Sexo entre o Coroa pauzudo e o Garotão

Já estava chegando no final de 2017, com o aflorar da minha vida sexual, me coloquei e me permiti ter alguns fetiches pra que eu pudesse realiza-los. Em dezembro, em uma conversa com um amigo, o mesmo me fez um convite pra irmos a uma sauna em São Paulo, ali na região da Santa Cecilia. Resolvi ir, tinha muita curiosidade e um puta tesão por ambientes assim, já tinha ouvido muitas histórias de amigos que foram lá e fiquei bastante motivado. Saímos do trabalho, nos encontramos e fomos pro local.
No caminho, ele me contou das suas “Pegadas”, me falou do ambiente, me deu alguns conselhos, só pra que eu não estranhasse ou algo do tipo.

Chegamos, pegamos a comanda, a toalha e os chinelos e fomos pra parte dos armários. Lá, guardamos os nossos pertences e seguimos em frente pra entrar no ambiente da sauna.
Meio que como um guia de turismo, ele me mostrou todos os cantos da sauna. A sauna a vapor, a seca, as cabines privadas e as abertas, o cinema, o bar, piscina e etc. Depois de me apresentar toda a casa, resolvemos nos separar pra não cortar o barato um do outro.
Fui andar, e passei por um corredor no andar de cima, onde vários homens se encontram, só mais tarde me dei conta de que era um Dark Room. Curioso, passei por alguns, me aproximei de outros, passei a mão no pau de alguns deles e depois saí um pouco. Me dirigi a sauna seca e fiquei la por uns 5 minutos, só pra relaxar um pouco.
Enquanto relaxava na sauna seca, um coroa de cerca de 1,70 de altura, chutei que ele tinha uns 45 anos, magro, meio definido, mas não tanto(diria que o mesmo tem um corpo comum), entrou na sauna seca junto com dois amigos, retirou sua toalha da parte da frente e se sentou junto com os amigos de frente pra mim. Não pude deixar de reparar que o coroa tinha uma bela pica, mesmo mole, aparentava ser bem grande, não conseguia disfarçar o meu olhar na sua jeba, tentava desviar o olhar, mas a pica do cara era hipnotizante. Cerca de 10 minutos após, percebi que o coroa começou a se masturbar bem lentamente e a pica foi crescendo cada vez mais na sua mão. Não conseguia tirar os olhos, a visão era bem privilegiada. A cada vez que ele se masturbava, a pica crescia mais, aparentava ter uns 21 cm, não era tão grossa e nem tão fina.
Depois de se masturbar me olhando por alguns minutos, falou algo com seus amigos, se levantou, enrolou a toalha e fez um sinal pra eu segui-lo. Com muito tesão levantei e fui seguindo o mesmo. Antes de sair da sauna seca, um dos seus amigos disse a ele:
Amigo: “Pega leve com o garoto!”, e riu com o outro.
Segui o coroa até uma das cabines privadas do mesmo andar da sauna seca. Ele entrou na frente e eu logo atrás, ao entrar o coroa fechou a porta. Sem muita enrolação, tirou sua toalha, em seguida eu tirei a minha e antes que eu tomasse qualquer atitude o coroa sentou na cama e pediu pra chupa-lo. Obedeci e finalmente caí de boca naquela rola que eu manjei tanto. Chupava descendo até a base, depois voltava e engolia a cabeça da pica, engolindo o máximo que eu podia, afinal, a pica era bem grande. Depois de chupar bastante sua pica, o coroa pediu pra eu ficar de 4 na cama, retirou um gel da sua bolsa, passou na mão e foi brincando com seus dedos no meu cuzinho, enfivada um, depois dois e ficava rodando.
Finalmente, encapou seu pau, passou gel e se dirigiu a porta do meu cu com a cabeça da rola. Senti a cabeça entrando pouco a pouco, reclamei um pouco, ela parou e depois dois enfiando o resto da pica bem devagar. Parecia que a rola do cara não tinha mais fim, foi entrando aos poucos até que eu senti suas bolas tocarem minha bunda. Paramos um tempo até eu me acostumar um pouco e logo após ele começou a meter devagar.
Assim que percebeu que eu parei de reclamar da dor, o coroa aumentou as estocadas da metida, começou a acelerar cada vezes mais. Eu gemia alto e o mesmo repetia pra mim:
Ele: “Isso caralho! geme bastante”
Ele: “Quero que todo mundo aqui saiba que eu to deflorando seu cuzinho”
A cada estocada do coroa eu via estrelas, a pica ia ao fundo, e voltava, não aguentei ficar de 4 e acabei caindo de bruços na cama. O coroa, sem perdão algum, continuou a me foder sem dó, ria, beijava meu pescoço, minha orelha e da-lhe rola no meu cuzinho.
Depois de alguns minutos me fodendo assim, pediu pra eu ficar de frango na beira da cama, obedeci. Antes de se posicionar pra me foder, alguém bateu na porta da cabine, quando o coroa abriu, seus amigos estavam do lado de fora pedindo pra assistir a putaria. Os amigos do coroa entraram na cabine e sem nenhum incomodo, o coroa voltou a me foder, agora de frango assado.
Confesso que toda a situação me deu um puta tesão. Os amigos do coroa se masturbando e incentivando, aquele coroa baixinho me comendo no alto dos meus 1,85, o barulho da cama e das estocadas violentas, tudo.
Depois de dar de frango sentei na pica do coroa enquanto olhava nos olhos dele, o prazer era indescritível. Por fim quando estava perto de gozar, me pôs de 4 na cama e pediu pros seus amigos se revezarem com o pau na minha boca, chupei os dois até que o coroa anunciou o gozo. Tirou sua camisinha e urrando de tesão me deu um banho de porra no peito, seus amigos em seguida fizeram o mesmo, com o último gozando na minha cara. Após gozarem, seus amigos saíram pra tomar um banho, apenas eu e o coroa ficamos na cabine. Ainda deitado, recuperei o folego depois da foda, me limpei com a toalha e me levantei pra sair da cabine. Antes de eu sair, o coroa me deu um beijinho na boca e disse:
Ele: “Se quiser mais tarde, da, um toque”
Dei um pequeno sorriso e saí da cabine. Ao sair, notei que algumas pessoas do lado de fora acompanharam a foda por tabela (Não é pra menos, eu grito demais transando). Saí dali e fui tomar um banho pra lavar o corpo.
Depois de tomar um banho, desci pro andar de baixo e resolvi ficar um pouco na piscina pra relaxar um pouco e me recuperar da foda. Meu amigo apareceu, conversamos um pouco, relaxamos e depois ele subiu pra se divertir um pouco mais e eu fiquei no bar bebendo um pouco. Antes de ir embora, ainda fui atrás do coroa no andar de cima e acabei mamando ele no cinemão que tem dentro da sauna, com outros 5 caras observando. Por fim, tomei outro banho, me arrumei e junto ao meu amigo, fui embora do local, satisfeito e saciado.
Ainda voltarei na sauna mais vezes, e como a esperança é sempre a última que morre, quem sabe não encontro meu coroa baixinho.

1 comentário sobre “Sexo entre o Coroa pauzudo e o Garotão

Deixe um comentário

CAPTCHA