Não resisti e molhei a calcinha

Tenho dificuldade em admitir que preciso me masturbar todos os dias, por vezes tres vezes, confesso que ultimamente isso me tem incomodado e que por vezes até prefiro ficar em casa quieta do que sair e ter essa vontade incontrolável que me tem deixado louca.
Mesmo mais do que ter relação com outra pessoa, homem ou mulher, o que me tem de sexo para mim é me masturbar até sentir aquela onda do orgasmo me atingir e me derrubar, sinto as contrações violentas na minha buceta que cada vez levam mais tempo até passarem, os meus orgasmos tem ficado cada vez mais longos e isso me deixa por vezes caída em banheiros públicos ou em lugares pouco recomendáveis, tal é a forma que tenho gozado.

Foi o que aconteceu ontem, escrevo este conto em 25 outubro 2018, quando sai com uma amiga minha no shopping, andamos vendo lojas, e ela foi comprar umas lingeries, depois fomos almoçar e sentadas numa mesa ela olhou as lingeries de novo, tirando da sacola e comentou o que ia fazer com o namorado e outras coisas que tinha feito com outros garotos, ela contava e eu me excitava. obvio, ela nem notava, só falava.
Que tinha dado assim e tinha metido daquela forma e que tinha gozado e tinham gozado nos peitos dela muito e eu ficando cada vez mais loka.
Eu estava apoiada na mesa e as minhas pernas estavam abertas, eu esfregava uma perna na outra tentando fazer com que minha bucetinha tivesse alívio, que nada, ela não parava de falar em como o namorado lhe tinha metido no cuzinho e ela tinha adorado e que essa lingerie era para de noite sair com ele e lhe pedir para lhe meter no cuzinho de novo.

Meu deus, aquilo era demais, eu estava era passando mal e sentia a minha buceta se contrair, me conheço bem, la em baixo devia estar toda melada já.
Me esfregava mais e mais, tanto que foi inevitável ela perceber que algo se estava passando e ai me perguntou…- …miga você está bem ?…-…claro que não estava e olhei ela com aquele olhar de tesão com os olhos meio fechados e lhe confessei…-…ai Jeovana voce me deixou excitada com essa sua conversa…estou fervendo aqui em baixo e loka para me aliviar…- …primeiro ela pareceu não perceber, mas depois teve um gesto rápido e pegou na minha mão, nos levantamos e ela me levou para o banheiro.entramos e ela entrou comigo num dos boxes, sem eu dizer nada, me falou….-…miga…eu também estou super excitada e quero muito ver você se masturbar, ando doida por ver uma mulher fazer isso, se você está com vontade e deixar eu olhar, juro que não falo pra ninguém…-…

Você sabe quando lhe dão a solução para alguma coisa que você acha que não tem solução, meu deus, abri as pernas em frente dela que estava sentada no vaso, baixei a calcinha e me masturbei como se fosse a ultima coisa da vida.
Encostada na porta de pernas abertas, me abri todinha, meti um dedo no meu pinguilim e me deixei ir até sentir o orgasmo violento me invadir, foi tão rápido que eu acho não durou um minuto…-…HUuuuuuuuuuuummmmmmm…-…foi só e minha buceta se contraiu violentamente me dando um prazer louco e explosivo.
Fiquei de olhos fechados, quieta e em silêncio, apenas ouvindo a minha respiração normalizar, minhas pernas tremiam, ainda de olhos fechados ouvi minha amiga dizer…-…que linda…posso tocar ?…

Deixe um comentário

CAPTCHA