Mulher de Amigo

No passado sempre li os contos, nunca imaginei que teria uma história para compartilhar, mas aconteceu a 3 meses….
Tenho um amigo chamado Flávio o mesmo veio morar no meu bairro quando adolescente e ficamos amigos, ele também estudava na mesma escola, lá ele conheceu Letícia e começaram a namorar, uma relação de idas e vindas, mas que nunca acabava.
Terminado o ano letivo ele se mudou novamente, tendo então se casado com Letícia, mas a relação conturbada permanecia igual, mantivemos a amizade por longo tempo, mas devido a vida adulta e as responsabilidades nos encontrávamos cada vez menos.


Letícia muito bonita, loira, branca, 1.75, 70 kgs. Em uma quarta feira, eu estava de folga do trabalho, e aproveitei o dia para resolver algumas pendências, precisava comprar uma peça para o carro, fui até um bairro distante, ao passar em uma rua, vejo uma moça lavando a calçada, é Letícia, que a muito eu não via, dei uma diminuída, buzinei e comprimentei, nisso ela disse, quando tempo, entra um pouco tomar um café, sem maldade nenhuma acabei aceitando, tudo uma grande conhecidencia.
Ao preparar e servir o café começamos a conversar sobre a família, de cara perguntei do Flávio, ela disse que ele estava trabalhando e o filho deles na escola, e ela perguntou da minha esposa, dos meus filhos até aí nada demais também.
Quando tomávamos o café, perguntei se ela não pretendia ter mais filhos afinal de contas eles só tinham 1, ela disse que não, devido as dificuldades e falou que filho estragava o corpo, e de fato ela estava com tudo em cima, nisso ela me devolveu a pergunta, se eu pretendia ter mais filhos, eu disse que não, 2 já eram mais que o suficiente e que inclusive eu já havia operado “vasectomia”
Ela disse que bom, agora não tem mais preocupação, porém mostrou um certo desconhecimento sobre o resultado da cirurgia, me perguntou se não era estranho não sair mais nada kkk, eu respondi, que não era assim, que continuava tudo normal, com a diferença que agora não poderia engravidar mais, confesso que nesse momento comecei a ficar excitado.
Ela falou nossa sério que não muda nada, eu disse sério, foi quando eu fiz uma brincadeira e disse, fica tudo igual, quantidade, cor, textura, só não vou poder falar o gosto porque nunca esperimentei KKK, nisso ela deu uma risada e disse podemos descobrir, mas achei que ela estivesse brincando, apesar que nesse momento meu pau, pulsava dentro da calça.
Ela disse tô falando sério queria experimentar, eu perguntei nossa não tem perigo de chegar ninguém, ela disse que não.
Ela estava sentada e eu em pé, fui mais próximo ela abriu meu zíper abaixou minha calça, meu pau parecia uma pedra, ela começou a chupar que delícia, ela babava muito, deixando meu pau lambuzado e também acariciava e beijava minhas bolas, eu por ser circuncisado, tenho pouca sensibilidade na cabeça do pênis então aguento um bom tempo no oral, em determinado momento ela foi chupando e lambuzando o dedo também, ia massageando minhas bolas mas a mão descendo cada vez mais, massageando, a sensação incrível até que ela começou fazer um carinho na portinha nunca tinha feito isso derrepente ela socou o dedo todinho fazendo um fio terra delicioso, nunca tinha experimentado, assim que ela introduziu o dedo, gozei na hora, enchi a boca dela de leite, e ela não desperdiçou uma gota sequer engolindo tudo.
Ela disse que adorou o sabor, não muda nada mesmo….pra não me me estender vou ficar por aqui qualquer hora apareço pra contar o final dessa história.

Deixe um comentário

CAPTCHA