Minha Namorada Me Fez Corno E Filmou toda a Putaria

Olá tudo bem? Vou começar esse delicioso conto erótico, bom meu nome é Diogo tenho 23 anos namoro Emily 23 anos também, namoramos a um ano. Emily é uma bela mulher o sonho de consumo de todo homem, 1 metro e 62, linda, um belo rabo tatuado, seios lindos, cintura chapada e um rosto de princesa. Sempre tivemos uma vida amorosa e sexual muito boa ela é extremamente safada na cama me satisfaz de todos os jeitos. Só que Emily mal sabia do fetiche que eu tinha e que só de imaginar ficava louco de tesão meu grande desejo de ser CORNO. Um Dia conversando sobre sacanagens perguntei qual era a maior fantasia que ela tinha, e ela me respondeu que ja havia feito de quase tudo na vida antes de nós namorar. Então eu a perguntei qual era a mais louca que ela tinha feito, ela respondeu dizendo que não poderia me contar pois era algo muito pesado e eu poderia ficar com um “pé atrás” com ela rs. Imediatamente a tranquilizei dizendo que eu adorava saber as

Ler maisMinha Namorada Me Fez Corno E Filmou toda a Putaria

Conto erótico com minha cunhada safada

Conheci minha cunhada no dia em que conheci minha esposa. Estávamos em uma festa, quando fomos apresentados e aí tudo começou. Ela tinha 18 anos, minha esposa 19 anos e eu 21 anos.
Minha cunhada tem cerca de 1,65 m e era o tipo normal de mulher, sem chamar muito a atenção. Era morena, bonita, um corpo atraente, coxas grossas, quadris bem acentuados, sem ter uma bunda exagerada, e seios pequenos.
É a única irmã de minha esposa e como só tenho duas irmãs, ela é também minha única cunhada.

Ler maisConto erótico com minha cunhada safada

Minha primeira vez com uma travesti safada

Certa vez, não foi à noite, mas durante uma manhã, passando pela praça central da cidade, quando reparei uma moça diferente, cabelos negros e compridos, toda faceira e oferecida, tal como gosto. Ao passar por ela, deu-me um piscar de olhos, um lindo sorriso e me convidou bem suavemente, com uma meiguice na voz : “oi gato, vamos fazer um programinha juntos?”
Parei, elogiei-a, agradeci, disse-lhe gentilmente que uma outra hora… E continuei a caminhar em direção ao banco, aonde ia.

Ler maisMinha primeira vez com uma travesti safada

Dando para o filho do meu padastro

Como na casa só tinha dois quartos eu fui dormir no quarto do filho dele, já que foi colocado uma cama nesse quarto. Minha mãe trabalhava no escritório de contabilidade de seu namorado e ambos saiam cedo e voltavam por volta das 20hs. Eu, desde pequeno sempre tive uma queda em palmear pintos de garotos, tanto da escola como e já tinha chupado alguns na escola. Minha bundinha era bem gordinha e bonita, que na escola me chamavam de bunda de menina. Os garotos gostavam de passar a mão na minha bunda e eu até que gostava. Um dia o filho do meu padrasto me chamou para deitar na cama dele eu aceitei eu fiquei de lado e ele encostou o pau dele na minha bunda. Em certo momento percebi que o pau dele estava duro e ele encostava bem no meu rego, como eu não reclamei, ele ficava roçando o pau na minha bunda. Acordamos no dia seguinte e percebi uma marca no short dele e achei que ele tinha gozado mas não falei nada com ele e ele também nada falou, mas confesso que eu gostei de ter dormido de conchinha com ele.

Ler maisDando para o filho do meu padastro

O desejo tem voz…

Te olhar … Entortando a cabeça em todos os ângulos… para não perder nada… Me aproximar devagar… Te olhando, a ponto de deixar meus olhos entrarem em você… Meu corpo grita, meus lábios tremem, a boca seca… Estou completamente molhada… Caminho em sua direção, te vejo parado… Atônito… Posso ouvir sua respiração… me aproximo… encostando meu rosto em você… sua pele se arrepia… Você balança a cabeça em sinal de sim… Encosto meus lábios na sua boca que abre e fecha descontroladamente… Mordo seu lábio superior… Você ensaia passear as mãos em meu corpo sem toca- lo… sinto o calor das suas mãos, e um leve toque dos dedos em meus braços… Seu coração bate descompassadamente. Volto os olhos pra você, te encaro e te beijo…

Ler maisO desejo tem voz…

Peguei o metro lotado de mini saia

Oi, meu nome é Fernanda tenho 18 anos e eu moro no Rio de Janeiro, depois de contar alguns casos q aconteceram comigo ou que eu aprontei a amigos resolvi narrar esse conto erótico aqui.
Bom, pra saberem um pouco mais de mim: Sou morena, tenho cabelos lisos castanhos com mexas loira, olhos castanhos, 1,67 de altura, 58 quilos, tenho pernas grossas, bumbum grande, seios pequenos pra médio e a xaninha eu costumo variar, as vezes esta carequinha outras peludinha mais sempre cheirosinha.
Hoje vou contar o que acontecia comigo ano passado quando eu ia pra escola, eu moro na Zona Norte e estudava no Centro, no horário da manhã então pra não ter que pegar trânsito eu ia de trem para escola, tinha uma amiga que ia sempre comigo e tinha um garoto que ia também às vezes.

Ler maisPeguei o metro lotado de mini saia

A noite que transei com meu padastro

Meu nome é Clara. Sou branquela, tenho cabelos longos, lisos, sedosos e negros e lábios avermelhados. Esta história ocorreu quando eu tinha 19 anos. Nessa época já tinha um corpo bem desenvolvido: alta, nem magra nem gorda, bumbum empinado

e seios fartos. Minha mãe, que havia se separado do meu pai, era casada com Enzo, um homem lindo: 35 anos, loiro, olhos verdes claros, alto e com um corpo bem definido, pois fazia musculação.

Em minha casa morávamos apenas nós três: eu, ele e minha mãe.

Ler maisA noite que transei com meu padastro

Comendo a Prima Virgem

Essa é uma história verídica e quando ocorreu, eu tinha 19 anos e minha querida priminha, Vivian tinha acabado de fazer 19 aninhos.

Sempre que nos encontrávamos, ela me cumprimentava com dois beijinhos no rosto e um abraço, onde eu ficava louco, pois ela era uma delícia, uma morena baixinha, de seios médios durinhos e lindos e uma bundinha que não pertencia a ela, sem contar daquela boca suculenta.

Ela sempre estava em casa porque era muito amiga da minha irmã e as vezes dormia em nossa casa, como era uma casa só de dois quartos, ela dormia em um colchão no chão ao lado da beliche, onde eu dormia em baixo e meu irmão em cima.

Ler maisComendo a Prima Virgem