Meu Primo me comendo gostoso

Moramos por muitos anos no Rio, e um primo meu, morava com a gente, ele trabalhava com meu pai, era uns 5 a 6 anos mais velho que eu, adorava andar com ele, pois conhecia tudo, jogávamos bola no Aterro do Flamengo, mais experiente, ele comprava revistas porno para me mostrar, como eramos numerosos, dormíamos todos no mesmo quarto, sendo que meu primo e eu em colchões no chão.

Como falei, meu primo costumava trazer pra casa, revistas porno, eu ficava louco pra ver, mas com o movimento durante o dia não dava, então esperávamos todos dormir, e com uma lanterninha minuscula, nos cobriamos e ficavamos vendo embaixo dos lençois, claro, que de olho na porta, que ficava encostada.

Ler maisMeu Primo me comendo gostoso

Transando Com O Primo Na Casa Da avó

Era mês de julho, época de férias, eu e meus primos costumávamos viajar para Ribeirão Preto sempre neste período para passar as férias na casa de nossos avós. Eu e meu primo Davi éramos os mais velhos dos netos. Ambos estávamos com 18 anos de idade. Ele era moreno , meio musculoso, alto e muito gostoso. Já há algum tempo nos olhávamos de uma maneira ousada… O fato era que tinhamos desejos um pelo outro.

Certa noite todos estavamos à mesa jantando.

Neste dia todos jantamos mais cedo pois meus avós iriama uma confraternização na casa de alguns amigos. Dois de nossos primos, os mais novos, acompanharam nossos avós e Davi e eu ficamos os dois sozinhos em casa jogando xadrez. Durante a partida nossos olhares pareciam quererem revelar que algo estava por acontecer.

Ler maisTransando Com O Primo Na Casa Da avó

Sobrinha Safada Sabe Como Meter com Vontade

Eu tenho 35 anos, sou casado a algum tempo e minha cunhada depois que se separou do marido veio morar aqui com a gente e de quebra trouxe a filha, uma garota linda chamada Camila, que tem 18 anos e tem uma carinha de safada. Ela adora ouvir funk e ficar dançando pela sala usando um shortinho.

Várias vezes já peguei a safadinha fazendo isso e corri pra o banheiro para tocar uma bronha. Minha mulher e minha cunhada trabalham juntas num call center e por isso as vezes elas dão plantão e eu acabo ficando só em casa com minha sobrinha e confesso que nunca foi fácil ver essa gatinha dos peitinhos durinhos, bunda empinadinha e cara de ninfeta ali todos os dias e ter que me acabar na punheta, mas a minha sorte acabou mudando depois de um tempo.

Ler maisSobrinha Safada Sabe Como Meter com Vontade

Traindo o maridão sendo enrabada gostoso por quatro roludos

Oláaaaaaaaaaaaaaaaa galera tudo bem? Mais uma vez neste maravilhoso site narrando fatos reais, sem qualquer pitada de ficção ou mentira. Como sabem sou uma mulher madura (51 anos), mas muito bem conservada e sedenta por sexo sem limites.Admito até uma força moderada. Gosto de levar palmadas nas nádegas (que podem ser fortes o suficiente para marcar)e tê-las arranhadas com as unhas. Gosto que puxem meu cabelo com forças e de levar uns tapas no rosto (socos não). Como já sabem sou casada há aproximadamente 25 anos com um homem fraquíssimo em todos os sentidos. Péssimo amante, péssimo amigo, péssimo marido, péssimo tudo. Um fracasso total. Só conheci os prazeres do sexo depois dos 45 anos. Antes nem o papai com mamãe era constante. Depois que passei a traí-lo não parei mais. Perdi o freio na ladeira. Até os 45 anos nunca tinha feito sexo anal ou oral. Acreditem. É verdade.Descobri o intenso prazer do sexo anal. Posso dizer que gozo mais pelo cu do que pela boceta. Se eu tivesse direito a uma foda só, com certeza gostaria de foder pelo cuzinho. Gosto que me penetrem a seco, sem lubrificante.Gosto de sentir o pênis me invadindo centímetro por centímetro. Fico com muita tesão quando sinto a cabeça roçando nas minhas pregas.Adoro chupar e engolir o sêmen ou de senti-lo besuntando o meu rosto. Sinto imenso prazer em ser fêmea e dar ao meu macho todo tipo de prazer. Gosto que o meu homem me xingue de puta, vagabunda, piranha, cadela etc.

Ler maisTraindo o maridão sendo enrabada gostoso por quatro roludos

Saindo com o professor saradão da academia

Olá leitores confesso que no meu primeiro conto tive receio de escrever é mais ainda de publicar; no primeiro conto eu tinha saído com o gerente da agência no banco em qual trabalho mas agora foi com o instrutor da academia! O primeiro conto foi verídico é esse segundo também…vamos lá vou contar!

Estou malhando tem mais ou menos 6 meses após um período em que fiquei relaxada em relação a alimentação e atividade física! No meu primeiro dia o Lucas fez questão de me dar total atenção por ser uma novata, um profissional exemplar e muito respeitoso. Ele é moreno alto e copo bem definido. Logo o mesmo explicou tudo o que eu precisava fazer naquele dia e já informou as atividades a serem feitas naquela semana! Eu fui malhar de calça colada aquelas próprias pra academia e uma blusinha até o umbigo; a academia fica uns 20 minutos da minha residência de carro; como malho a noite vou no carro do esposo! Sempre percebi os olhos de Lucas pra meu corpo, certa vez no agaixamento ele precisou me ajudar e sem eu perceber quando abaixei minha bunda colou nele na subida e descida mas imediatamente ele pediu desculpas e eu disse pra relaxar porque era inevitável não ter aquele contato no exercício; isso foi umas 5 vezes na mesma seção; confesso que adorei não vou

Ler maisSaindo com o professor saradão da academia

Traindo meu marido com o meu cunhado

Meu nome é Fernandinha, tenho 24 anos 1, 67 de altura e 87kl (sou do tipo gordinha gostosa) tenho seios médios, bumbum e coxas avantajados.
Sou casada a 7 anos e confesso que nunca tinha traído meu marido com ninguém, porém nosso casamento estava em uma crise a meses e nesse dia nós tínhamos brigados e ele tinha falado que ia embora e que era o fim do relacionamento.
Nessa Noite quando fui mexer no celular vi uma mensagem do meu cunhado que é namorado da irmã do meu marido, (eu nunca tinha conversado com ele intimamente nós não éramos muito próximos).
Ele tem 26 anos mais ou menos uns 1, 80 de altura e uns 75kl.

Ler maisTraindo meu marido com o meu cunhado

A primeira vez com a Tia Rita

Sempre tive tesão por velhas, desde que me lembro. A primeira velha que fudi, tina eu nus 13/14 anos, e ela era a Tia Rita ( não era minha tia, mas era como a chamávamos ) , tinha sido abandonada pelo marido há mais de 10 anos, tinha 68 anos e vivia sozinha.Eu já andava com tesão por ela,quando passava pela casa dela para levar ovos que a minha mãe mandava.Quando ela estava sentada no sofá estava sempre de pernas abertas, e eu claro ficava vermelho só por ela dizer alguma coisa por eu estar a olhar para as pernas dela.Até que uma manhã em que la fui levar ovos a casa da tia Rita, quando la cheguei ela estava a matar galinhas no quintal e pediu que eu esperasse até que ela acabasse a matança.Bem eu lá esperei e ela de costas para mim e eu a olhar para aquele cu que reparei que estava bem delineado.Ela de pé, dobrada para a frente, eu enchi-me de coragem e a tremer de tesão e medo, espreitei-lhe por baixo da saia, e ela não trazia cuecas por baixo.Fui demais, quase que caia ao ver aquilo. E lá sempre que ela se dobrava eu espreitava para ver a sua cona.Até que ela me viu espreitar. Fiquei cheio d emedo que fosse dizer

 

Ler maisA primeira vez com a Tia Rita