Mamando os Peitos da Titia

Meu nome é Paulo e eu vou contar o dia que eu perdi a virgindade com a minha tia, a tia Claudia seria uma mulher muito bonita se não tivesse acima do peso, com seus olhos azuis pele clara e cabelos loiros. mas quando se é jovem vc ñ liga pra isso se te oferece vc come. mas enfim, quando eu era menor eu visitava a titia com frequência mas eu parei com o tempo, mas depois que meu tio morreu ela ficou muito solitária, então decidi visita-la, liguei pra avisar e fui passar uma semana lá. a titia me recebeu muito bem, afinal ela ñ teve filhos e desde d pequeno eu era o xodó dela. ela me abraçou e beijou e depois me deu um presente bem suspeito, mas nem pensei nisso na hora, pois o presente era 5 cuecas boxe, naquela época as cuecas boxe tavam entrando na moda e ganhar uma era o máximo. eu aceitei o presente muito feliz, e a titia disse:

 

Ler maisMamando os Peitos da Titia

Fodendo a Tia Boazuda

Odete chega em casa vindo da cidade cheia de pacotes. Entra na garagem cantarolando abre o bagageiro da camionete e durante alguns minutos leva para dentro de casa todas as compras que fez. Está alegre como nunca esteve. Seu único sobrinho, que mora na capital, vai chegar em dois dias. Ele está trazendo Maira, sua noiva. Vai se casar e a moça que escolheu é uma menina linda e muito prendada, que Odete, conheceu quando foi à capital e se simpatizou muito com ela.

Fernandinho é o seu parente mais chegado, pois a mãe dele, Clara, não dá a mínima para a irmã e jamais veio ao sitio de Odete. Dá como desculpa que sua vida na capital é muito agitada e que não tem tempo para nada. Mas Odete sabe muito bem que a verdadeira razão foi o arranca rabo entre as duas, quando a surpreendeu na cama com o seu marido. Mesmo depois que soube que Clara não teve nenhuma culpa no acontecido, a relação entre as duas anda continuou estremecida.

O seu ex marido, chegou em casa de surpresa e vendo a cunhada saindo nua do banheiro, pois não havia ninguém em casa; a agarrou a força e mesmo lutando muito, se viu arrastada para o quanto e foi estuprada com muita violência. Clara demonstrou para a irmã os hematomas ocasionados pelos socos e tapas recebidos quando lutou para se defendeu do ataque de Ezequiel. Isto aconteceu há pouco mais de oito anos, mas ainda está bem vivo na memória das irmãs.

Ler maisFodendo a Tia Boazuda

Chupando a buceta da madrasta gostosa

Meu nome é Kátia, tenho cintura fina, um bumbum durinho e seios satisfatórios para uma novinha de 19 anos. Eu me considero hetero, porém depois desse final de semana já não sei …
Sou filha de pais separados e como sempre fui passar o final de semana na casa do meu pai, chegando lá minha madrasta me avisou que ele foi viajar a trabalho, e pediu pra que eu ficasse lá com ela que domingo logo após o almoço ele já estaria de volta.
conversamos, rimos, como sempre, pedimos pizza e cheguei até a beber uma taça de vinho com ela, ela é uma mulher adimiravel… 43 anos, baixinha, com seios enormes e durinhos, um bumbum empinado e gostoso, daqueles de deixar qualquer homem babando, cabelo cacheado e uma simpatia maravilhosa. Entre uma risada e outra ela disse que era melhor irmos deitar, pois já estava tarde, se aproximava da meia noite. Eu não retruquei, disse que ia tomar apenas um banho e me deitar, passei uma agua no corpo e fui pro quarto, quando estava quase me deitando ela saiu do banheiro. Com um pijama transparente ela veio rindo, comentando sobre algumas coisas que haviam acontecido no dia dela. Por uma hora ou outra confesso que me distrai naqueles seios, porem me deitei e fiquei na minha.

 

Ler maisChupando a buceta da madrasta gostosa

Brincadeiras eróticas entre primas

Eu e Aline nunca fomos boas amigas. Apesar de termos nascido no mesmo dia, sermos primas, termos a mesma idade e estudarmos na mesma sala, nunca nos batemos. Até nossos aniversários eram juntos.
Pois bem, crescemos, Aline cada dia mais chata e metida. Saíamos juntas raras vezes. Depois que nos formamos, as coisas melhoraram um pouco e até fui passar uns dias com ela na casa da avó, distante de onde morávamos uns 700km. Foi nessa viagem que algo inusitado aconteceu.

Ainda na ida para lá, conhecemos alguns garotos que tinham o mesmo destino que nós. Por mais estranho que parecesse, eram primos distantes da Aline, que ficou toda afoita e espevitada como era, pôs -se logo a dar em cima de um deles. Augusto. O mais bonito dos quatro e o que eu havia me interessado. Fiquei na minha e não comentei nada.

Ler maisBrincadeiras eróticas entre primas

Casal de amigos gays fodendo gostoso

Antônio e Thiago são um casal de amigos bissexuais que tenho, da última vez que os vi transar me excitei muito, não demorou pra eu ficar cheia de vontade de me misturar com eles e fazer um grupal delicioso…

Marcamos na casa de Antônio e chegando lá eu fui logo me despir e ficar a vontade, os dois ficaram conversando e bebendo cerveja, enquanto eu me ajeitava no quarto, naquela imensa cama de casal. Quando eles chegaram, Juca já estava excitado por algum motivo e chamei ele pra me fazer carinhos, Antônio logo foi tirando sua calça e mostrando sua calcinha (eu havia dado a ele de presente alguns dias atrás), aquele homem iria ser a putinha da transa, ele adorava aquilo.

Antônio se pôs de quatro na cama, ainda de calcinha, e começou a acariciar sua bunda, aquilo era uma cena louca de filme pornô, parecia que o fetiche dele havia subido pra cabeça, ele estava se realizando como putinha. Juca rapidamente começou a beijar seu macho (ou sua puta, como preferirem) e ficaram alí se pegando na minha frente.

Ler maisCasal de amigos gays fodendo gostoso

Peguei o meu pai vendo um filme pornô gay

Meu Nome é Joaquim sou negro puxei a família de minha mãe, vinte e três anos, com um metro e noventa de altura, cabeça raspada e um cavanhaque que acho que me deixa bem charmoso e um corpo depilado e forte forjado pelo trabalho de coletor de lixo o famoso lixeiro, pegar sacos de lixos, as vezes tambores e correr vários km não é fácil mas se tem um lado bom é a definição do corporal que se ganha.

Moro apenas com meu pai desde que minha mãe faleceu há uns três anos e que minha irmã mais velha se casou ano passado. Meu pai se chama Francisco de 50 anos, moreno claro, corpo normal, barriguinha não muito grande e coma carequinha no meio da cabeça deixando os poucos cabelos grisalhos na lateral e trás da cabeça.

Ler maisPeguei o meu pai vendo um filme pornô gay

Sexo no cinema pornô

Meu nome é Thalyta, sou morena clara 1 metro e 69 de altura 32 anos, olhos castanhos, cabelos comprido lisos. Meu sobrenome e a cidade onde moro não vou revelar, por motivos óbvios, não quero ser identificada.
O que aconteceu comigo no ônibus, mudou toda minha vida sexual, eu agora estou sempre pensando em sexo, acessando sites de contos eróticos, e videos que eu nem imaginava que existiam.

Por um período depois da minha primeira aventura, eu comecei a procurar mais meu marido, ele tirou férias, e neste tempo nossa vida sexual ficou bem mais animada, porém, assim que ele voltou ao trabalho, começou a chegar todo dia cansado, e nosso relacionamento esfriou novamente. Tentei resistir por um tempo, mas acabei me rendendo novamente aos meus desejos secretos.

Ler maisSexo no cinema pornô

Deixando o papai da minha amiga me comer gostoso

Olá pessoal hoje vou contar um relato que aconteceu comigo. Na época eu tinha 17 anos e sempre fui bem assanhada, Tenho 1, 68 peitos grandes bunda grande que chama muita atenção cabelos iluminados até o umbigo, sempre chamei atenção pelo meu belo corpo sorriso e simpatia.

Quando eu tinha 17 anos costuma ir na casa da minha melhor amiga de infância a Talita. Eu e Talita fazíamos tudo juntas, estudávamos, saíamos, e assim vai no dia do aniversário de 17 anos da Talita fizemos uma festa na casa dela eu coloquei um shorts jeans bem apertadinho marcando minha xaninha e um tomara que caia Talita estava com um vestido azul marinho curtimos a festa até que seus pais foram se deitar e nós ficamos na sala comendo oque havia sobrado da festa e assistindo filmes.

Ler maisDeixando o papai da minha amiga me comer gostoso

Fui Putinha de pai e do filho na viagem

Olá meus amigos, volto aqui para narrar mais um conto erótico com as minhas putarias e que vocês tanto adoram

Como gostamos de passear bastante meu marido e eu resolvemos fazer uma viagem curta até uma cidade do interior. Como havíamos pegado uma folga em nossos trabalhos, iríamos na sexta e voltaríamos no domingo à noite. Fazia muito calor no dia em que saímos, então coloquei um shortinho branco bem curto, calcinha fio, rosinha, blusinha decotada preta e fui bem vadia dentro do carro, às vezes algum caminhão passava ao lado e buzinavam me chamando de gostosa, meu marido me chamando de safada dizendo que eu adoro chamar a atenção dos machos.

Ao chegarmos no hotel que tínhamos reservado, meu marido ficou na recepção fazendo o check in, enquanto eu resolvi subir até o quarto, pois estava com vontade de usar o banheiro. Quando estava subindo a escada dei de cara com um homem delicioso que chegou fazer minha buceta piscar, um senhor na faixa de 50 anos que saberia depois ter 53, mulato de altura mediana, forte e uma cara de safado que deixava qualquer mulher safada com tesão. Ele me cumprimentou e quando passou percebi que me olhou descaradamente, aquilo me deu mais tesão ainda.

 

Ler maisFui Putinha de pai e do filho na viagem