As Amigas do site de contos

Olá meu amigos e minhas gostosas, agora venho contar para vocês uma historia que aconteceu a um tempo bem recente, eu resolvi escrever contos de histórias minhas a uns 2 meses, mas já acompanho contos e o site a alguns anos , e comecei a fazer novas amizades, inclusive duas amizades maravilhosas, uma aqui de uma cidade perto da minha e outra de um pouco longe, na verdade elas se conheceram primeiro e a amiga que mora longe vou chamá-la de Flor, Flor me chamou por email e se apresentou e disse que tinha uma amiga do site, Sandrinha, que tinha adorado meus contos e minhas fotos que queria me conhecer eu fiquei super curioso, mas só no outro dia que recebi um email da Sandrinha, se apresentou com email enviado para Flor também e começamos a nós conhecer,

Sandrinha que é a que morava mais próximo a mim demonstrou muito interesse por mim e elogiou muito meus contos e minhas fotos, e logo me mandou uma foto dela. PQP que mulher linda e gostosa, a foto era perfeita, era uma boneca pintada (pintada são tatuagens rsrsr), eu fiquei doido e começamos a falar sacanagem , Flor, Sandrinha e Eu. A Flor eu já tinha visto fotos e contos no site e já era fã dela, mas nunca imaginei que ela apresentaria uma beldade feito Sandrinha, os nossos papos foram ficando cada vez mais quentes, a ponto de eu ficar doido até no meu trabalho e me masturbar pensando nelas.

Mas eu sabia que Sandrinha morava perto de mim eu não poderia perder aquela oportunidade, e pelo jeito nem ela queria perder e fui logo dando deixa para ela ver quando poderíamos nos encontrar, marquei com ela numa tarde, num local que nós conhecíamos, ela topou na hora e ficamos ansiosos por esse dia chegar, quando chegou estávamos lá eu e ela no dia e horário marcado ela estava com uma calça legging , uma jaqueta jeans (esse dia era chuvoso e fazia frio aqui no RJ), era um espetáculo, ela entrou em meu carro, eu estava cheio de vontade de beijar ela ali, mas me segurei , mas fui dali até o motel passando a mão perto da virilha dela e ela gostando mais parada.
Começamos o dialogo:

– Nossa Gata, você é gostosa demais.
– Ah Pedro, Obrigada, você também é muito gostoso.
E chegamos ao motel, e pedi uma suíte e subimos , chegando lá eu mal fechei a porta e a peguei pela cintura com um braço e o outro pelo se cangote e tasquei um beijo daqueles que esquentam tudo.
– Nossa Homem, que beijo gostoso, que pegada maravilhosa
Ela disse isso já com a respiração ofegante de desejo e eu respondi.
– Eu já não estava mais agüentando, eu queria te beijar assim que você entrou no carro, mas poderia ser perigoso
e tasquei outro beijo naquela boca deliciosa, mas agora as mãos já passeava por quase seu lindo corpo inteiro, e ela começou a tirar a jaqueta e minha blusa e a passar a mão pelo meus peitoral. Eu também comecei a tirar sua camisa que estava por baixo de sua jaqueta, mas a beijava pelo pescoço, falando sussurrando palavras aos seu ouvido e beijando aquele lindo cangote.

– Eu quero te chupar todinha, eu não saio daqui se não fizer gozar algumas vezes.
– Vai Pedro me faz gozar, me faz sentir mulher puta, eu to precisando disso.
Então eu a encostei na parede, e tirei de vez sua blusa, e fiquei beijando sua boca passando a mão por debaixo daquele sutiã, até desabotoar ele e revelar aquele lindo par de seios, eu então comecei a chupar eles, dando mordidinhas e chupadas leves e fortes, claro com as minhas mãos passando por cima da calça em sua buceta, ela gemia em meu ouvido falando.
– Isso ta muito bom continua assim vai continua que ta gostoso pra caralho, sou sua abusa de mim.
Eu continuei a beijar o corpo dela mas ela foi logo tirando o meu cinto e logo pulou meu pau para fora, ela não se conteve e ajoelhou e engoliu meu pau , parecia que estava a meses sem chupar um pau, estava mamando muito e não parava.

– isso piranha chupa ele é todo seu, chupa bem gostoso sua vadia.
Ela nem ligava chupava sem parar punhetando ele, isso já era certo de acontecer oque aconteceu, nem cinco minutos de boquete, eu anunciei que ia gozar.
– Gostosa, não estou mais agüentando vou gozar, vou gozar
Quem disse que ela ligou, ela aumentou a intensidade isso sim e eu senti minha porra saindo.
– caralhooo gozei, pqp
Ela continuou com ele na boca tomou todo o leite que saiu e eu nem vi uma gota de meu próprio leite, quando ela largou meu pau ele já estava limpinho, apenas babado. Ela levantou e perguntou.
– Gostou pirocudo? Quanta porra saiu, nem sei como não me engasguei.
– claro que gostei, você foi incrível.
Aí a beijei novamente mesmo sentindo um pouco de gosto de meu leite em sua boca, quem disse que eu ligo para isso, não tenho um pingo de nojinho de nada.
A peguei coloquei deitada na cama, e fui tirar sua calça já junto com sua calcinha, e peguei seus lindos pezinho e comecei a beijar ele e chupando seu dedão do pé, olhando para ela, via em sua cara que ela estava adorando, e fui beijando seus pés , panturrilhas e subindo até chegar naquele bucetinha linda lisinha que parecia pedir minha língua. Dei uns dois tapinhas nela e escutava só o gemido da Sandrinha, estava com minha barba por faze e rocei Ela em sua buceta, a mulher se contorceu só com isso, aí então eu comecei a lamber aquele grelinho lindo, mas eu fico só lambendo o grelo, eu chupo ele como se chupa um dedo, isso faz as mulheres ficarem loucas e com ela não foi diferente.
– aíiii que gostoso, chupa vai chupa essa minha buceta.
– cala a boca, cala boca que não irei avisar novamente, se você leu meus contos sabe que eu que mando.
E desci e continuei a chupar, e ela gemendo e gemendo, isso era um estimulante natural para mim, aquela buceta já estava mais que molhada, eu resolvi enquanto chupava o grelo dela, começar a colocar meus dedos em sua buceta, e fui colocando 2 dedos e massageando por dentro, a mulher não parava, dava para ver que estava louca fiz isso por alguns minutos e ela gritou;
– Aí meu Deus to gozando, to gozando continua que to gozando.
E gozou em meus dedos, eu sai dali e dei os dedos para ela sentir sua goza, ela chupou meus dedos com gosto. Mas eu voltei a chupar sua buceta, afinal queria sentir aquele gosto, e comecei a fazer oque eu gosto que é judiar da mulher, comecei a colocar a cabecinha na buceta dela e tirar, a cabecinha e tirar até ela pedir.
– Ai Pedro, faz isso comigo não, mete logo me come por favor.
Aí eu fui nela a peguei pelos cabelos puxando e falei.
– esqueceu oque eu te disse? quem manda nessa porra aqui sou eu e vou te comer a hora que eu quiser, você entendeu? (e dei um tapa em sua cara) você entendeu vadia? (e dei outro tapa)
– sim meu homem eu entendi me perdoa, perdoa essa piranha aqui.
Eu voltei e continuei a colocar só a cabeça do pau, enquanto a segurava pelo pescoço, até que resolvi colocar o pau inteiro. Sem nenhuma dificuldade pois ela já estava tão molhada que até o lençol da cama já estava marcado. E comecei a socar dentro dela, primeiro num papai e mamãe gostoso, depois a coloquei de ladinho e continuei a fuder, ela gemia muito gostoso, isso era bom demais, mudei de posição varias vezes, fizemos um frango assado, a coloquei de 4 e foi maravilhoso com aquela bunda empinada, nessa posição ela gozou novamente e sempre anunciava.
– Meu homem to gozando novamente, você esta acabando comigo. E gozou me xingando de tudo oque vocês possam imaginar.
Aí eu quis sentir aquele mel dela em minha boca novamente e fui chupar sua buceta mas dessa vez na posição de 69 para os dois sentir o gosto, fizemos um 69 delicioso mas eu não queria gozar ali, a chamei para coloca-la em uma posição que eu adoro colocar a mulher mas não irei contar aqui, só as que saem comigo que podem saber qual é rsrsrs. E quando a posicionei, eu vim por cima e coloquei meu pau dentro de sua buceta, essa posição elas dizem que o pau vai bem fundo nelas, e eu comecei a bombar dentro dela, ela aí que gemeu desesperadamente.
– Aí que gostoso, que porra é essa que divino me come vai mete tudo me rasga todinha.
Eu só escutava e continuava a fazer, fiz por algum tempinho e disse que iria gozar.
– gostosa vou gozar.
– faz um pouquinho que estou quase gozando novamente vai.
Eu parei a velocidade um pouco para segurar o gozo até que ela pediu :
– vai mete forte mete forte vai que to quase gozando ta vindo
Então acelerei e gozei, sabe que não hora nem percebi mas ela disse que tinha gozado junto comigo, eu não acreditei mas sua respiração ofegante e seu coração que parecia que iria sair não deixava mentir ela tinha gozado novamente.
– nossa Pedro, que porra maravilhosa foi essa que você fez, achei que você fosse me quebrar ao meio, mas estava tão delicioso que só queria gozar.
– gostou linda, isso é um segredo meu rsrsrs
Então ficamos ali deitados por uns 20 minutos até que resolvemos ir tomar um banho, no Box, ficamos igual namorados nos beijando um lavando o outro até que eu pensei vai ser aqui. A peguei coloquei de frente para parede, e comecei a beijar e morder suas costas, fui descendo beijei seu bumbum, empinei ele para trás, abri bem sua pernas e desci para lamber sua buceta mas não era buceta que eu queria lamber, eu dei uma lambida gostosa bem no cuzinho dela, ela arrepiou na hora, aí eu levantei e disse que ela seria meu ali, ela gelou.
– jura? ta bom sou toda sua, mas vai com calma, seu pau é muito grande.
E comecei a beijar ela e colocar os dedos em seu cuzinho para abrir o caminho, e pegava mel de sua buceta com os dedos para ajudar, até que resolvi colocar o pau, claro como sempre devagarzinho fui colocando a cabecinha que é a parte mais complicada até passar , e depois disso eu enfiei o pau inteiro, ela reclamou de dor, mas parei e fiquei com ele inteiro dentro dela e mexendo devagarzinho. Falando
– Gostosa, to aqui mas só vou bombar quando você se sentir segura
E ia beijando sua costas até ela falar.
– ainda ta doendo mas vai pode bombar.
Comecei a bombar devagar dando tapas em sua bunda e via que ela estava começando a gemer de prazer até que ela falou
– vai agora me fode, me arromba toda, arranca minhas pregas
Isso foi demais eu comecei a bombar com toda velocidade e força que podia, e puxava seus cabelo quando dava tava tapas na bunda dela e ela gemia e gemia.
– Aiiiii gostoso, isso me fode, rasga essa piranha, me fode muito.
E eu claro obedeci, fudi muito nem sei quanto tempo fiquei perdi a noção sei que ela estava ficando tremula já havia gozado novamente mas eu continuei porque queria gozar dentro daquele cuzinho, e continue bombando até que gozei. Mas não sai dali, eu pressionei ela na parede e fiquei sentindo meu pau pulsar dentro daquele cu, até que ela pediu:
– Pedro deixa eu sentar não agüento minhas pernas.
Ela sentou de baixo da ducha e eu a liguei para cair água em cima dela, enquanto ia lavando minha piroca, ela ali sentando sorria muito, estava em êxtase, via a felicidade em seu rosto.
Saímos dali fomos nos secar e sentamos umas meia hora ou um pouco mais, nos beijando, acariciando uma ao outro e falando do que tinha acontecido e começamos a nos arrumar. Até que ela ainda com os peitos de fora só de calcinha, veio me beijar.
– deixa te beijar gostoso, não sabemos sai vai acontecer novamente.
– Aé não sabemos então vem aqui
A coloquei nove mente encostada na parede( vocês devem ter percebido que eu adoro, namoram pressionando a mulher na parede, não sei porque mas é delicioso sentir o corpo dela pressionado entre a parede e eu), quando ela vem e me fala:
– Chupas esses peitos novamente , chupa bem gostoso, mas imagina que são os peitos daquela gostosa da Flor, sei que você quer comer ela também.
– safada, você quer que eu chupe sua amiga? sua safada
Comecei a mamar aqueles peitos novamente que são lindos, mas imaginando os peitos de flor naquela hora que são maravilhosos, eu chupava seus peitos enquanto ia massageando a sua buceta que não parava de ficar úmida, chupei, mordi devagarzinho, a chamando de Flor, e puxando seus cabelos, aí mandei:
– flor, sua vadia, abaixa um pouco e segura esse peitos que vou fazer algo que quero fazer muito.
– Sim meu Ticudo, (ticudo era uma expressão muito usada por Flor), faz oque quiser,
Então eu coloquei meu pau em entre suas mamas fazendo uma deliciosa espanhola, enquanto meu pau subia ela lambia sua cabeça, olhando para minha cara e sorrindo como safada que era , nisso a joguei na cama, e tirei sua calcinha novamente e minha calça e comecei a meter naquela buceta, que na minha mente era a buceta de Flor, mas Sandrinha queria isso e pedia.
– Isso Ticudo, me come, me fode toda, seu filho da puta, gostoso do caralho me come me rasga.
Ela não durou muito e gozou mais uma vez, eu já tinha gozado 3 vezes para gozar a quarta era foda, não tinha mais nada para sair, mas ela não se entregou, sentou na cama e começou a punhetar meu pau até que com um tempo eu gozei outra vez , ela quis nem saber, lambuzou sua cara com aquele e chupava seus dedos com a minha goza e falou.
-Gostoso gostou de fuder a Flor, imaginou ela?
-Sim imaginei, nunca imaginei que você fosse fazer isso mas adorei
e depois disso sim, nos arrumamos e fomos embora, eu a deixei no local que a encontrei e fui para casa.
Espero que vocês tenham gostado, elas duas são aqui do site, eu troquei os nome de de uma delas verdade para protegê-la, a outra pediu que eu colocasse o nome verdadeiro mesmo rsrsrs , mas se elas quiserem podem falar rsrsrsr. As se quiserem falar comigo, sugestões ou criticas meu email é [email protected] até o próximo conto.

1 comentário sobre “As Amigas do site de contos

  1. Amo novinha vem novinha safadas vem 😬Ola meu nome e sou de sao paulo. amo mulheres loiras branquinha deve ser uma delicia tenho curiosidade de sair com uma mulher casada ou sair com mae e filha, sair com uma novinha tira uma virgindade. Obs sera que tem mae q transa com filhos ?
    Meu chama no zap 11947841246

Deixe um comentário

CAPTCHA