A comendo a amiga na casa da amante do meu amigo

Bom me chamo L. Sou casado Tudo começou na faculdade após uma aula fui com um grupo de amigos comemorar o fim do período num churrasco em frente a faculdade.
Eramos 8 ao total no meio desses estava eu,amigos e algumas amigas, tinha uma delas que era amante de um deles, uma loira muita safada e fogoso com um peito lindo uma bunda que dispensa comentários com uma tatuagem de uma fênix que da um tesão danado.


Churrasco começou papo vai papo vem todos muitos descontraídos e felizes algumas trocas de olhares outras indiretas e as pessoas foram indo embora ficamos no bar eu L uma amiga chamada E esse amigo tb casado e a amante dele, resolvemos ir para a casa dela a amante, no bar ela não se contia falava a todo momento que estava louca para transar aquela tarde e que toda cheia de desejo, fomos a casa dela nois 4 chegando la tomamos algumas cervejas e eles não aguentaram muito tempo muitos amassassos na mesa na minha frente e de nossa amiga E. Ate que num momento ela centada do lado dele tirou o pau pra fora e logo pagou um boquete chupando ele na nossa frente sem cerimônia nenhuma depois de babar bastante naquele pau ela levanta olha pra mim e pra minha amiga e

fala anda aproveita vocês dois sei que os adoram fuder também são lindos e gostosos fude aqui na minha sala mesmo pois eu estou indo pro meu quarto fuder com meu amorzinho safada sabia que era doida pra comer a E. uma morena linda bunda dura e redonda como uma rocha barriga zero peito lindos de garota de 22 anos cabelo encaracolado cheiroso, ela olhou pra mim meio sem graça mais já com a calcinha molhada de ver o boquete daquela puta safada e disse se ninguém souber eu topo L.

Pronto essa foi a senha peguei ela pelo pescoço dei um bjo gostoso demoroda e molhado naquela boca linda com lábios carnudos, isso foi a chave do negócio começamos aquele amasso quente bjo na boca na nuca no pescoço mão tanto minha quanto dela incontroláveis até que tirei o vestido dela deixando ela so de calcinha de pé na minha frente como beijei aquela morena maravilhosa chupei todo aquele corpo pescoço peito ora chupava ora mordia o biquinha fazendo ela delirar e cada vez mais molhar a calcinha o cheiro de sexo já espalhava pela sala com nossa amiga safada gemendo e gritando no quarto ao lado foda meu cu meu delicioso nosso tesão só aumentava cheguei na bucetinha

dela coisa linda pequenininha com lábios bem gordinhos cai de boca chupei ela em pé mesmo chupava aquele grelhinho lindo e brincava com o dois dedinhos na grutinha até que ela não aguentou de tesão e gozou gostoso no meu dedo e na minha linguinha ela não se conteve mesmo com a perna tremendo pediu vem me fude gostoso , deitei ela no sofa tirei minha cueca ja com o pau duro de tanto desejo e fudi aquela buceta gostosa num paipai e mamãe delicioso ela não nos contivemos começamos a gemer alto e gostoso até gozarmos deliciosamente nossos corpos entrelaçados curtindo toda aquela porra encher a bucetinha toda dela que sensação deliciosa nós beijamos como nós amassemos corpo suado e trêmulo respiramos por alguns minutos trocamos algumas carícias, no fundo nossos amigos gemendo e falando sacanagem quando ela me olha e fala agora eu que vou beijar você, desceu a mão pelo

meu peito até o pau pegou nele e disse vou chupar você até você implorar pra me fuder, começou um boquete delicioso chupando a cabecinha ora o corpo e as bolas pronto já estava cheio de tesão dinovo enquanto ela se deliciava com meu pau na sua boca pedi que ela ficasse de quatro e comecei a bricar novamente com aquela bucetinha ela ora beijava num 69 cheio de desejo hora com o dedinho hora com a língua na portinha do cuzinho ficamos ali ate ascender aquele fogo novamente até pedi deixa eu te comer de quatro sua cachorra depois vou dar leitinho na sua boquinha coloquei ela de quatro apoiando o cotovelo no braço sofá abri bem as pernas coloquei tudo de uma só vez foi uma estocada forte lá no útero ela gritou bem gostoso devagar seu filho da puta essa e minha

buceta não a da sua mulher cachorro sem vergonha aquilo me deu um tesão que só conseguia dar tapas naquela bunda cada vez mais forte e socar sem parar deliravamos ela pedia mais e mais e eu apenas retribuia com puxões de cabelo tapas e focadas sem pensar nas consequências quando no meio disso ela anuncia que ia gozar e mal falou gritou e gemeu alto falando aí ai que pau gostoso tirei meu pau daquela bucetinha melada coloquei ela de joelho fiquei de pé na sua frente e gozei bem gostoso enchendo aquela boca de porra quentinha ela chupoando não deixou nenhuma gota cair no sofá quando no deparamos nossa amiga e amigo estava na porta atrás do sofa assistindo aquela cena rimos da situação nois quatro e somos todos juntos tomar banho.
No proximo conto como foi o banho e próximos capítulos desses episódios.

Deixe um comentário

CAPTCHA