Traindo o maridão sendo enrabada gostoso por quatro roludos

Oláaaaaaaaaaaaaaaaa galera tudo bem? Mais uma vez neste maravilhoso site narrando fatos reais, sem qualquer pitada de ficção ou mentira. Como sabem sou uma mulher madura (51 anos), mas muito bem conservada e sedenta por sexo sem limites.Admito até uma força moderada. Gosto de levar palmadas nas nádegas (que podem ser fortes o suficiente para marcar)e tê-las arranhadas com as unhas. Gosto que puxem meu cabelo com forças e de levar uns tapas no rosto (socos não). Como já sabem sou casada há aproximadamente 25 anos com um homem fraquíssimo em todos os sentidos. Péssimo amante, péssimo amigo, péssimo marido, péssimo tudo. Um fracasso total. Só conheci os prazeres do sexo depois dos 45 anos. Antes nem o papai com mamãe era constante. Depois que passei a traí-lo não parei mais. Perdi o freio na ladeira. Até os 45 anos nunca tinha feito sexo anal ou oral. Acreditem. É verdade.Descobri o intenso prazer do sexo anal. Posso dizer que gozo mais pelo cu do que pela boceta. Se eu tivesse direito a uma foda só, com certeza gostaria de foder pelo cuzinho. Gosto que me penetrem a seco, sem lubrificante.Gosto de sentir o pênis me invadindo centímetro por centímetro. Fico com muita tesão quando sinto a cabeça roçando nas minhas pregas.Adoro chupar e engolir o sêmen ou de senti-lo besuntando o meu rosto. Sinto imenso prazer em ser fêmea e dar ao meu macho todo tipo de prazer. Gosto que o meu homem me xingue de puta, vagabunda, piranha, cadela etc.

Ler maisTraindo o maridão sendo enrabada gostoso por quatro roludos