Do aplicativo para o motel

Nos conhecemos em um aplicativo de relacionamento e começamos a conversar, percebemos que tínhamos muitas fantasias em comum.

Eu, de uma cidade pequena onde jamais imaginei conversar com alguém sobre esses assuntos com tamanha liberdade.

Os dias foram passando e a vontade de transar com ele só aumentava.

Finalmente, após uns 20 dias de conversas excitantes, ele veio para minha cidade.

Fomos ao pesqueiro, chegando lá começamos a conversar e trocar alguns beijos… a vontade de foder com ele só aumentava a cada beijo e cada toque dele, e podia perceber que ele estava louco de vontade também..

Tomamos uma cerveja e antes mesmo de terminarmos decidimos ir para outra cidade onde tinha um motel…

O caminho parecia uma eternidade, trocamos algumas carícias no carro, e cada vez que sentia a mão dele sob minha coxa, sentia que minha bucetinha ficava mais molhadinha para ele.

Chegamos ao motel e fomos logo nos beijando, a cada beijo dele umA onda percorria o meu corpo. Foi então que tirei a camiseta dele e ele abaixou a parte de cima do meu vestido. Eu estava sem sutiã e ele logo colocou meus seios em sua boca o que me deixou louca de vontade de sentir a boca dele na minha bucetinha… terminamos de nos despir e o desejo só aumentava.

Nos beijamos muito e ele propôs que fizemos o 69, afinal eu nunca havia feito.

Que delicia sentir aquele pau em minha boca enquanto sua língua tocava minha bucetinha. Uma sensação incrível, estava tão excitada que mal conseguia me concentrar naquele pau delicioso.

Ele então colocou a camisinha e começou a me comer. Confesso que sentir aquele homem entrando e saindo de dentro de mim me levou a loucura, então ele me fodeu de 4 como já havíamos imaginado em nossas conversas. Ele era delicioso.

Ele gozou e ficamos ali parados trocando alguns beijos. Eu estava louca de vontade de sentir mais ele em mim. Os beijos foram se intensificando, agarrei o pau dele e comecei a atiça-lo, não demorou muito e ele estava duro de novo. Logo se levantou e colocou seu delicioso pau em minha boca, fui saboreando ele. Dessa vez eu fui por cima, cada vez que meus seios encostavam sob o corpo dele, eu desejava que ele me fodesse com força, mil ideias me passavam pela cabeça, todas as vontades que tínhamos em comum. Mas naquela ocasião eu só queria beija-lo e sentir seu pau dentro de mim. Eu estava louca por ele. Mudamos a posição e dessa vez ele disse pra colocar de ladinho, seus movimentos eram rápidos, peguei uma de suas mãos e coloquei sobre meu seio, enquanto sentia ele me penetrando.

Ele veio por cima novamente e foi me fodendo com mais força, sem parar. A expressão de tesao no rosto dele me fazia desejar que aquilo não acabasse. Ele foi para o chuveiro e fui atrás, mais alguns beijos e minha mão percorrendo o seu pau novamente. Minha vontade era ajoelhar e fazer um boquete pra ele, mas não resisti quando ele pegou a camisinha de novo, me disse para virar para a parede e me comeu ali…

Ele era tão gostoso quanto eu imaginava..

1 comentário em “Do aplicativo para o motel”

Deixe um comentário