A primeira vez com a Tia Rita

Sempre tive tesão por velhas, desde que me lembro. A primeira velha que fudi, tina eu nus 13/14 anos, e ela era a Tia Rita ( não era minha tia, mas era como a chamávamos ) , tinha sido abandonada pelo marido há mais de 10 anos, tinha 68 anos e vivia sozinha.Eu já andava com tesão por ela,quando passava pela casa dela para levar ovos que a minha mãe mandava.Quando ela estava sentada no sofá estava sempre de pernas abertas, e eu claro ficava vermelho só por ela dizer alguma coisa por eu estar a olhar para as pernas dela.Até que uma manhã em que la fui levar ovos a casa da tia Rita, quando la cheguei ela estava a matar galinhas no quintal e pediu que eu esperasse até que ela acabasse a matança.Bem eu lá esperei e ela de costas para mim e eu a olhar para aquele cu que reparei que estava bem delineado.Ela de pé, dobrada para a frente, eu enchi-me de coragem e a tremer de tesão e medo, espreitei-lhe por baixo da saia, e ela não trazia cuecas por baixo.Fui demais, quase que caia ao ver aquilo. E lá sempre que ela se dobrava eu espreitava para ver a sua cona.Até que ela me viu espreitar. Fiquei cheio d emedo que fosse dizer

 

Ler maisA primeira vez com a Tia Rita

Mamando os Peitos da Titia

Meu nome é Paulo e eu vou contar o dia que eu perdi a virgindade com a minha tia, a tia Claudia seria uma mulher muito bonita se não tivesse acima do peso, com seus olhos azuis pele clara e cabelos loiros. mas quando se é jovem vc ñ liga pra isso se te oferece vc come. mas enfim, quando eu era menor eu visitava a titia com frequência mas eu parei com o tempo, mas depois que meu tio morreu ela ficou muito solitária, então decidi visita-la, liguei pra avisar e fui passar uma semana lá. a titia me recebeu muito bem, afinal ela ñ teve filhos e desde d pequeno eu era o xodó dela. ela me abraçou e beijou e depois me deu um presente bem suspeito, mas nem pensei nisso na hora, pois o presente era 5 cuecas boxe, naquela época as cuecas boxe tavam entrando na moda e ganhar uma era o máximo. eu aceitei o presente muito feliz, e a titia disse:

 

Ler maisMamando os Peitos da Titia

Fodendo a Tia Boazuda

Odete chega em casa vindo da cidade cheia de pacotes. Entra na garagem cantarolando abre o bagageiro da camionete e durante alguns minutos leva para dentro de casa todas as compras que fez. Está alegre como nunca esteve. Seu único sobrinho, que mora na capital, vai chegar em dois dias. Ele está trazendo Maira, sua noiva. Vai se casar e a moça que escolheu é uma menina linda e muito prendada, que Odete, conheceu quando foi à capital e se simpatizou muito com ela.

Fernandinho é o seu parente mais chegado, pois a mãe dele, Clara, não dá a mínima para a irmã e jamais veio ao sitio de Odete. Dá como desculpa que sua vida na capital é muito agitada e que não tem tempo para nada. Mas Odete sabe muito bem que a verdadeira razão foi o arranca rabo entre as duas, quando a surpreendeu na cama com o seu marido. Mesmo depois que soube que Clara não teve nenhuma culpa no acontecido, a relação entre as duas anda continuou estremecida.

O seu ex marido, chegou em casa de surpresa e vendo a cunhada saindo nua do banheiro, pois não havia ninguém em casa; a agarrou a força e mesmo lutando muito, se viu arrastada para o quanto e foi estuprada com muita violência. Clara demonstrou para a irmã os hematomas ocasionados pelos socos e tapas recebidos quando lutou para se defendeu do ataque de Ezequiel. Isto aconteceu há pouco mais de oito anos, mas ainda está bem vivo na memória das irmãs.

Ler maisFodendo a Tia Boazuda