Perdi a virgindade com um coroa safado

Meu nome é Fabiana e gostaria de revelar a vocês como perdi a minha virgindade! Quando eu era mais novinha, com dezoito anos recém-completos, meus pais passaram por uma dificuldade financeira e tive de começar a trabalhar para ajudar em casa. Em um certo dia, meu pai contou que um amigo dele estava precisando de uma babá para cuidar de seu filho e disse que era uma boa família e seria ótimo pra mim. Então, sem pensar muito, eu aceitei o serviço!

No primeiro dia que fiquei de babá na casa, foi quando conheci o amigo do meu pai, o Eduardo. Assim que o vi, fiquei encantada! Ele tinha a idade do meu pai, mas era mais atraente que muito jovem da minha faixa etária. Ele foi muito educado e comentou que eu tinha crescido muito e estava muito bonita.

Ler maisPerdi a virgindade com um coroa safado

Gozando muito no ônibus lotado

Meu nome é Nathalie, moro em Copacabana, tenho 25 anos, sou morena de praia, cabelo longo bem preto e franjinha. Sou o tipo bem carioca: pernão malhado, bundão e cinturinha! Tenho os seios médios, bem redondos e empinados. Ah! E é lógico que adoro praia…

Uma das minhas maiores fantasias é ser bolinada dentro de um ônibus lotado! Então, quando estou na seca, coloco uma roupinha bem de periguete, saia bem curta, uma calcinha minúscula, uma blusinha “tomara que caia” que deixa bem à mostra as minhas marquinhas de biquíni e pego algum ônibus coletivo bem cheio! Só ando cheirosa e raspadinha, pois sou tarada, ninfomaníaca mesmo… E nunca se sabe quando pode acontecer uma transa casual!

Ler maisGozando muito no ônibus lotado

Dando uma Rapidinha deliciosa no Elevador

Essa coisa de escrever contos eróticos tem sido algo extremamente interessante. Alguns são fidedignos, outros uma junção de momentos e fantasias.

Seja como for, me obriga a relembrar coisas que há muito não pensava. Como já relatei aqui, perdi minha virgindade com meu primeiro namorado. Ele tinha a minha idade (18) e não era muito experiente. E isso tinha um lado espetacular, estávamos determinados a fazer tudo e em todos os lugares juntos.

Certa feita fomos ao prédio dos meus primos, de onde iriamos depois para a praia. Esse prédio é antigo, da década de 1970. Dentre as características de seu tempo, tinha o elevador, que paraba entre andares e tinha um botão de emergência no painel.

Sexo no elevador era algo que estava no início da nossa “check list”, por ser difícil de fazer sem ser interrompido e pela adrenalina pela possibilidade de sermos surpreendidos.

Ler maisDando uma Rapidinha deliciosa no Elevador

Minha Cunhada Gostosa Dando Mole

Olá tudo bem? Sempre bem discreto em casa com familia, e sobre meus bicos de marido de aluguel,para meu serviço e vou fazer os por fora sem chamar atenção de ninguém. lido na boa com tudo .
Porém as vezes as coisas mudam, tenho uma cunhada,esposa de meu irmão mais velho.
Eu e minha cunhada sempre nos demos bem, mais virou meu alvo depois de um tempo,, bem na verdade foi mais ou menos assim..
Devido a nossa amizade ser da familia, não fui muito de olhar com outras intenções para minha cunhada, mesmo sendo ela muito gostosa(1, 70, um rabo delicioso, e seios médios, Cabelão) , jamais sonhei alguma coisa…
Entretanto depois das últimas experiências com mulheres casadase gostado da experiencia acabei ficando com instinto mais forte pra mulheres comprometidas, quer seja, noiva, namorada, esposa,… Acabei querendo testar até onde dava pra ir… E seduzir uma mulher, fazendo ela experimentar novas emoções e prazeres.

Ler maisMinha Cunhada Gostosa Dando Mole

Sexo com a Médica do Chat UOL

Olá, nesse conto irei me apresentar como Andrade, sou um moreno, tenho 25 anos atualmente, 1.79 de altura, olhos verdes, corpo atlético e pênis de 20 cm. Pra quem gosta de contos verídicos este é deles. Espero que gostem.
Tudo começo em Fevereiro de 2016, quando estava fazendo um trabalho da faculdade, ai estava muito intediado, e estava querendo conhecer alguém ou se desse sorte quem saber pegar alguma garota. Ai entrei no bate papo uol, e fui conversando com varias garotas online, algumas me davam moral, outras nem tanto. Ai comecei a conversar com uma mulher casada, e o papo fluiu e acabamos gostando um do outro, no entando não consegui transmitir confiança o suficiente para ela poder me passar o seu número do whatsApp, e saiu sem se despedir ou sem trocamos qualquer tipo de contato. No dia seguinte mais ou menos no mesmo horario do dia anterior entrei no bate papo uol novamente, ai comecei a conversar com o nick de uma mulher casada, para a minha supresa era a mesma mulher casada que da noite anterior, mais até então eu não sabia disso. Conversamos sobre vários assuntos, ai ao final da nossa conversa ela me confessou que era a mulher casada da noite anterior, e que tinha saido sem breve aviso, pois já estava na hora de ela ir dormir, e eu não tinha transmitido a confiança que ela desejava.

Ler maisSexo com a Médica do Chat UOL

Esposinha se Exibindo no Clube

Olá, me chamo Raul e sou “casado” com Alicia há 4 anos, somos um casal muito bem resolvido, nos amamos muito e somos bem cúmplices em tudo, minha Alicia sempre topa tudo comigo em qualquer sentido que seja, tenho certeza que ela é a mulher de minha vida, por isso entre nós não há segredos eu sempre compartilho tudo com ela, até meus segredos mais íntimos. Sempre gostei muito de assistir filmes e videos pornos, mas nunca gostei de nada muito profissional, prefiro sempre o conteudo amador, onde a putaria rola solta e é possível sentir a excitação do momento.

Como eu disse, tudo era compartilhado com meu amor, na questão putaria não era diferente, e o que melhorava tudo era que, o nosso gosto para videos pornos eram iguais, nada de profissionalismo, então assistiamos vários vídeos juntos, compartilhavamos um com outro, vídeos que achavamos bons e gostosos. Mas foi em uma dessas minhas procuras por vídeos amadores bons que me deparei com o menage, no início não sabia ao certo do que se tratava, mas a excitação que rolava era muito gostosa, o que automaticamente me deixava muito excitado, e com isso fui pesquisando mais sobre o assunto, e quando percebi já estava com essa fantasia em minha cabeça.

Ler maisEsposinha se Exibindo no Clube

Dando uma Rapidinha no estacionamento

Tinha dois dias que eu tinha terminando com o Léo. As coisas ainda estavam recentes, mas decidi que não iria chorar e que minhas amigas estavam certas. A hora era de badalar. Peguei um vestido que o Léo havia apelidado de “vestido da discórdia”, por que ele ressaltava todas as curvas e detalhes do meu corpo. Nunca tive o corpo marombado, mas seios, coxas e bumbum faziam a orquestra perfeita no meu corpo de brasileira e quando eu usava aquele vestido, sempre chamava a atenção. Decidi que seria com ele que badalaria aquele dia.

Marquei com as meninas no barzinho por volta das 22:00. Senti-me meio deslocada, afinal, depois de um namoro de 6 anos, já não sabia nem como era sair sozinha. Mas estava disposta a curtir. Quando cheguei, avistei todas numa mesa mais isolada, no canto esquerdo do bar, do lado oposto do som, já sobressaltas. Pela quantidade de bebidas, logo percebi o porquê. Mal perceberam minha presença, começaram a gritar por meu nome, o que chamou a atenção das pessoas que estavam nas mesas ao lado. Abracei uma por uma das cinco que me esperavam e uma delas já me entregou o copo de vodka para “início” dos trabalhos, como bem definiu.

Ler maisDando uma Rapidinha no estacionamento

Meu melhor amigo me arrombou todinha

Olá, meu nome é Danielle e o conto que vou narrar abaixo é totalmente verídico. Sou de Campinas, interior de São Paulo. Tenho 1,64 de altura, 52 kg bem distribuídos, cabelos lisos e castanhos com luzes, olhos azuis, peitos grandes, bunda média e coxas bem definidas. Bom, meu melhor amigo, Pedro tem cabelos claros e cacheados, olhos verdes, magro, corpo bem definido e alto, um verdadeiro tesão. Sempre tivemos um relacionamento bem aberto, falavamos sobre tudo um com o outro. E em uma dessas conversas, estavámos falando sobre sexo. Ambos erámos virgens e ele me perguntou: ‘ Dani, com quantas anos você quer transar? ‘ – eu respondi: ‘ Não sei, ‘ ele: ‘ Se eu pudesse hoje mesmo hahahaha ‘ então eu disse: ‘ É, mas eu quero fazer sexo com alguém que eu confie e ame muito. ‘ ele: ‘ Tipo eu? ‘ e eu respondi: ‘ hahahaha é ‘ então conversa vai, conversa vem, Pedro disse: ‘ Vamos fazer um pacto? ‘ eu: ‘ Que tipo de pacto? ‘ ele: ‘ Vamos perder a nossa virgindade aos 16? ‘ eu concordei na hora e então ele selou o nosso pacto com um beijo. E ele beijava bem, e tinha uma pegada… Neste momento, mal sabíamos que iríamos concretizar o pacto muito antes disso…Passaram-se 2 semanas e havia uma festa na casa de um amigo nosso. Eu e Pedro fomos juntos e ele me

Ler maisMeu melhor amigo me arrombou todinha