Irmãs safadas trocando de marido

Sou Rafaela e minha irmã Cristina, nós duas somos loirinhas magra, alta e gêmeas nossos corpos igual, cabelos compridos, rostos bonitos, olhos verdes, bocas grandes, seios fartos porem duros, bundas iguais sem celulite empinadas, coxas e pernas bonitas, 31 anos eu Rafaela sou casada há 4 anos. Meu marido Erik 27 anos, moreno bonitinho não alto, a relação que passarei a contar sobre eu e meu marido e minha irmã e seu noivo é de poli–amor. Eu e meu marido moramos em Botucatu/SP, minha irmã e seu noivo Carlos moram em Barra Bonita/SP.

Eu, Rafaela, desde que me casei sempre fui fiel ao meu maridinho. Nos primeiros tempos o amor do início da relação deixava em segundo lugar a satisfação na cama, mas depois de uns meses de casados comecei a perceber que o tamanho da sua rola é muito pequeno, ou seja 13 cm e um pouco fina, e isso faz muita diferença para mim porque não me deixa preenchida atrás e muito menos na frente. Quando eu era solteira só era degustada na bundinha por um namorado um pouco dotado que me fazia feliz na cama, a nossa história que passo a contar ficou entre a família: eu estava conversando com minha irmã Cristina e ela começou a me dizer que estava ocorrendo um problema com seu noivo, me confidenciou que não conseguia a transar anal pois ele é bem-dotado e aí eu respondi “o meu problema é o inverso do seu, mana”.

Ler maisIrmãs safadas trocando de marido

Comendo a Madrasta Safada

Sempre imaginei comendo a madrasta safada  após a separação com a minha mãe, meu pai nunca teve uma outra mulher por muito tempo, namorava com algumas por um tempo mas nada muito sério. Hoje em dia, ele está junto com a protagonista desse conto, seu nome é Sonia, uma coroa que chama bastante a atenção não pela sua beleza, mas pela presença de mulher séria, alta e com belos olhos verdes.

Durante muito tempo, trabalhei com ele em sua loja e vez ou outra dormia em sua casa e foi uma dessas vezes que tudo começou. Ela tem um filho que hoje tem 26 anos, mas não devia ter nem 18 na época e costumava jogar bola com meu pai nas manhãs de Domingo em um clube na zona Sul de SP. Uma noite antes, tinha ficado até tarde num barzinho com meus outros irmãos e cheguei de madrugada, fazia um calor inacreditável e dormi só de cuecas no quarto do filho dela.

Ler maisComendo a Madrasta Safada

Sendo a Putinha Do Meu Filho

Sou uma mulher de 56 anos, moro em São Paulo e, como toda mulher da minha idade, tenho meus desejos reprimidos. Sou divorciada e a história que vou contar no início me envergonhava muito, mas senti que seria necessário escrever para que eu pudesse encarar melhor minha realidade. Meu filho tem 30 anos e mora com a mulher dele a 10 anos, bem longe de mim. Ele sempre vem na minha casa para rever os antigos amigos e frequentar alguns prostíbulos. O caso que vou contar aconteceu semana passada, quando ele veio sozinho para minha casa para beber com os velhosa amigos. Ele é um rapaz normal, sem atributos físicos maravilhosos. Eu já tenho meus seiso caídos pela idade, meu abdomén é largo e flácido, sou branca e minhas varizes aparecem com facilidade. Não fazia sexo a 5 anos, desde que meu último namorado me deixou. Desde então não tive mais oportunidades, mas sempre me masturbo com um velho vibrador. Como sempre estou sozinha, penso em muitas bobagens. Quando meu filho chegou, dei-lhe um forte abraço e fiz seu jantar. Ele saiu e acabaou voltando muito frustrado e irritado. Perguntei a ele o que aconteceu e ele disse que nenhum dos seus amigos estavam disponíveis para sair. Perguntei a ele onde iriam e ele me respondeu: -Pô mãe, a gente ia na zona, e eu tava precisando dar uma boa foda pra desestressar! Como ele é um adulto e eu também, não fiquei surpresa, pois já estava acostumada com as histórias das baladas dele. Naquele momento ele foi para o quarto dele assistir TV, eram 23hs e eu fiquei na sala pensando em como deveria ser o meu filho num puteiro, o que ele falaria, e… sem querer… pensei nele transando com uma puta.

Ler maisSendo a Putinha Do Meu Filho

Transando Com O Primo Na Casa Da avó

Era mês de julho, época de férias, eu e meus primos costumávamos viajar para Ribeirão Preto sempre neste período para passar as férias na casa de nossos avós. Eu e meu primo Davi éramos os mais velhos dos netos. Ambos estávamos com 18 anos de idade. Ele era moreno , meio musculoso, alto e muito gostoso. Já há algum tempo nos olhávamos de uma maneira ousada… O fato era que tinhamos desejos um pelo outro.

Certa noite todos estavamos à mesa jantando.

Neste dia todos jantamos mais cedo pois meus avós iriama uma confraternização na casa de alguns amigos. Dois de nossos primos, os mais novos, acompanharam nossos avós e Davi e eu ficamos os dois sozinhos em casa jogando xadrez. Durante a partida nossos olhares pareciam quererem revelar que algo estava por acontecer.

Ler maisTransando Com O Primo Na Casa Da avó

Sobrinha Safada Sabe Como Meter com Vontade

Eu tenho 35 anos, sou casado a algum tempo e minha cunhada depois que se separou do marido veio morar aqui com a gente e de quebra trouxe a filha, uma garota linda chamada Camila, que tem 18 anos e tem uma carinha de safada. Ela adora ouvir funk e ficar dançando pela sala usando um shortinho.

Várias vezes já peguei a safadinha fazendo isso e corri pra o banheiro para tocar uma bronha. Minha mulher e minha cunhada trabalham juntas num call center e por isso as vezes elas dão plantão e eu acabo ficando só em casa com minha sobrinha e confesso que nunca foi fácil ver essa gatinha dos peitinhos durinhos, bunda empinadinha e cara de ninfeta ali todos os dias e ter que me acabar na punheta, mas a minha sorte acabou mudando depois de um tempo.

Ler maisSobrinha Safada Sabe Como Meter com Vontade

Chupando a buceta da madrasta gostosa

Meu nome é Kátia, tenho cintura fina, um bumbum durinho e seios satisfatórios para uma novinha de 19 anos. Eu me considero hetero, porém depois desse final de semana já não sei …
Sou filha de pais separados e como sempre fui passar o final de semana na casa do meu pai, chegando lá minha madrasta me avisou que ele foi viajar a trabalho, e pediu pra que eu ficasse lá com ela que domingo logo após o almoço ele já estaria de volta.
conversamos, rimos, como sempre, pedimos pizza e cheguei até a beber uma taça de vinho com ela, ela é uma mulher adimiravel… 43 anos, baixinha, com seios enormes e durinhos, um bumbum empinado e gostoso, daqueles de deixar qualquer homem babando, cabelo cacheado e uma simpatia maravilhosa. Entre uma risada e outra ela disse que era melhor irmos deitar, pois já estava tarde, se aproximava da meia noite. Eu não retruquei, disse que ia tomar apenas um banho e me deitar, passei uma agua no corpo e fui pro quarto, quando estava quase me deitando ela saiu do banheiro. Com um pijama transparente ela veio rindo, comentando sobre algumas coisas que haviam acontecido no dia dela. Por uma hora ou outra confesso que me distrai naqueles seios, porem me deitei e fiquei na minha.

 

Ler maisChupando a buceta da madrasta gostosa

Deixando o papai da minha amiga me comer gostoso

Olá pessoal hoje vou contar um relato que aconteceu comigo. Na época eu tinha 17 anos e sempre fui bem assanhada, Tenho 1, 68 peitos grandes bunda grande que chama muita atenção cabelos iluminados até o umbigo, sempre chamei atenção pelo meu belo corpo sorriso e simpatia.

Quando eu tinha 17 anos costuma ir na casa da minha melhor amiga de infância a Talita. Eu e Talita fazíamos tudo juntas, estudávamos, saíamos, e assim vai no dia do aniversário de 17 anos da Talita fizemos uma festa na casa dela eu coloquei um shorts jeans bem apertadinho marcando minha xaninha e um tomara que caia Talita estava com um vestido azul marinho curtimos a festa até que seus pais foram se deitar e nós ficamos na sala comendo oque havia sobrado da festa e assistindo filmes.

Ler maisDeixando o papai da minha amiga me comer gostoso