Minha mãe virou meu brinquedo sexual – Parte 1

Minha mãe e eu sempre fomos muito apegados,isso porque sou filho unido de uma relação separada e ela é solteira então sempre me mimou bastante,nos damos selinho,ela anda pelada pela casa sem se preocupar,tomamos banho juntos,dormimos juntos etc,nunca tive nenhum pensamento erótico com relação a ela,isso até depois de um acontecimento que presenciei.
Ela sempre foi uma mulher muito amável,doce e carinhosa comigo porém com outras pessoas ela age com personalidade forte,é uma mulher alta com quase 1.80 que tem presença,apesar de ser bem desleixada para uma mulher de quase 40 anos,ela é bonita,chama atenção de varias pessoas na rua,tem cabelos tingidos de Loiro,uma

pele bem branquinha,peitos grandes,e uma bunda bem arredondada, faz academia nas horas vagas,trabalha e me sustentava sozinha,eu sempre notei q ela era meio carente e solitaria apesar de varios darem encima dela então sempre tentei ser um bom filho,amoroso e respeitoso com ela tbm.

Certa vez lá pros meus 9 anos cheguei da escola cedo e ouvi gemidos vindo do quarto dela,eu fiquei assustado e fui depressa ver o q era mas sem fazer barulho,l sempre desconfiei q ela transava de vez enquando porém não queria acreditar,mas olhei pelo buraco da fechadura do quarto dela e a cena q vi foi ela com as pernas completamente abertas cavalgando encima de uma pica enorme e preta e gemendo igual uma puta,foi apenas uma olhada de 2 segundos mas eu senti inumeras sensaçoes,eu estava eletrico com calor,triste,com raiva,querendo chorar,assustado e extremamente excitado,não queria ver aquilo nem acreditar naquilo então corri pro meu quarto e fiquei la sem saber

oque fazer,a unica coisa q vinha na minha mente era a imagem da grande buceta molhado e madura q ela tinha cheia de pelos morenos quicando encima de um pau a cada segundo fazendo um barulho asqueroso e gosmento q dava pra ouvir até atras da porta,a partir desse dia comecei a olhar pra ela de modo diferente,eu q na maioria das vezes preferia dormir com ela acabei me afastando e tendo nojo de dormir naquela mesma cama q ela dava para aquele homem desconhecido e comecei a criar paranoias e me perguntar se ela fazia isso com todo mundo,nas semanas seguintes eu comecei a não retribuir mais o carinho q ela me dava,ficar arrogante e ignorante com ela,mas ela

continuou sempre um amor comigo,as vezes sentia pena,eu via q ela estava ficando triste com minhas atitudes,mas não conseguia enxergar ela da mesma forma q antes,ela parecia mais como um objeto sexual na minha cabeça.
Olhar ela nua rondando pela casa despreocupadamente me fazia ficar desconfortavel pq sentia algo diferente eu ficava excitado olhando pra ela até mesmo ela estando de roupa,e ficava imaginando coisas,isso me fez começar a me masturbar.Teve algumas vezes em q íamos tomar banho juntos e ela colocava o meu pipi na boca dela,e dava uma

leve chupada,aquilo me fazia ficar bem eréto,ela fazia isso entre os meus 4 e 8 anos,acredito q era apenas por brincadeira,mas era nisso q eu gostava de ficar imaginando quando me masturbava,além é claro daquele bucetão enorme e peludo kikando na rola daquele cara.Um ano depois eu nunca mais tinha visto algo parecido com aquela cena,parecia q ela se arrependeu,pois foi depois disso q eu me afastei dela,e ela nunca mais resolveu fazer algo do tipo em casa de novo,nos não voltamos a ser proximos como antes mas eu imaginando ela como um objeto sexual me fez ter uma grande atração e querer me aproximar para ver se eu conseguia come-la,meus hormonios estavam

queimando,meu corpo pegava fogo só de chegar perto dela e toca-la,nós estavamos assistindo um filme lá pra meia noite,sentados no sofá da sala,ela estava com uma blusa folgada e transparente,sem sutiã,dava pra ver seus bicos,seus peitos estavam quase saltando pra fora de tão grande q elas são,além disso estava usando um short bem folgado tbm q deixava a pepeca marcada,eu obviamente não conseguia prestar atenção no filme direito,então bati uma punheta bem alí do lado dela de tanto tesão q eu tava,pois normalmente faço isso de forma segura e discreta,não sei se ela notou ou não mas ela parecia estar bem sonolenta e fixada no filme para notar,logo após fui no banheiro me limpar e quando voltei ela tinha dormido eu fiquei olhando para aqueles peitos deliciosos morrendo de

vontade de toca-los,eu estava tenso pois ela podia acordar se eu tocasse mas mesmo assim coloquei a mão num deles e comecei a mexer a apalpar com uma desculpa de acordar ela para ela ir pra cama,ela abriu os olhos eu se levantou lentamente e se espreguiçou esticando os dois braços pra cima mostrando suas axilas mal depiladas,seus peitos enormes esticaram a blusa para cima e deu pra ver os pelinhos da xoxota dela q saíam para fora do short nessa hora eu fiquei extremamente quente e louco de tesão admirando o corpo dela,ela se virou e foi para o seu quarto,e eu fiquei olhando aquela bunda deliciosa q seu short azul de pano fino atolado no meu de sua raba dela cobria,e então eu fiquei na sala e bati mais uma pensando na cena q tinha visto a pouco,como eu tinha me afastado bastante e parei de durmir com ela seria estranho se eu pedisse para dormir com ela do nada,ou será q ela ficaria feliz?não sei na

verdade,mas o fato é q eu não tinha coragem de ir lá dormir com ela,já eram 2 da manha e eu com os hormonios a flor da pele lembrei q ela tinha bebido bastante hoje e quando isso acontece normalmente nada acorda ela,e então só de pensar no que estava prestes a fazer meu corpo inteiro queimava e tremia de tesão,mas eu não tava nem aí,eu simplesmente entrei em seu quarto e ela estava toda esticada na cama,deitada de costas as pernas bem separadas que dava contraste para o pacotão que ela tinha,o braço esquerdo todo esticado para o lado e o direito levantado encima da cabeça que descansava fora do travesseiro que estava no chão,com a alça da blusa direita caída expondo completamente um dos seus seios para fora,minha mãe como sempre é uma pessoa desleixada,bem eu fiquei paralisado do lado da cama admirando seu lindo corpo e batendo uma,porém depois de 5 minutos criei coragem

para apalpar o seio que estava a amostra enquanto me masturbava,macio e quente do jeito que eu me lembrava quando chupava eles com 3 anos,isso me fez pensar se eles soltariam leitinho se eu mamasse,então criei coragem de por a boca num eu seu biquinho que estava duro eu dei 3 sugadas enquanto passava a lingua de leve com ele na minha boca,e então meu coração disparou quando ela deu um mini gemido,não sei se foi minha imaginação mas eu rapidamente tirei a boca e guardei meu penes de volta,esperei uns 2 minutos e comecei a passar a mão pelos seu braço lisinho e branco que estava esticado seguindo para seus ombros e sua clavicula,e então desci de novo para seu

outro peito e tentei coloca-lo para fora puxando a sua blusa para baixo,até q aqueles dois pares de tetas estavam a amostra e a minha unica vontade era de meter a boca alí e chupa-los como se não ouvesse amanha,mas apenas passei a ponta da lingua no bico do outro q rapidamente ficou durinho,e depois passei a lingua em volta dele todo,e finalmente criei coragem para ir mais afundo,levantei sua blusa na parte inferior um pouco para cima,e pude ver seus pelos pubianos um que estavam um pouco para fora de seu short,q faziam um tracejado até o seu umbigo,coloquei a mão dentro do short dela e fui descendo devagar até chegar naquele bucetão enorme que dava um grande volume em seu short,meu corpo estava delirando com a tamanha excitação,eu nem estava me tocando,mas acabei gozando,e foi tão maravilhoso,q eu acabei ficando tonto,e deitei na cama dela,logo acabei dormindo alí mesmo.

Deixe um comentário

CAPTCHA