Flagrei a minha esposa com dois na academia

Jamais poderia desconfiar da minha esposa. Ela era a mulher perfeita que um marido poderia querer. Bem mais velha do que eu, era o tipo de mulher que estava a frente de tudo, comando e dominando tudo, até mesmo eu. Só que nunca tinha notado. Quando me deu conta já estava nas mãos de Roberta. Mas eu não tinha nada a reclamar. Eu até gostava e me sentia confortável e seguro.

Impossível desconfiar que uma mulher desta poderia escapulir. O grande sonho dela era ser mãe. Mas depois de alguns meses de gestação, perdeu o bebe. Roberta mudou. Depressão. Meu porto seguro não havia mais. Segurei a barra. Mas ela ainda estava ruim. Resolveu entrar pra academia porque estava se sentindo muito feia, odiava o corpo e via com tristeza a idade chegando. E como eu era mais novo que ela, achava que eu pudesse troca-la por outra mais novinha. Ledo engano.

Ela estava feliz com a academia. Depois de um tempo pegou um corpinho legal, embora ela sempre fosse bem gostosinha, minha mulher. Tinha muito ciúmes dela, porque chamava já muita atenção. Mas agora, com as pernas inchando, bundinha durinha e barriguinha chapada estava uma loucura. E o melhor, ela estava muito doida na cama. Queria sexo todo dia. Eu já estava ficando esgotado e ela queria cada vez mais. Falava que estava tentando outro bebe e eu gozava dentro dela sempre.

Um dia fui buscar ela na academia. Nunca fazia isso, mas quando cheguei lá peguei Roberta levando uma sarrada de um do personais. O cara era mulato bem forte e sarrava minha mulher enquanto ela agachava com peso nas costas. Fiquei puto com aquilo. Brigamos. Mas ela me deu uma surra de ppk e voltamos ao normal. Não tinha motivos para desconfiar duma mulher dessas que fazia loucuras na cama comigo.

Mas outra vez cheguei de surpresa na academia. Estava bem tarde e notei que havia mais ninguém. Pensei até que minha esposa já tinha ido sem mim. Eu estava saindo quando escutei gemidos fortes vindos da área de zumba, que ficava numa sala a parte dos equipamentos de musculação. Obcecado pela curiosidade, pulei a catraca e dei de cara com minha mulher levando a maior surra de piroca que já vi na vida. Os caras metiam na xota e na raba dela. No chão mesmo. Com muita, mas muita força. Notei que um deles era o personal mulato. O outro não sei quem era. Roberta estava concentrada revezando beijos na boca de um, ora de outro. Beijava com muita lascívia. Fiquei sem nenhuma reação. Meu pau estranhamente ficou duro e quase babei vendo minha mulher sendo rasgada por dois machos poderosos.

Acho que ela me viu pela o espelho que pegava a parede dos fundos inteira e arregalou os olhos. Tentou sair, mas os caras metiam ainda com mais força com se competissem quem metia mais. Estavam perto de gozar, eu acho. Sai do transe e meu sangue ferveu. Peguei o carro e voltei pra casa. Humilhante demais. Ela demorou a voltar. Peguei o telefone e espalhei para a família dela o que estava acontecendo e que tudo estava acabado. Desabafei com colegas e não tinha mais jeito. Em poucos instantes ela apareceu. Estava furiosa. Brigamos feio. Ela não derramou uma lágrima. Pegou a bolsa e com a roupa do corpo mesmo já ia embora.

Que merda gente estava fazendo. Eu amava aquela mulher. Mas olha o que ela tinha feito. Roberta estava indo embora. Antes dela chegar na porta, peguei ela pelo braço e lasquei um beijo demorado nela, já tirando suas roupas de academia, e depois lambendo seu corpo suado e cheirando a sexo forte. Abaixei até a cintura dela e ela me olhou de cima para baixo com frieza. Então pegou minha cabeça e me forçou a chupar sua buceta lotada de porra. Depois transamos loucamente.

1 comentário em “Flagrei a minha esposa com dois na academia”

  1. Ola sou louco para pegar um loirinha, deve ter a buceta branquinha, ou pegar uma novinha deve ser uma delicia, ou pegar mae e filha😬 tambem pegar uma casada na frente do marido eita, mulher q esta ai cheia de tesÃo me chama no zap 11947841246

    Responder

Deixe um comentário