Um casal de 3 ou 4

Uma quase penumbra transformava todas as cores do ambiente num tom de bronze levemente rosado.
E foi nesses tons que eu aos poucos fui identificando as formas, num olhar que vinha desde a janela na parede oposta. Me fixei por alguns segundos nos contornos de Janaina. Deitada de bruços, na beirada da cama de casal próxima à janela, as sombras do quarto valorizavam ainda mais as belas formas de suas curvas. Por instantes aumentei o ritmo dos movimentos da minha mão direita, que me consolava por estar relegado à função de espectador na cena armada na cama de Janaína. Me imaginei deitado sobre ela, me esfregando naquela bunda maravilhosa e, quem sabe, num incontrolável estado de excitação, ela me implorasse para penetrá-la.
Mas Janaina era também uma espectadora e era isso que a excitava. Entre nós dois, sobre a outra metade da cama, Samara, deitada de costas, também completamente nua como todos nós, repetia duas únicas silabas entre gemidos e suspiros: – Ai, Ro.

Ler maisUm casal de 3 ou 4

Comi a esposa do meu cunhado

Olá amigos tudo bem com vcs ?
Venho aqui relatar aventura com esposa do meu cunhado,uma magrinha muito deliciosa e delicada.
Já relatei alguns contos eróticos,aventurar com a minha esposa,com irmã da esposa,prima da esposa e agora com a esposa do meu cunhado.
Eu estou preste a completar 40 anos ,sou branco,1,76 de altura,89 kl,boa aparência,cabelo castanhos e baixo e uma pica de 19 cm e grosso.
Eu trabalho a noite e estava no outro fim de semana em casa e meu cunhado me ligou na sexta dia 15/04/20 e perguntou se eu poderia descascar a parede de sua casa,pois ele tem renite e a poeira judia dele e que ele me pagaria por isso e iria aproveitar a pescar com seu pai .]

Ler maisComi a esposa do meu cunhado

A colega da academia

Olá ! deixa eu contar a história de uma mulher que estou com ela como minha amante atualmente, vou dizer que o nome dela é Fábia, bom vamos é a história que é um pouco longa.
Nós treinamos na mesma academia, ela certamente é a mulher que tem o corpo mais perfeito da academia, pelo menos das do horário que fazemos, e aos poucos fomos começando a pegar amizade fomos conversando sobre treino e logo outros assuntos, ela disse que mora com uma amiga que namora mas o namorado só se vem nos fim de semanas, eu também fui me abrindo um pouco, fui bem sincero disse que sou casado, mas não sou nenhum exemplo de fidelidade, a amizade e do desejo um pelo outro foi crescendo, um dia eu a ofereci uma carona para levar ela em casa, sendo que o meu carro ficava na rua de trás da academia onde eu conseguia vaga, e era bem escura e quase

Ler maisA colega da academia

Ex gostoso

Tenho um ex que sempre encontro, foi o meu primeiro anal. Ele colocava o carro na garagem em frente ao meu prédio. Louro, sarado, coxas grossas e duras, um gostoso de fazer qualquer uma melar a calcinha. Sempre passava e o via, ele lavando o carro de shortinho pra exibir o coxão. Eu fazia questão de ele perceber que eu estava olhando, até tirava os óculos escuros pra ele ver o meu olhar de tesão.

Tempos depois, começamos a namorar. Sempre fui muito criativa no sexo e inventei uma surpresa uma vez: mandei ele ficar de olhos fechados, enquanto eu, corselet, cinta liga e meia calça vermelhas( calcinha atochada no rabo ) passava calda de morango no pau dele , chupando aquele cacete grosso, com a bunda na cara dele. Mandei que abrisse os olhos e ele arrancou minha calcinha, enfiou o dedo bem fundo no meu cuzinho, me chamando de ” putinha”.

Ler maisEx gostoso

O dia que peguei minha “tia” de consideração

Bom no conto de hj, vou falar sobre uma “tia” como ela dizia ser minha. Sou um jovem de 23 anos moreno, alto e ultimamente dei uma engordada, desde pequeno sempre fui muito ousado e já esperto para os prazeres da vida (+18).

Ela é uma mulher mais velha uns 10 anos, branca, corpo bem feito, as coxas grossas, uma bunda bem grande e seios pequenos, mas lindos.

Certa vez estávamos dormindo na casa da minha avó, e ela estava lá aquela semana pois estava estudando para provas. Eu sempre fui gamado nela, desde quando ela morava com minha avó eu a espiava no banheiro tomando banho, e inumeras vezes me masturbei pensando nela e nas coisas q já vi! Voltando ao assunto…

Ler maisO dia que peguei minha “tia” de consideração

Dra. Diana e o estagiário negro

Cinco minutos depois Diana não se conteve e com seu modo peculiar e discreto saiu da mansão e se dirigiu para a casa do caseiro que estava vazia.
Bene pediu licença da roda em que conversava e se dirigiu ao lavabo. Este estava ocupado. Luis o viu em pé esperando sua vez e lhe indicou então o banheiro na casa do caseiro.
Ele caminhava descalço sem fazer barulho. A porta estava encostada. Bene a abriu e viu uma ampla sala com alguns móveis, a esquerda a cozinha. A direita o quarto, onde banheiro deveria ser lá. Bene fechou a porta atrás de si e foi retirando a rolona pra fora ao se dirigir para o banheiro quando escutou soluços vindo da cozinha!

Ler maisDra. Diana e o estagiário negro

dando meu gozo pro meu ficante

Oi gente , meu nome é Maya hoje vou contar uma aventura que tive com um rapaz
ele veio até mim ´pela 3 vez sempre transamos bem gostoso e ele é aluscinado no meu sexo hoje ele chegou era umas 11hr até minha casa falou maya que saudades de voce eu estava isso na porta eu fui beijando ele peguei pelas mãos levei para meu quarto ali beijei bem gostoso a boca dele deixando o se palavras fui logo desabotoando as calças que era o que importava nesse momento ele ja estava com uma vara dura que nem uma rocha tirei a cueca comecei a chupa lo chupar as bolas dele ele pediu a camisinha eu logo ia pondo na vara dele ele disse não põe no dedo eu puis ele pegou minha mãoe colocou na sua bunda e susurrou no meu ouvido me come delicia nossa aquilo me deixou bem excitada e eu puiz meu dedo na bordinha do cu dele enquanto ele trancava aquele cuzinho e contraia a bunda e fui batendo uma bunheta bem gostosa e ele gozou tudo no meu braço

Ler maisdando meu gozo pro meu ficante

Eu, minha esposa e um amigo

Minha namorada e eu moramos juntos a quase 2 anos agora. Somos praticamente casados. Ela tem 22 anos e eu 27.

Ela já tinha dito que gostaria de fazer sexo a três com outra mulher ou outro homem. Nunca levamos isso pra frente e ficou por alguns meses só em conversas. Apesar disso, sempre fiquei de pau duro só de imaginar outra mulher. Ela achava injusto se só eu comesse uma amiga dela e ela nada. Eu no começo não queria dividir ela com outro homem primeiro.

Até que um dia, ela de tanto falar, fiquei de saco cheio e falei “Você quer que eu chame um amigo agora?”. Ela não acreditou e disse que eu só falava mas não tinha coragem.

Ler maisEu, minha esposa e um amigo