Iniciação na putaria

Esse é meu primeiro conto erótico, e apesar da pouca idade, 18 anos, tenho muitas histórias que gostaria de contar a partir de agora, espero que gostem.

Primeiramente vou me apresentar, sou moreno, alto 1 metro e 80 aproximadamente, corpo normal definido por eu praticar esportes, não querendo me gabar mas eu sou considerado bonito e uma pica de 18 centimetros porém grossa.

Bom vamos ao que importa, quando eu tinha aproximadamente 11 anos eu morava em uma cidadezinha do interior do RS e por ser do interior sabem como é né, muitos parentes morando ao redor e isso era muito bom, porque eu vivia rodeado de primos e claro as primas, passávamos os dias brincando.

A história que eu vou contar é minha primeira lembrança de algo que realmente me deixou excitado, eu tenho uma prima que é apenas um dia mais velha que eu, e por essa minima diferença de idade nós sempre fomos muito ligados, em um certo dia minha mãe me deu a noticia de que ela passaria a ficar todos os dias com a gente na nossa casa, já que a minha tia, sua mãe, iria ter que trabalhar fora e seu pai já trabalhava fora também, isso me deixou muito feliz pois eu poderia passar mais tempo com ela, que aqui eu vou chamar de Amanda pra não comprometer ninguém.

No outro dia lá estava ela toda feliz qie ia passar o dia todo brincanso comigo, logo fomos pro quarto e minha mãe por achar que nós eramos muito novos e ainda nãp tinhamos malicia, nem se preocupava em nos deixar sozinhos trancados no quarto, só que muitas vezes eu e Amanda já tinhamos nos tocado e até ficavamos nos encoxando, mas nunca por muito tempo, sempre tinha alguém pra atrapalhar. Mas naquele dia era visivel que ela queria “brincar” de namorados como a gente falava, e logo que entramos no quarto ela me convidou para deitarmos na cama, eu sugeri que apagassemos a luz para simular que estava de noite, ela aceitou, deitamos e nos tapamos, e logo começaram as mãos bobas, eu agarrei a bunda dela e lasquei um beijo nela, ela correspondeu e com uma das mãp começou a acariciar meu pau sobre o calção, após o beijo ela pediu pra ver meu pau, apesar das brincadeiras anteriores nós nunca tinhamos tirado a roupa, baixei o calçao juntamente com a cueca e meu pau já estava duro como eu nunca tinha visto, ela putinha como já era foi pegando nele e de um modo desajeitado foi me punhetando, aquilo tava me fazendo delirar de prazer, a primeira punheta que outra pessoa tocava pra mim, tudo novo, tudo tão bom, então foi a minha vez, pedi pra ela tirar sua calça e a calcinha, ela prontamente obedeceu, vi aprimeira buceta ao vivo na minha vida, e era extremamente linda, virgem, rosadinha exalava um cheiro bom, nao resisiti e comecei a enfiar o dedo ela começou a rebolar involuntariamente tomada pelo prazer aquilo tava me deixando louco, peguei ela no colo e comecei tentar força a entrada mas sem nenhuma experiencia as tentativas foram falhas, mesmo assim ela rebolava e roçava sua bucetinha no meu pau, mas a brincadeira não pode prosseguir, ouvimos um grito vindo da cozinha, era minha mãe nos chamando para tomar café e tivemos que nos vestir rapidamente pra ela não desconfiar de nada.

Bom leitores, esse é o meu primeiro conto espero que tenham gostado e espero melhora a cada conto. No próximo eu conto como eu tirei a virgindade da minha prima e a minha no caso kkk valeuu

Deixe um comentário

CAPTCHA