Adriany Cdzinha Safadinha

O supermercado estava lotado aquela noite, e estava um pouco friozinho , um vento meio que gelado soprava entre um corredor e outro, mas eu precisava ter ido ali , pois estava com vontade de comer batata de micro ondas com suco de uva.(Gosto muito de uva apesar de não beber bebida que contenha Álcool).

Estacionei o carro la fora mesmo , pois era só isso que iria comprar,estava louco pra voltar pra casa era terça feira e não tinha programado nada para aquele dia.

Peguei uma cestinha e fui até a seção de frios no final do corredor a esquerda ,entre uma olhada e outra tive que voltar quando vi uma coroa de calça legue branca parada escolhendo uma lampada na seção elétrica Uma bunda enorme com a marca da calcinha bem pequena enfiada todinha dentro dela, me deixou excitado, dei a volta por de trás do corredor pra não chamar a atenção e fingi estar escolhendo umas pilhas.

Ler maisAdriany Cdzinha Safadinha

Comido pelo traveco dotado

Meu nome é Jorge sou moreno alto e sempre me achei hetero, mas sempre tive uma queda por travesti, mas nunca havia realizado nada. As vezes trabalhava até de madrugada e ao sair do trabalho passeava por onde eles fazem ponto para ver aquelas delicias que permeavam minha imaginação. Uma dessas noites sai já era 4:00hs da manhã era Terça para Quarta-feira, e ao passar pelos pontos vi uma linda travesti loira, bronzeada grande com seios enormes e usando uma calcinha fio-dental branca, pedindo carona. As ruas vazias resolvi parar e dar uma carona para ela.

Ler maisComido pelo traveco dotado

Pegando a CDzinha novinha

Deixa eu me apresentar: Maduro, 50 anos, casado, ativo, 174m, 78kg, castanho, fios brancos, olhos verdes, peludo normal… Curitibano morando em São Paulo há poucos anos…
Conheci a Carol ao receber uma resposta de um anúncio que coloquei procurando uma Cdzinha lisinha novinha.
De início foram aquelas perguntas e respostas padrão.. como vc é, mora onde, etc.
Trocamos whats e a conversa foi esquentando com a troca de nudes. Ela tinha 20 aninhos, lisinha, 1,60m, branquinho, cabelinho curto, toda meiga e afeminada, até o pézinho era delicado e bem cuidado. Uma princesinha perfeita. ela procurava um cara maduro e experiente para iniciá-la, então foi um encantamento mútuo logo nas primeiras conversas.

Ler maisPegando a CDzinha novinha

Dando muito na orgia com 3 travestis

Olá tudo bem? Já falei da minha iniciação na infância e com animais, da minha primeira chupada e sentada em um pau de homem, da primeira vez que um travesti me comeu de quatro e gozou em minhas costas. Venho agora relatar fatos que aconteceram quando tinha mais ou menos 30 anos. Eu estava namorando com uma menina aqui da cidade, mas havia passado a tarde toda de sábado bebendo, cheirando cocaína e enfiando coisas no meu cú. De noite fomos para uma festa no parque de exposições agropecuárias aqui da cidade. Chegando lá arranjei um meio de ir embora.

Ler maisDando muito na orgia com 3 travestis

Minha primeira vez como boneca

Quando eu ainda era adolescente, fui passar as férias na casa de meus tios. Eu e meu primo tivemos de ficar no mesmo quarto e ele não gostou nem um pouco dessa invasão. Ele me tratava mal e fazia questão de mostrar que eu não era bem vindo.
Certo dia, meus tios precisaram viajar e eu senti que teria problemas. Eles iriam passar quatro dias fora e nesse tempo eu ficaria sozinho na casa com meu primo.
Eles viajaram na manhã da quinta-feira e assim que o carro deles desapareceu no horizonte, o meu primo me chamou e falou firme que, se eu não quisesse apanhar, teria que fazer o que ele mandasse, já que a mãe dele não estava mais lá pra me defender.
Eu fiquei calado e fiz que sim com a cabeça.

Ler maisMinha primeira vez como boneca

Virando putinha pelo telefone

Naquele dia eu acordei ansioso e cheio de tesão. Bruno tinha ficado de ligar às 7:30. Até às 8 horas não haveria ninguém em casa eu ficaria só por conta dele.
Eu tinha me vestido como ele pedira: uma calcinha rosa e um baby doll também rosa com estampa da Penélope charmosa. Estava uma perfeita menininha para o meu macho.
Às 7:30 em ponto ele ligou. Atendi da cama. Ele foi logo falando com a sua voz grossa e máscula:

Ler maisVirando putinha pelo telefone

Minha primeira vez com uma travesti safada

Certa vez, não foi à noite, mas durante uma manhã, passando pela praça central da cidade, quando reparei uma moça diferente, cabelos negros e compridos, toda faceira e oferecida, tal como gosto. Ao passar por ela, deu-me um piscar de olhos, um lindo sorriso e me convidou bem suavemente, com uma meiguice na voz : “oi gato, vamos fazer um programinha juntos?”
Parei, elogiei-a, agradeci, disse-lhe gentilmente que uma outra hora… E continuei a caminhar em direção ao banco, aonde ia.

Ler maisMinha primeira vez com uma travesti safada

Minha filha e sua amiga travesti

Todo homem que cria ou já criou uma filha sozinho sabe da dificuldade que é… E comigo não foi diferente! Tenho 39 anos e desde os 30 me viro para criar minha filha, que se chama Juliana, sozinho. Consegui aos trancos e barrancos até ela chegar à faculdade. Logo nos primeiros dias em que fui buscá-la na aula, ela me apresentou sua amiga Lia, da mesma idade que ela, 18 anos. Ao dar um beijo na minha filha, dei dois beijinhos em Lia que se assustou, acho que ela não devia estar esperando.

Em outras vezes que fui buscar Juliana fiz questão de beijar Lia também. Mas foi apenas uns meses depois que Juliana foi me contar que Lia não era Lia, e que seu nome verdadeiro era Leonardo. Fiquei chocado! Lia ou Leonardo tinha uma beleza incomum: ruivinha, cabelos curtos, seios pequenos e uma bundinha tão redondinha que era quase impossível pertencer a um rapaz.

Ler maisMinha filha e sua amiga travesti

Sexo grupal com travecos fogosos

Gostaria de contar a todos este conto erótico impressionante que aconteceu comigo, alguns dias atrás. A dois meses atrás estava passando na rua e vi uma bela loira de 1.77m de altura gostosa demais, dei uma buzinada, ela se virou vi que era linda, e retribuindo me deu um sorriso, então parei o carro ela veio ate mim se apresentou com o nome de Vanessa, mas eu notei algo estranho em sua voz, notando que se tratava de um travesti, e como eu tinha uma fantasia de transar com travestis continuei o papo, perguntei onde ela estava indo então resolvi lhe dar uma carona, no meio do caminho ela se abriu dizendo que era travesti e se eu não me importava, eu respondi que não que ainda tinha a maior vontade de transar com travestis, chegamos no local onde ela desceria trocamos telefones para combinarmos de sair. No dia seguinte a noite fomos ao cinema, e após fomos para o motel, quando ela tirou a roupa na minha frente não resisti ao tamanho da sua rola de 20cm e cai de boca, então ela me virou de quatro e rompeu o cabacinho do Cu foi fantástico e gozei feito um louco. Continuamos a sair sempre trocando ativo e passivo, ate que um dia ela ligou falando que queria visitar uma amiga e queria que eu fosse junto.

Ler maisSexo grupal com travecos fogosos

Minha primeira vez como boneca dotada

Quando eu ainda era adolescente, fui passar as férias na casa de meus tios. Eu e meu primo tivemos de ficar no mesmo quarto e ele não gostou nem um pouco dessa invasão. Ele me tratava mal e fazia questão de mostrar que eu não era bem vindo.
Certo dia, meus tios precisaram viajar e eu senti que teria problemas. Eles iriam passar quatro dias fora e nesse tempo eu ficaria sozinho na casa com meu primo. Eles viajaram na manhã da quinta-feira e assim que o carro deles desapareceu no horizonte, o meu primo me chamou e falou firme que, se eu não quisesse apanhar, teria que fazer o que ele mandasse, já que a mãe dele não estava mais lá pra me defender.
Eu fiquei calado e fiz que sim com a cabeça.
– Muito bem. – disse ele, satisfeito. É assim que eu gosto. Você vai fazer tudo que eu disser, entendido? Para começar, você vai fazer todo o serviço da casa. Vai lavar a minha roupa, varrer a casa e fazer comida para mim, entendeu?
Fiz que sim com a cabeça, com medo da reação dele.

Ler maisMinha primeira vez como boneca dotada