu disse, pegar camisinha. Ela disse, não quero, quero sem, coloca logo, e rebolando com aquela bunda linda e aquela calcinha socada, não aguentei, fui colocando devagar, ela robolando ainda mais pra entrar devagar, e gemendo, ate que entrou tudo, eu segurei na cintura dela e comecei um movimento muito rápido, ela enlouqueceu, barulho dos nossos corpos batendo um no outro estava muito alto. Ai comecei uns movimentos um pouco mais suaves, segurando o cabelo dela e virando seu rosto pra tras pras dar uns bjos na boca, ela gemia no bjo, e assim eu beijava sua nuca, pescoço, costas, ela estava louca, ate que escutamos o barulho do marido guardando o carro, isso me deu um gelo por mais que ele sabia, dei uma parada, ela disse, continua, que ele quer ver.
Assim ele entra na sala e diz, huuum, realmente a coisa rendeu como eu tanto esperava, sentou no sofá e ficou nos vendo, eu comecei a socar forte ele tirou o pau pra fora e começou bater uma nos vendo, e ela gemendo, perguntando se era assim que ele sonhava, e ele respondendo que sim, nisso ela fala, então faremos isso sempre com ele, adorei escutar isso, e o marido disse claro, achamos o que procurávamos.
Foi quando ela pediu pra eu sentar no sofá, veio suavemente sentando de costas pra mim e de frente pra ele, pulava como louca gemendo, chupando meu dedo, pois enquanto ela sentava eu fui pegando nos seus peitos, foi quando ele levantou tirou toda a roupa também e sentou novamente no sofá so de pau duro, era um pau pequeno, mas estava duro sim apesar da idade.
E a metida ficou assim ate que ele veio mais perto pra ver meu pau entrando nela, ai nesse momento ela pediu pra ele subir no sofá onde seu pau ficou na altura da boca dela, e assim ela foi chupando ele e com meu pau dentro dela so esfregando parou de pular um pouco, aquela cena era espetacular pra mim, afinal nunca imaginei que aquele casal era capaz disso.
Foi quando de tanto ela chupar que por sinal chupava muito bem, ele gosou na boca dela, ele resolveu ir tomar um banho, ela se deitou no tapete de pernas abertas e disse vem por cima, mete rápido, forte e fundo, quero que você gose dentro de mim la no fundo, fiquei louco fui por cima, meti tao fundo que ela deu ate um grito pois estava muito duro meu pau, e comecei um movimento como ele pediu e chupando seus peitos, via nas expressões dela que estava alucinada de tesao e gosou deliciosamente no meu pau, pois ficou um pouco mole, mas ainda sim pedindo pra eu fuder, me chamando de puto, ate que não aguentei e gosei dentro dela, que sensação alucinante, tirar meu pau de dentro dela melado com o mel dela e o meu.
Ai o marido saiu do banho e começou a preparar uns petiscos pois havia comprado uns salames essas coisas quando saiu, ele me chamou pra tomar um banho, tomamos um banho ainda dando uns beijos, assim terminando o banho ela disse, vamos la na cozinha com o …. comer os petiscos, como o marido estava nu, ela disse nem precisa se vestir, vamos ficar nus tb, pegou minha mao e fomos ate a cozinha e eu por tras vendo aquela bunda magnifica agora nu rebolando no andar ate a cozinha, ficamos ali comendo, conversando sobre varias coisas, inclusive ela contando como foi quando ele saiu, e no fim da conversa, olharam um pro outro e fizeram um sinal de positivo, ate assustei, ai ela olho pra mim e disse, temos uma proposta a voce. Na hora eu disse podem dizer, ai o marido tomou a palavra e disse, quer ser uma espécie de amigo fixo nosso pra esses momentos? Não relutei e respondi na hora, claro.
E assim fomos comendo, conversando, ate que percebi estar um pouco tarde, disse que iria me vestir pra ir pra casa, se prontificaram a me levar, mas eu disse que nem precisava era perto, me vesti e foram comigo ate a área, como era portão fechado, ela me agarrou ali na frente dele e demos muitos beijos com ele olhando antes de eu sair pra calçada, assim abriram o portao, fui saindo, ai o marido me disse, haaaa me passa seu whatsapp, passei na hora, ai ele disse a gente vai conversando então, ate a próxima. Cheguei em casa tinha mensagens incríveis dele no whatsapp, ai fomos conversando mais e mais, durante as semanas me mandam coisas que aprontam, pois dizem que ajudei apimentar o casamento deles, me mandam fotos, fazemos vídeo chamada enquanto estão transando, e assim passei esse amigo fixo deles, já fizemos algumas loucuras legais pela cidade, casal realmente me surpreendeu de uma forma incrível, na próxima relato alguma aventura que fizemos nessas escapadas da quarentena.
Espero que tenham gostado, e digo aos casais maduros, aproveitem, não se entreguem a rotina, aos padrões de bons costumes que a sociedade impõe, entre vocês, não há nada de errado apimentar, colocar um fogo novamente no casamento, posso dizer com toda propriedade que o casamento desse casal virou outro, não me cansam de dizer isso, tomaram a coragem e não se arrependeram de nada.

Deixe um comentário

CAPTCHA