Advogado me devorou na frente do corno

Pra variar estávamos naquele período cheios de tesão e fantasiando muito, loucos para uma brincadeira a três e o namorado já sabendo disso e vendo meu tesão quando falava bobagens enquanto transávamos, passou a fazer uma seleção nos sites de swing para ver se achava algo interessante. Após conversar com uma meia dúzia de pessoas, encontramos o Marcio (nome fictício), um homem de seus 47 anos, maduro, alto, magro, um ótimo papo e aos poucos fomos conhecendo melhor. Descobrimos que era um advogado e que fazia parte de um grupo de amigos que tinham um apartamento em Curitiba que usavam para realizarem as fantasias dos casais que queriam ter a sensação da esposa ser devorada por vários homens. Achei aquilo muito avançado pra mim e questionei se ele também saia sozinho e para minha felicidade ele disse que sim.

Tudo acordado, marcamos de nos encontrar em um dia da semana no final da tarde. Marcamos em uma rua próximo da nossa casa e passaríamos para pegar ele no nosso carro, e assim fizemos. No dia eu estava muito nervosa e excitada, pelas fotos que tinha visto no site, vi que ele era um homem bonito e com um pau bem acima da média, aquilo me deixava alucinada de tesão. Me arrumei toda, coloquei um vestido soltinho, uma lingerie bem sexy e cavada, subimos no carro e lá fomos nós encontrar o comedor que prometia me dar momentos mágicos.

Chegamos no local e ele já estava esperando, paramos o carro, ele entrou, nos cumprimentou e fomos conversando enquanto Roger dirigia para o motel. No caminho, o Marcio no banco de trás, sentado na ponta do banco para seu corpo ficar próximo dos bancos da frente, passava seu braço direito por cima do banco que eu estava e com delicadeza acariciava meu pescoço, orelha e arrancava arrepios de mim. Percebendo isso, o experiente rapaz avançou mais um pouco e agora acariciava meu colo pelo decote generoso que eu usava.

Chegamos no motel, entramos com o carro na garagem e nos direcionamos para o quarto. Chegando lá ele muito gentilmente me deum um beijo delicado e me deitou na cama, pensei comigo “nossa que rápido, já vai me atacar?”, pra minha surpresa, ele levantou meus pés e delicadamente tirou minha sandália, massageou meus pés e os levou até a bocam onde beijou e lambeu meus dedos. Sensação maravilhosa, ainda mais que a essa altura, minhas pernas estavam para o alto e meu vestido já deixava toda minha coxa amostra e aquele cena me fazia ficar cada vez mais excitada.
Olhei para o lado e o Roger estava sentado em uma cadeira, acariciando por cima da calça sua rola dura que claramente fazia um bom volume.

Márcio direciona os meus pés pra cima de sua calça para eu sentir como ele também estava excitado, passamos poucos segundos assim e ele saca o pau pra fora e agora passa a “foder” entre os meus pés e nesse momento pude ver que o tamanho era realmente aquilo que eu tinha visto nas fotos, que pau lindo, não muito grosso mas bem comprido. Nas fotos, ele tinha uma delas que ele estava com seu pau ao lado de uma embalagem e desodorante spray e eram do mesmo tamanho.

Enquanto eu continuava masturbando aquele pau lindo com meus pés, márcio foi tirando sua roupa, tive que parar para ele tirar suas calças e em sequencia ele veio me despir, tirou meu vestido, meu sutiã e com delicadeza minha calcinha, com beijos delicados em minha boceta ainda por cima da calcinha antes de arrancá-la por inteiro.

O Márcio era aquele estilo cafajeste, sabe conquistar uma mulher e quando percebe que a tem nas mãos, faz o que quiser com ela, e eu estava louca para ele fizesse tudo comigo. O safado se deitou na cama com as costas apoiada na cabeceira e eu entendi prontamente o que ele queria, me posicionei em sua frente para abocanhar aquele mastro, ficando de 4 em cia da cama. Depois de alguns segundos chupando aquele pau, olhei para o lado, procurei os olhos do meu marido e perguntei: “vai ficar olhando?”, sem demora meu namoradinho, que já estava pelado, se posicionou atrás de mim e delicadamente começou a me comer. Imediatamente passou pela minha cabeça “isso meu corno, ajuda a abrir caminho para a tora que está prestes a me lacear.

Após alguns minutos nessa posição, Marcio se levanta e eu entendi que agora era a vez dele, e o corno também entendeu e assumiu o lugar na minha frente para que eu o chupasse. Enquanto chupo meu namorado ainda de 4, fico ansiosa esperando meu macho colocar a camisinha e se posicionar atras de mim. Quer gozar olhando minhas fotos e videos peladinha enquanto lê meus conto? me chame 4,1,9,9,6,2,3,6,5,6,1 vc vai amar meus packs e quem podemos sair rs, também pode me procurar no insta Renatavonsk

Marcio se aproxima em cima da cama, passa a cabeça da sua rola na entrada da minha boceta e aos poucos vai deixando aquela rola toda deslizar para dentro de mim. Involuntariamente tiro o pau do meu namorado da minha boca, empino meu corpo pra trás e com um sorriso misturado com um gemido delicioso deixa claro para meu namorado que estava sendo devorada.

Aquele pau me comia de uma forma deliciosa, gemia gostoso com as enfiadas vigorosas na minha boceta, mas o safado queria mais, já sentia isso quando passou a enfiar o dedão no meu rabo. Naquela altura não tinha forças nem vontade de dizer não e o comedor nato que era o Marcio, sabia que podia fazer o que quisesse da puta que eu havia me tornado em cima daquela cama e assim o fez, me deitou de bruços na cama com as pernas abertas e passou a pincelar a cabeça daquela rola na entrada do meu cú, quando em um segundo de sanidade esbocei a fala “não, no cu não” ele já tinha enfiado mais da metade e não me restou mais nada a não ser tentar relaxar, mas parecia impossível acomodar aquele mastro no meu rabo. Marcelo percebendo que estava com dificuldades, mudou a posição, me deixando ainda de bruços só que com uma perna flexionada, ficando meu de lado, veio por cima de mim com uma perda no meio das minhas e outra pelo lado de fora do meu quadril e lá vem ele novamente enfiando aquela rola no meu cu. Dessa vez foi menos incomodo, o filho da puta sabia foder uma mulher. Comeu gostoso meu cu por um bom tempo, até que gozei naquele pau. Ele percebeu e parou um pouco para que meu namorado pudesse ver o estrago que ele tinha feito.

Tomei um folego, beijei meu namorado e me posicionei de pernas abertas para que ele visse comer minha boceta, ele assim o fez e socou bem forte, como se soubesse que estava arregaçada e precisaria de força para me dar o mesmo prazer que aquele macho havia me dado.

Quando ele viu que estava morrendo de tesão e prestes a gozar, olhou pra lado e viu que o Marcio estava de pé ao lado da cama, com o pau duro e já com uma nova camsinha. Meu namorado, corno gentil, se vira pra mim e pergunta “quer gozar de novo na rola dele?” sem pestanejar e sem sentimento algum de culpa, solto um sonoro SIM. Ele sai de cima de mim abrindo espaço para aquele macho que se posiciona entre minhas pernas e envia aquela rola dentro de mim.

Ele ergue seu tronco possibilitando que o pau entre mais fundo na minha boceta. Naquela hora não tinha mais pudor algum, estava entregue aqueles dois machos me fodendo e descaradamente passo a falar em meio a rugidos de prazer:

“Caralho, que delícia, enfia esse pau, vai soca na minha boceta, me faz gozar”

Meu namorado em um movimento rápido pega o celular e consegue registrar esse momento onde o macho me faz realmente uma vadia em cima da cama. Depois de bombar forte na minha boceta ele tira o pau de dentro, rapidamente tira a camisinha e me presenteia com um banho de porra quente delicioso. Aquele esperma lava minha barriga, peitos, meu rosto. Lembro somente de passar a língua em meus lábios em busca de gotas de porra que espirraram na minha boca.

Agora era a hora de terminar o banho com a porra do namorado que já estava com o tesão acumulado esperando sua vez e lá veio ele me comer toda suja de porra, não chegou a durar um minuto e também tirou seu pau de dentro de mim e completou a lavagem do meu corpo com mais porra quente. Quer gozar olhando minhas fotos e videos peladinha enquanto lê meus conto? me chame 4,1,9,9,6,2,3,6,5,6,1 vc vai amar meus packs e quem podemos sair rs, também pode me procurar no insta Renatavonsk

1 comentário em “Advogado me devorou na frente do corno”

Deixe um comentário