O coroa do Carro

Serto dia eu ia de volta pra casa, depois de mais um dia de trabalho, quando um carro passo bem devagarinho e o motorista me olhou, ate ai tudo bem era uma meia noite segui o passo, mais como ia sô eu na rua notei que algo ele queria, ai venho um filme na cabeça, lembrei dum cuzinho que tinha cumido guando garoto, meu pau já fico loco, sigo o passo lá mais em baixo na rua ta aquele carro parado ta o motorista olhando o pneu, um homem aparentando 50 anos por ai me da um oi eu um moreno 28 anos na época, respondi oi ele me olha com aquele olhor dizendo come meu cu me diz quer dar uma volta, eu digo o que rola nisso era um tesão com medo de ser visto, ele disse quero te

chupa eu digo topo ele disse entra ai ai entrei ele pega meu pau já duro duro mesmo, vamos lá num parque industrial abandonado, para o carro no final da rua ele começa a mama, que chupada gostosa ele mamando e mandando e eu sem goza de pau duro, digo dexa eu come teu cuzinho ele disse come, eu digo desse do Carra ele desse escora aquela bunda lisa, durinha meu pau duro,vai de encontro aquele cuzinho, bem apertado eu metendo com força, ele dizia me come me come eu metendo forte, chupando aquele pescoço, ele disse desgraça vou me goza ai nao guentei aquela bunda vindo de encontro ao meu pau, engolindo ele aquele gemido de prazer gozei que gozada eu falava que cu, que cu, ali ele sai fora e disse tu é tarado e eu pelo teu cuzinho que cu apertadinho ele me reponde tu é o primeiro a cume eu digo não ele dis eu só metia coisas ai pau o teu foi o primeiro, ai aquilo mecheu comigo meu pau subio na hora e disse quero mais ai ele disse me come cachorrinho ai meti ate sem camisinha ai fico melhor ainda de senti aquele cuzinho apertadinho gozei denovo, foi a melhor noite de folta pra casa que me fez vicia em cuzinho.

Deixe um comentário

CAPTCHA